Sidebar

22
Ter, Out

O Diário do Norte do Paraná
Tools

O Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM) suspendeu indicativo de interdição ética do Pronto-Socorro do Hospital Universitário de Maringá (HU), da Universidade Estadual de Maringá (UEM), após uma vistoria nas dependências da instituição na manhã desta quinta-feira (2). A suspensão ainda precisa de aprovação na plenária agendada para o próximo dia 6 de junho.
O CRM baixou ato indicativo de interdição em dezembro passado e concedeu prazo de 180 dias para que o hospital oferecesse condições adequadas para o trabalho dos profissionais da Saúde (http://maringa.odiario.com/maringa/2015/12/conselho-de-medicina-baixa-ato-de-interdicao-profissional- no-hu/2046046/). A lista incluía adequações na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e no centro cirúrgico, segurança e o aumento no número de leitos, evitando assim a permanência de pacientes em macas e cadeiras, nos corredores do hospital, à espera de internação.
Esta manhã, quatro conselheiros estiveram no hospital conferindo as melhorias anunciadas pela administração, entre elas a ampliação da quantidade de salas cirúrgicas, de uma para três.
"Isso resolveu um grande gargalo", afirma o superintendente do hospital, o médico Maurício Chaves Junior. "Várias vezes já justifiquei à imprensa as filas imensas, e hoje temos um paciente aguardando há uma hora para uma cirurgia, ou seja, a fila é zero."
E esse número vai aumentar após a conclusão, prevista para outubro de 2017, do bloco cirúrgico com mais 11 salas. Também está em construção o prédio que irá abrigar 100 novos leitos de enfermaria para adultos, ampliando para 250 o número total de leitos. Vinte e sete deles entraram em funcionamento em março.
Outro pedido do CRM, sobre a segurança dos médicos, foi resolvida com uma parceria da Polícia Militar, que diminuiu o tempo de resposta aos chamados do hospital.
"A nossa intervenção, que poderia ser vista como negativa, cumpriu com uma função positiva, afinal é uma instituição de grande valor à população e que não tinha mais condições de continuar do jeito que estava", destacou o presidente do Conselho, Luiz Ernesto Pujol.

http://maringa.odiario.com/maringa/2016/06/apos-vistoria-crm-suspende-interdicao-do-hu-de-maringa/2167168/