Sidebar

18
Sex, Jan

Estudantes de Aquitetura e Urbanismo da universidade / Divulgação UEM

O curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual de Maringá (UEM) foi reconhecido como o terceiro melhor do Brasil. O ranking é da Revista Exame, com base em indicadores de qualidade do Ministério da Educação (MEC).

Em primeiro e segundo lugares estão dois centros universitários privados de Santa Catarina (nota 4,6834) e Pernambuco (nota 4,4737), o que classifica a UEM como a primeira entre as universidades públicas (nota 4,1184).

O ranking divulgado pela Exame é resultado dos dados de qualidade divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), considerando as notas do Conceito Preliminar de Curso (CPC), que avalia os cursos de graduação.

O Inep divulgou, em dezembro, o Índice Geral de Cursos (IGC) referente ao ano de 2017. A UEM obteve pontuação 3,58, o que a classifica na faixa 4, conceito que mantém desde 2007.

Acesse aqui o ranking da Revista Exame para os cursos de Arquitetura e Urbanismo.

https://maringapost.com.br/sala3/2019/01/13/arquitetura-e-urbanismo-em-alta-na-uem/

A reitoria da UEM está preocupada com o contingenciamento de recursos do orçamento de 2019 do Governo do Paraná. Por meio de decreto, o governador Ratinho Junior decidiu reavaliar 20% do valor orçado para o primeiro ano de administração.

No caso da Universidade Estadual de Maringá (UEM), o decreto atinge R$ 153 milhões, o que atinge as ações da instituição e do Hospital Universitário (HU). Veja abaixo a nota na íntegra divulgada pela reitoria da UEM.

“O Governo do Estado do Paraná, em 7 de janeiro último, publicou o Decreto nº 53/2019 que estabelece o contingenciamento de 20% do total dos recursos do orçamento fiscal do poder executivo, aprovado pela Lei Estadual º 19.766 de 17 de dezembro de 2018.  Esta medida atinge todos os órgãos da administração estadual. Na Universidade Estadual de Maringá (UEM), estabelece a não disponibilidade de R$ 153.402.703,80, anteriormente previstos para manutenção das atividades em 2019.

Embora esta ação seja compreensível em início de uma nova gestão, se levada a cabo, pode comprometer a prestação dos serviços na área de ensino, pesquisa e extensão, atingindo inclusive o Hospital Universitário.

Para discutir os desdobramentos da aplicação do referido Decreto e para tratar das questões voltadas para a continuidade da formação de recursos humanos, produção de conhecimento e desenvolvimento regional a UEM tem buscado uma agenda com o governo e sua equipe.”

https://maringapost.com.br/sala3/2019/01/09/reitoria-da-uem-esta-preocupada-com-contingenciamento/

Letreiro na frente da reitoria da UEM / Divulgação UEM

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) vai publicar na segunda-feira (21/1), às 14 horas, o edital com os detalhes para a transferência de alunos de outras instituições de ensino superior. O processo seletivo abrange estudantes de escolas públicas, particulares ou estrangeiras para cursos de graduação presencial e à distância da instituição. A solicitação de transferência será feita exclusivamente no site da Diretoria de Assuntos Acadêmicos (DAA), onde também vai ser publicado o edital. Os interessados precisam ficar atentos aos prazos. A inscrição precisa ser feita até as 23h59 de terça-feira (22/1), apenas um dia após a publicação do edital com as informações. O edital de transferência de alunos de outras instituições vale para os interessados em pleitear a continuidade dos estudos na UEM, no mesmo curso de graduação de origem, na modalidade de transferência externa facultativa, para o ano letivo de 2019. Umas das exigências da UEM é que o curso da instituição de origem seja reconhecido. Para o curso de graduação em Música, habilitação Bacharelado, o candidato vai participar do “Exame Seletivo de Classificação”, conforme cronograma, critérios de avaliação e conteúdo programático estabelecidos no item 7 do edital nº 043/2018 - DAA. No mesmo edital, o interessado encontrará todas as informações necessárias, incluindo os documentos necessários para fazer a solicitação de transferência. O resultado dos pedidos de transferência será publicado no dia 14 de fevereiro, às 14 horas. Com a publicação do resultado, os candidatos classificados no limite das vagas ficam automaticamente convocados a efetuar matrícula nos dias 14 e 15 de fevereiro. As aulas do ano letivo de 2019 na UEM vão ter início no dia 7 de março e os ingressantes no processo de transferência externa precisam estar cientes de que as aulas perdidas, caso ocorram, vão ser contabilizadas na frequência mínima obrigatória de 75%. A universidade informa que não haverá reposição das aulas.

https://maringapost.com.br/cidade/2019/01/08/uem-alerta-sobre-prazos-de-transferencia-de-alunos-de-outras-instituicoes-de-ensino-superior-detalhes-saem-na-segunda-21-1/

A Prefeitura de Maringá fechou em dezembro mais cinco contratos com a Universidade Estadual de Maringá (UEM), a Unicesumar e a Uningá para atualizar o Plano de Manejo do Parque do Ingá. O objetivo é que o trabalho seja concluído no final de 2019.

Por R$ 2,85 mil, equipes do Centro de Ciências Biológicas da UEM vão fazer os estudos da herpetofauna, que reúne os anfíbios e répteis.

