Maringá Post
Tools
Professor Mima dava aulas em cursinho de Apucarana / Reprodução

Vítima do atentado em Maringá, na madrugada deste domingo (17/3), Orivaldo José da Silva Filho, o professor Mima, 22 anos, era estudante do Mestrado em Química da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e pretendia seguir carreira acadêmica. Ele se preparava para ingressar no Doutorado.

Mima nasceu na pequena cidade de Conchas, com cerca de 17 mil habitantes, no interior do estado de São Paulo. No Facebook, ele se apresentava com a frase: “Eu tenho um sonho… Isso é tudo que preciso…”

Em Maringá, o jovem chegou a dar aulas de Matemática no cursinho da UEM, para garantir o sustento. Atualmente, era professor do cursinho Foxtrot Concursos e Vestibulares, de Apucarana.  A empresa lamentou a perda do colaborador nas redes sociais.

“O “ Mima” era como ele gostava de ser chamado. Suas aulas eram inspiradoras e os nossos alunos adoravam sua didática, hoje o nosso mundo caiu com a notícia de sua perda. Deus concedeu a nós um gentil empréstimo e hoje no dia 17-03-2019, foi retomado após excelente cumprimento de missão. O grande exemplo de pessoa que você é ficará guardado em nossos corações eternamente, estaremos sempre juntos e lembraremos sempre do nosso ‘pequeno cientista’. Foi uma honra para nós ter você aqui em nossa família.”

Estudantes também se manifestaram sobre a perda do jovem professor. “Sentirei sua falta meu grande mentor, você sempre irá ser minha inspiração para correr atras dos nossos sonhos. Estou sentindo muito sua falta, mas sei que está bem ao lado de Deus. Sempre estará em meu coração”, escreveu Matheus Souza Alves.

Amanda Mandrot afirmou nas redes sociais que Mima era um excelente profissional. “Você estará sempre na minha memória. Que um dia eu possa ser o profissional que você foi e ter o coração mais lindo que já conheci!”

Centro Acadêmico de Química divulga nota de apoio

O Centro Acadêmico de Química Roberto Verdade, mais uma vez vem a público lamentar o triste ocorrido ontem, na madrugada do dia 17/03 onde o estudante de Mestrado em Química da Universidade Estadual de Maringá, Orivaldo José da Silva Filho foi atacado e brutalmente assassinado dentro do pensionato onde morava.

Repudiamos veemente atitudes de cunho terrorista e extremista, e esperamos que no Poder Judiciário o assassino seja julgado e punido dentro dos parâmetros legais vigentes.

Hoje o Centro Acadêmico, o Departamento de Química e a Pós Graduação em Química da UEM amanheceram sem cor.

Infelizmente o nosso amigo foi mais uma vítima dessa triste e preocupante onda de assassinatos que vem acontecendo dia após dia em nosso país.

Não há palavra que acalme a dor de ver alguém que amamos partir pra sempre, mas nós do CA nos solidarizamos aos amigos e familiares prestando nosso luto e apoio nesse momento tão triste, uma grande perda a todos nós!

 

https://maringapost.com.br/cidade/2019/03/17/vitima-do-atentado-em-maringa-professor-mima-fazia-mestrado-na-uem-e-dava-aulas-em-cursinho-de-apucarana/