Sidebar

16
Ter, Jul

A Liga Sem Dor de Maringá, criada pelos alunos do curso de Medicina da Universidade Estadual de Maringá (UEM), realiza amanhã o 3º Sábado Sem Dor. No encontro, dirigido a profissionais e estudantes da área da saúde, serão proferidas palestras sobre dor visceral.

"Escolhemos esse tema pois o ano de 2013 é o Ano Internacional do Combate à Dor Visceral", lembra o médico especialista e professor universitário Orlando Colhado. O evento será realizado no Auditório da Sociedade Médica de Maringá, na Rua Imburana, 176, na Zona 5.

O 3º Sábado Sem Dor também vai marcar a criação do Ambulatório Para o Controle da Dor, uma parceria do curso de Medicina da Uningá com a Secretaria Municipal de Saúde e que começa a atender ainda este mês.

Os pacientes serão encaminhados por profissionais da rede pública e submetidos aos bloqueios para o controle da dor após avaliação de Colhado, especialista em dor e professor dos cursos de Medicina da Uningá e UEM, e dos alunos da Uningá. O ambulatório vai funcionar no Hospital Memorial, na Avenida Paraná.

Serão tratados casos de dor motivada por hérnia de disco, artroses, fibromialgia e cefaleias, entre outras. "A iniciativa é inédita no Paraná entre uma instituição de ensino e uma instituição pública na área da saúde", explica Colhado, lembrando que serão tratados casos de dor crônica de difícil controle, de pacientes que não tenham acesso à rede privada de atendimento.

O projeto tem também finalidade acadêmica, já que alunos de Medicina integrados à Liga Sem Dor de Maringá terão formação especifica para o manejo adequado das síndromes dolorosas.

O secretário de Saúde, Antônio Carlos Nardi, lembra que a parceria reforça o atendimento aos pacientes da rede pública com mais um serviço de excelência.

"O ambulatório vai oferecer mais qualidade de vida aos pacientes atendidos pela secretaria, e ao mesmo tempo estamos melhorando a formação dos nossos futuros profissionais", diz.


3º SÁBADO SEM DOR

PROGRAMAÇÃO


8h / 8h30 - Credenciamento

8h30 / 9h15 - Fisiopatologia da dor visceral - Profª Drª Célia Regina Ambiel

9h15 / 10h - Semiologia da dor visceral - Dr. Orlando Colhado

10h / 10h15 - Coffee break

10h15 / 11h - Aspectos clínicos da dor visceral na cardiologia - Dr. Otavio Celeste Mangili

11h / 11h45 - Síndrome da dor abdominal funcional e seu tratamento - Dr. Mauro Porcu

11h45/ 13h30 - Intervalo para almoço

13h30/14h15 - Aspectos clínicos da dor visceral na gastroenterologia - Dr. Écio Alves Do Nascimento

14h15 - 15h - Aspectos clínicos da dor visceral na ginecologia - Dr. Weber Alexandre Sobreira Moraes

15h/15h45 - Aspectos clínicos da dor visceral na urologia - Dr. William Setsumi Taguchi

15h45/16h - Coffee break

16h/16h45 - Tratamentos intervencionistas em dores abdominais - Dr. Charles Amaral de Oliveira

16h45/17h15 - Entrega de certificados

http://www.odiario.com/cidades/noticia/733020/dor-visceral-e-tema-de-encontro/ 

 

Um homem não identificado foi internado na madrugada de sábado (9), no Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM). A vítima estava caída,  inconsciente, na esquina da Rua Caracas com Avenida Pedro Taques, no Jardim Alvorada, e foi levada para o hospital por uma ambulância do Corpo de Bombeiros às 5h. Sem portar qualquer documento, apresentava hálito etílico e sinais de agressão na cabeça, mas sem fraturas.

Conforme o HUM, durante todo o final de semana o nível de consciência do paciente piorou e na manhã de segunda-feira (11), passou a respirar com ajuda de aparelhos, sendo transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Aparentando ter entre 35 e 37 anos, o homem usa barba rala, tem baixa estatura, cerca de 1m60, tatuagens tribais no braço direito e perna esquerda e uma pequena tatuagem no antebraço esquerdo. O desenho está borrado e dificulta a identificação do símbolo.

