Sidebar

08
Seg, Mar

CBN
Tools
Foto: ASC/UEM

A professora Fernanda Rosa irá receber até R$ 100 mil para custear pesquisas e bolsas de estudo na Universidade Estadual de Maringá. A proposta tem três frentes: uma delas é a de tentar desenvolver um novo medicamento.

 

A professora Fernanda Rosa, do departamento de química da Universidade Estadual de Maringá, teve um projeto selecionado em um edital. A iniciativa coordenada por ela irá receber até R$ 100 mil para desenvolver ações de combate ao coronavírus. A quantia será repassada pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), órgão do Governo Federal. O dinheiro será para custear pesquisas e financiar dez bolsas de estudos. São quatro de doutorado e seis de pós-doutorado.

O projeto de Fernanda Rosa se chama “Reposicionamento de Fármacos e Desenvolvimento de protótipos de Fármacos: Avaliação pré-clínica e obtenção de máscaras antivirais para o controle e tratamento da Covid-19”. A iniciativa foi uma das 46 selecionadas pela Capes para desenvolver trabalhos de combate ao coronavírus. O resultado da seleção foi divulgado há poucos dias.

O projeto tem três frentes: estudar os medicamentos que estão no mercado para saber quais efeitos podem ter na Covid-19; desenvolver um medicamento para combater a doença; e criar uma máscara mais resistente para trabalhadores da saúde, explica a coordenadora. [ouça no áudio acima]

Os trabalhos devem começar neste mês.

 

https://www.cbnmaringa.com.br/noticia/pesquisadora-tem-projeto-de-combate-a-covid-19-selecionado-em-edital