Tools

Abre PECSOL

Curso é uma das ações de programa nacional, que, no Paraná, vai atingir produtores de 60 cooperativas; veja fotos do evento

Agricultores familiares de municípios das regiões norte e noroeste paranaense, ligados a 14 cooperativas, concluíram, nesta quinta-feira (12), na Universidade Estadual de Maringá, um curso oferecido pelo Programa de Educação do Cooperativismo Solidário (PECSOL), com apoio da UEM e de outras entidades parceiras.

Dividido em quatro encontros e ministrado por professores da UEM, da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) e do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), o curso abordou, em módulos, desde o conceito de desenvolvimento e suas dimensões até o papel das mulheres no cooperativismo solidário.

As atividades ocorreram no auditório do bloco B-33, do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE), câmpus universitário, e, ao término das aulas, no período da tarde, os alunos participaram de uma cerimônia simbólica de formatura e, em algumas semanas, também receberão os certificados por meio da Fundação Interuniversitária de Estudos e Pesquisas sobre o Trabalho, a Unitrabalho, Núcleo UEM.

O curso está sendo ministrado ainda para agricultores familiares das regiões de Curitiba, sudoeste e oeste do Estado, abrangendo 60 cooperativas.

Criado em 2018, pela União Nacional de Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes), o PECSOL tem como objetivo desenvolver ações de educação e formação cooperativista para qualificação da gestão e governança das cooperativas ligadas ao sistema Unicafes.

Os cursos são organizados com foco na criação e gestão do conhecimento junto às pessoas e as cooperativas participantes do programa, prevendo a utilização de material pedagógico escrito e visual, com momentos presenciais e a distância.

Os recursos financeiros vieram do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop); da Emater, por meio do programa Paraná Rural; e da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), por meio da Agência de Desenvolvimento Regional do Extrermo Oeste do Paraná (Adeop).

Mais em 2020

Ovidio Unicafes

Assessor da Unicafes no Paraná, Ovídio Constantino (foto acima) disse que a entidade já está trabalhando no Estado para a oferta de outros cursos em 2020.

Ele explica não ter sido difícil definir o conteúdo trabalhado nos módulos, porque a experiência da Unicafes, que no Paraná contabiliza cerca de 12 anos, é suficiente para saber quais são as dificuldades e as limitações dos agricultores cooperados.

Da mesma forma, a Emater aproveitou a expertise acumulada na assistência a 70 cooperativas paranaenses para, segundo o economista Ovídio César Barbosa, colaborar na execução do curso na UEM.

Ovidio Emater

De acordo com Barbosa (foto acima), as 70 cooperativas recebem qualificação por meio da melhoria do processo de gestão. Profissional responsável pela atuação na região norte do Estado, ele ministrou palestra para falar sobre os princípios e gestão organizacional das cooperativas. 

À frente da Unitrabalho da UEM, a professora Mara Lucy Castilho, que também foi uma das instrutoras do curso, afirma que a atividade foi de suma importância porque, entre outros aspectos, percebeu-se, no decorrer dos módulos, a mudança de atitude dos agricultores no cotidiano de suas cooperativas.

Mara Castilho

Docente do Departamento de Economia (DCO), Mara (foto acima) cita como exemplo o fato de que alguns destes produtores aprenderam a dimensionar o custo dos alimentos produzidos, inclusive com o auxílio de planilhas do Excel.

Ao término do curso, o testemunho de uma das "alunas", a cooperada Elizabete Borges, durante o processo de avaliação final, retratou o nível de satisfação da turma. "Foi de uma valia, de um crescimento e amadurecimento muito grande [pra gente]. Não tem como mensurar a gratidão e o empenho de vocês [organizadores do curso]", assegurou.

Elizabete

Ligada à Cooperativa dos Agricultores Familiares de Paiçandu, a Coprofap, Elizabete  (foto acima) destacou como um dos aspectos positivos do curso o processo de intercooperação, além do ganho de conhecimento e da descoberta de novos caminhos pessoais e profissionais.

uem tv