De acordo com o serviço social do pronto-socorro, equipes do serviço municipal de abordagem a moradores de rua estiveram no hospital no final de semana para tentar identificar o paciente, mas o mesmo não foi reconhecido como usuário do serviço. Até o momento, não houve procura por parte de familiares.

Informações que ajudem a identificar o paciente podem ser passadas para Rosa, assistente social do HUM, pelo telefone (44) 3011-9169.

http://maringa.odiario.com/maringa/noticia/731072/hu-tenta-identificar-paciente-internado-desde-sabado/ 

 

O adolescente de 15 anos que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário de Maringá (HU) com suspeita de dengue hemorrágica está, na realidade, com leptospirose. A informação foi confirmada ontem pela assessoria de imprensa da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

O garoto, residente em Paiçandu (região metropolitana de Maringá), chegou ao HU no dia 27 de fevereiro e saiu na sexta-feira passada da UTI.

De acordo com a mãe, o jovem se queixou de mal-estar ainda na escola, na manhã do dia 22. À tarde, o adolescente teve febre de 40,3ºC, foi medicado e a temperatura cedeu.

No dia seguinte, o menino amanheceu febril e a mãe o levou ao Hospital Municipal São José, onde recebeu soro, medicação e foi liberado. No domingo de manhã, precisou voltar ao hospital porque se queixava de dores nas pernas e de febre- foi quando o médico decidiu interná-lo.

AMEAÇA

407
É o total de casos confirmados
de dengue em Maringá,
segundo o município

Segundo a enfermeira Adryene Monteiro, coordenadora da Epidemiologia de Paiçandu, o adolescente deu entrada no hospital com sintomas de dengue clássica: febre e dores de cabeça e atrás dos olhos. Na manhã do dia 27, ainda em Paiçandu, o quadro se agravou, com sangramento pelo nariz e pela urina.

No entanto, na semana passada, o resultado dos exames feitos no Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen) confirmou que o diagnóstico é leptospirose. Ontem o garoto ainda estava internado no HU, na enfermaria, mas também de acordo com informações da assessoria de imprensa da unidade, passa bem.

http://www.odiario.com/cidades/noticia/731125/suspeita-de-dengue-era-na-verdade-leptospirose/ 

Magda Lúcia Félix de Oliveira foi eleita superintendente do Hospital Universitário (HU) de Maringá, com 95,2% dos votos. As eleições ocorreram entre as 6h30 e 21h desta quinta-feira (7), com a participação de mais de mil pessoas, entre funcionários, professores e alunos ligados ao hospital.

Magda Lúcia estava no cargo interinamente desde o dia 13 de agosto de 2012, quando o então superintendente, José Carlos Amador, pediu exoneração. Antes ela ocupou o cargo de chefe de gabinete da reitoria da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Magda foi candidata única, uma vez que não houve interessados em disputar o cargo. Segundo a assessoria de imprensa do HU, ela afirmou que as eleições foram uma demonstração de confiança no trabalho que ela vinha executando, e pretende continuar com os projetos que estão em andamento.

http://maringa.odiario.com/maringa/noticia/730178/magda-oliveira-e-eleita-superintendente-do-hu/ 

O novo superintendente do Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM) será eleito nesta quinta-feira (7). A enfermeira Magda Lúcia Félix de Oliveira, que responde interinamente pelo cargo desde 13 de agosto de 2012, é candidata única ao cargo.

Estão aptos a participar da eleição os docentes do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da UEM em atividades didáticas no HUM ou em projetos e comissões de assessoria, discentes do CCS matriculados no curso de Medicina, Enfermagem ou Farmácia, além de agentes administrativos lotados no hospital e médicos residentes.

Ao todo serão disponibilizadas três urnas de votação. Uma delas ficará no HUM, onde votam os técnicos administrativos. As outras duas serão instaladas nos departamentos de Medicina e de Enfermagem. Em ambos os departamentos votam professores, alunos e residentes, no caso da Medicina.

No HUM a votação ficará aberta das 6h30 às 21 horas. Nos departamentos os eleitores terão das 6h30 às 18 horas para votarem. Vinte e um servidores foram convocados para atuar como mesários.

A apuração dos votos será feita no final da noite, logo após o encerramento da votação, e o resultado oficial publicado na sexta-feira (8). A posse do novo superintendente será no dia 13 de março.

http://maringa.odiario.com/maringa/noticia/729537/hu-de-maringa-elege-novo-superintendente-na-quinta-feira/ 

 

Mais Artigos...