Sidebar

05
Sex, Jun

Maringá Post
Tools
Numape da UEM faz atendimento por WhatsApp, Facebook ou Skype / Agência Brasil

Apesar do período de isolamento, o atendimento do Núcleo Maria da Penha (Numape) de enfrentamento à violência doméstica, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), continua a ser realizado, mas de forma virtual.

Além de informações e orientações às mulheres em situação de violência doméstica, familiar e de gênero, o Numape presta atendimento jurídico e psicossocial.

Em Maringá, segundo a delegada responsável pela Delegacia da Mulher, Luana Lopes, os casos de violência contra a mulher aumentaram cerca de 15%.Independentemente de terem ou não passado por atendimento no Numape, as mulheres podem entrar em contato com o núcleo, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 15h, via Whatsapp (9 8408-6305), na página do Facebook (acesse aqui), por meio do e-mail ou via Skype.

Em casos de lesão corporal, estupro e tentativa de feminicídio, a Delegacia da Mulher realiza o Boletim de Ocorrência (BO) de forma presencial. Nos demais casos, há um formulário para ser preenchido e enviado por e-mail. Por meio do formulário, a mulher pode solicitar medida protetiva contra o agressor.

O boletim de ocorrência também pode ser realizado via aplicativo da Polícia Militar. Em situações de emergências, a mulher precisa entrar em contato com a patrulha Maria da Penha, pelo 153, que funciona 24 horas por dia.

Fora do horário de atendimento da Delegacia da Mulher, que vai das 9h ao meio-dia e das 14 às 18h, as vítimas devem procurar o plantão da 9ª Subdivisão Policial de Maringá (9ª SDP) para registrar Boletim de Ocorrência, ou enviar e-mail para dpmulhermaringa@pc.pr.gov.br.

Para tirar dúvidas o telefone da Delegacia da Mulher é o (44) 3220-2500.

https://maringapost.com.br/cidade/2020/04/03/durante-isolamento-numape-da-uem-abre-atendimento-virtual-as-mulheres-vitimas-de-violencia/

Numape da UEM faz atendimento por WhatsApp, Facebook ou Skype / Agência Brasil

Apesar do período de isolamento, o atendimento do Núcleo Maria da Penha (Numape) de enfrentamento à violência doméstica, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), continua a ser realizado, mas de forma virtual.

Além de informações e orientações às mulheres em situação de violência doméstica, familiar e de gênero, o Numape presta atendimento jurídico e psicossocial.

Em Maringá, segundo a delegada responsável pela Delegacia da Mulher, Luana Lopes, os casos de violência contra a mulher aumentaram cerca de 15%.Independentemente de terem ou não passado por atendimento no Numape, as mulheres podem entrar em contato com o núcleo, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 15h, via Whatsapp (9 8408-6305), na página do Facebook (acesse aqui), por meio do e-mail ou via Skype.

Em casos de lesão corporal, estupro e tentativa de feminicídio, a Delegacia da Mulher realiza o Boletim de Ocorrência (BO) de forma presencial. Nos demais casos, há um formulário para ser preenchido e enviado por e-mail. Por meio do formulário, a mulher pode solicitar medida protetiva contra o agressor.

O boletim de ocorrência também pode ser realizado via aplicativo da Polícia Militar. Em situações de emergências, a mulher precisa entrar em contato com a patrulha Maria da Penha, pelo 153, que funciona 24 horas por dia.

Fora do horário de atendimento da Delegacia da Mulher, que vai das 9h ao meio-dia e das 14 às 18h, as vítimas devem procurar o plantão da 9ª Subdivisão Policial de Maringá (9ª SDP) para registrar Boletim de Ocorrência, ou enviar e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Para tirar dúvidas o telefone da Delegacia da Mulher é o (44) 3220-2500.

https://maringapost.com.br/cidade/2020/04/03/durante-isolamento-numape-da-uem-abre-atendimento-virtual-as-mulheres-vitimas-de-violencia/