Sidebar

26
Dom, Mai

Maringá Post
Tools

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) e a Universidade Estadual de Maringá (UEM) estão “coladas” no Ranking Universitário Folha (RUF) 2018, que volta a ser liderado pela Universidade de São Paulo (USP). A UEL ocupa a 24ª posição geral, a UEM a 25ª colocação e a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) a 46ª.

O RUF, divulgado nesta segunda-feira (1/10), avaliou 196 universidades brasileiras públicas e particulares – a última colocada é a Universidade do Tocantins (Unitis). Além da posição geral, as instituições também são classificadas por Ensino, Pesquisa, Mercado, Inovação e Internacionalização, recebendo uma nota geral para o ranqueamento.

A UEL teve nota 82,20 e a UEM 82,16. Apenas 0,04 separam as duas principais instituições estaduais do Paraná. A paranaense melhor colocada é a Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 7ª posição geral e com nota 92,29. A nota geral da USP, a primeira do RUF, foi 97,52 e a da  Unitis, a última, foi 3,41.

Em relação ao Ensino, a UEL ficou em 19º lugar e a UEM em 23º. Quanto à Pesquisa, a UEL perdeu para a UEM: ficaram em 29º e 24º, respectivamente. A UEL vence em Mercado (29º e 32º), Inovação (37º e 50º) e Internacionalização (50º e 59º). Entre as universidades estaduais brasileiras, a UEL fica em quinto e a UEM em sexto.

O reitor da UEM, Mauro Baesso, comemorou a divulgação do ranking e a posição ocupada que, segundo ele, vem consolidando sua posição de liderança entre as instituições de ensino superior do Brasil. “Isso demonstra que a Universidade Estadual de Maringá tem um forte potencial de crescimento”, afirmou o reitor.

Esta é a sétima edição do RUF. A metodologia passou por mudanças no item Inovação e também no recorte temporal da coleta de dados relativos à Pesquisa, que passou de dois para cinco anos. Outra novidade foi a criação de um Conselho Consultivo, composto por oito especialistas em ensino, que analisam criticamente a metodologia adotada.

Há dois produtos principais no RUF: o ranking de universidades e os rankings de cursos. Os dados que compõem os indicadores de avaliação do RUF são coletados nas bases do Censo da Educação Superior do Inep-MEC, Enade, SciELO, Web of Science, Inpi, Capes, CNPq, fundações estaduais de fomento à ciência e em duas pesquisas anuais feitas pelo Datafolha.

Em relação aos 40 cursos avaliados, os melhores são de universidades públicas. Na lista do ranking de cursos estão 32 graduações da UEM. Desses, 12 estão entre a décima e vigésima quinta colocação. Agronomia e Moda foram os melhores avaliados ocupando o nono lugar nacional.

https://maringapost.com.br/cidade/2018/10/01/uel-fica-a-frente-da-uem-por-004-em-nota-geral-do-ranking-universitario-folha-2018-usp-volta-ao-topo-e-ufpr-e-a-melhor-do-parana/