Em outro contrato de R$ 38,1 mil, profissionais do Centro de Ciências Exatas e do Departamento de Ciências da UEM vão realizar a atualização da mastofauna, que é o conjunto de mamíferos que vivem na reserva.

E dentro de um terceiro contrato com a UEM, no valor de R$ 38 mil, profissionais do Departamento de Geografia vão realizar a atualização necessária no que se refere ao meio físico do Parque do Ingá.

Com o Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Unicesumar foi fechado um contrato de R$ 7,3 mil para a atualização dos estudos sobre a avifauna do parque, que reúne as aves que vivem na área.

A Uningá vai ser contratada por R$ 99,2 mil para analisar os aspectos socioambientais e também para elaborar o relatório final do Plano de Manejo do Parque do Ingá, com a integração das informações sobre a vegetação terrestre, limnológicas, da mastofauna, avifauna e herpetofauna, além dos aspectos físicos e socioambientais.

O trabalho de atualização do Plano de Manejo do Parque do Ingá foi iniciado no final do mês de maio de 2018, quando equipes do Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura o Nupélia, da UEM, iniciaram as coletas de água, algas, sedimentos e peixes no lago do parque.

A última atualização do Plano de Manejo do Parque do Ingá foi realizada entre 2008 e 2009. Na ocasião, houve algumas definições importantes como a decisão de acabar com o minizoológico da reserva e transferir todos os animais que eram mantidos em cativeiro. O primeiro Plano de Manejo do Parque do Ingá foi feito em 1994.

Inaugurado em outubro de 1971 e declarado como Área de Proteção Permanente, em 1991, o Parque do Ingá possui 474,3 mil m² de mata remanescente da Mata Atlântica.

Em janeiro de 2017, a área foi definida como uma Unidade de Conservação na categoria de Área de Relevante Interesse Ecológico, depois da sanção pelo prefeito Ulisses Maia da lei 10.353 de autoria do ex-vereador Humberto Henrique.

https://maringapost.com.br/cidade/2019/01/04/prefeitura-fecha-cinco-contratos-com-uem-unicesumar-e-uninga-para-atualizar-plano-de-manejo-do-parque-do-inga/

O expediente administrativo da Universidade Estadual de Maringá (UEM) vai ser suspenso entre segunda-feira (24/12) e quarta-feira 9 janeiro de 2019. Neste período, apenas os serviços essenciais vão ser mantidos.

No Ambulatório Médico e de Enfermagem da UEM as consultas vão ser retomadas no dia 10 de janeiro, no horário de 7h40 às 22 horas.

Já o setor de residência psiquiátrica retoma as atividades somente no dia 28 de janeiro em razão das férias acadêmicas. O coordenador do ambulatório, Sérgio Ricardo Silva, informa que os pacientes que necessitarem de medicação antes do dia 28 devem entrar em contato por telefone. O contato é (44) 3011-4266.

O Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas (Lepac) realizou as últimas coletas do ano no dia 19 de dezembro. O Lepac retoma o atendimento normal no dia 10 de janeiro. O telefone para contato é (44) 3011-4317.

A Farmácia Ensino encerrou o atendimento ao público no dia 5 de dezembro e voltará a atendimento no dia 25 de janeiro de 2019. O atendimento ao público é feito das 8h às 11h35 e das 13h30 às 17 horas. Outras informações pelo telefone (44) 3011-4300.

O Restaurante Universitário (RU) encerrou as atividades no dia 14 de dezembro. O retorno das refeições será divulgado no próximo ano e seguirá o calendário acadêmico de 2019. Para mais informações ligue (44) 3011-4302.

A Biblioteca Central volta a funcionar em janeiro. Entre os dias 10 e 31 de janeiro, o atendimento será de 7h30 as 19 horas. Aos sábados (12, 19 e 26) o horário de atendimento será de 8h as 13h30. O telefone para mais informações é (44) 3011-4480.

O Núcleo de Prática Jurídica da UEM encerrou os atendimentos no dia 20 de dezembro e vai ficar em recesso administrativo até 9 de janeiro. Os telefones para mais informações são: (44) 3011-4335 e 3011-4326.

Horários dos portões no recesso administrativo na UEM

Os portões de acesso ao câmpus sede da Universidade, tanto para veículos quanto para pedestres, terão um esquema especial de funcionamento a partir do 26 de dezembro, no recesso administrativo na UEM.

Os portões 9 (rua 10 de maio), 2 (BCE, rua Lauro Werneck), 7 (rua Júlio Favoreto, Nupélia) e 8 (rua Gilberto Freire, Vila Esperança) funcionarão das 6 às 18 horas para o acesso de pedestres.

O portão 9 (rua 10 de maio) irá funcionar das 6 às 20 horas, entrada e saída, para o fluxo de veículos. Será necessária a identificação.

A supervisão do fluxo de pedestres e veículos é feita pela Prefeitura do Câmpus. No dia 24 de dezembro, todos os portões estarão abertos das 6 às 18 horas. No Natal, todos os portões serão fechados.

https://maringapost.com.br/sala3/2018/12/21/tem-recesso-administrativo-na-uem-ate-9-de-janeiro-de-2019/

Mais Artigos...