Tools

capa meeting

Inscrições estão abertas; programação prevê atividades científicas e culturais

Com a participação de palestrantes brasileiros e de outros vários países,  além de uma programação científica e cultural diversificada, será realizado, de 18 a 20 de setembro, em Maringá, o “VI International Meeting of Biosciences and Physiopathology e X Simpósio de Biociências Aplicadas à Farmácia”, sob a promoção do Programa de Pós-Graduação em Biociências e Fisiopatologia da Universidade Estadual de Maringá.

As inscrições estão abertas e poderão ser feitas até a data de início do evento, apenas pela Internet, com o valor das taxas variando conforme a categoria do participante, se aluno de graduação, pós-graduação ou pós-graduação. 

Vale dizer que a Biociências compreende qualquer ciência que estuda os seres vivos, sua evolução, o ambiente em que vivem, o modo como se relacionam, entre outros aspectos, a exemplo da biologia, botânica, ecologia e da zoologia. Já, a Fisiopatologia é a disciplina biológica que descreve processos ou mecanismos que operam dentro de um organismo.

Comemorando a 10ª edição do encontro, o evento propõe aos participantes que vivenciem uma experiência inovadora, pois todas as atividades serão desenvolvidas num local especialmente escolhido para a ocasião.  

Esta inovação será possível porque o evento conta com a parceria do Instituto Adventista Paranaense, local sede do encontro (foto abaixo), localizado na zona rural de Ivatuba, cerca de 25 quilômetros de Maringá.

colegio iap

O IAP possui um amplo câmpus e funciona como instituição de ensino (internato e externato) há mais de 40 anos neste endereço. Conheça mais sobre o local pelo site. Aos inscritos com alguma dificuldade em se deslocar até o IAP, a organização do evento irá providenciar transporte gratuito.

Com o slogan “Biociências nos seus genes”, o VI IMBP, como também ficou conhecido o evento, terá, na programação, 10 minicursos, 10 mesas redondas, 6 palestras, além de uma sessão de apresentação de trabalhos na forma de pôsteres.

Mas, as inovações não param na definição do local e na programação em imersão. Além da programação científica, o evento terá ações de popularização de ciência, como o concurso de melhor fotografia científica e minicursos destinados a jovens do ensino médio e iniciantes na graduação.

Oficinas práticas prometem movimentar pelo menos 150 adolescentes e jovens ao redor de temas como Anatomia Forense, Papel do Código Genético, Parasitos Mortais, O Mundo Invisível dos Fungos, O Segundo Cérebro,entre outros.

Outras informações por meio do site, na página do Facebook e no Instagram "@pbfuem".

uem tv