Folha de Maringá
Tools

O Vestibular de Verão deste ano da Universidade Estadual de Maringá (UEM), que será realizado de 9 a 11 de dezembro, tem 16.903 inscritos, pouco mais que o concurso do ano passado, que teve 16.634 candidatos. Deste total, 3.353 candidatos são cotistas (estudantes de escolas públicas que têm renda familiar per capita de até um salário e meio). O curso mais concorrido, como de costume, é o de Medicina, com 156,8 candidatos por vaga (101,3 cotistas) — aumento de quase 14% em relação ao ano passado (137,6).

Na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), são mais de 9,4 mil os candidatos, que vão disputar 739 vagas. A proporção é de 12,7 candidatos por vaga, conforme estatística divulgada pela Comissão Permanente de Seleção (CPS). As provas serão aplicadas nos dia 16 e 17 de dezembro, em Ponta Grossa, Apucarana, Cascavel, Castro, Guarapuava, Irati, Jacarezinho, Maringá, Palmeira, Paranaguá, Rio Negro, São Mateus do Sul, Telêmaco Borba e Umuarama.

Já a Universidade Estadual de Londrina (UEL) realiza a segunda fase do vestibular neste domingo (dia 2) em onze locais diferentes. Participam 8.544 candidatos aprovados na primeira fase. Nesta etapa, os candidatos terão questões objetivas de Língua Portuguesa, redação, além da prova de conhecimentos específicos, com 12 questões discursivas. Pelo menos 704 candidatos inscritos nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Design Gráfico, Design de Moda e Artes Visuais fazem as provas de habilidades específicas na terça-feira (4).

A Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná (Unicentro) ainda está com inscrições para o vestibular deste ano, até o dia 7 de dezembro. As provas ocorrem em 13 e 14 de janeiro. Ao todo são 934 vagas – 233 destinadas às cotas sociais para estudantes oriundos de escolas públicas.

MARINGÁ – Os candidatos da UEM vão disputar 1.536 vagas em cerca de 60 cursos nos campi de Maringá (PR), Cianorte, Umuarama, Cidade Gaúcha, Goioerê e Ivaiporã. Há reserva de 20% de lugares para cotistas. O segundo curso mais concorrido é Arquitetura e Urbanismo, com 64,5 concorrentes por vaga. Engenharia Civil (38,6), Direito noturno (37,3) e Engenharia Mecânica (35,8) vêm em seguida. A concorrência completa está no endereço http://www.cvu.uem.br/concorrencia.html.

LONDRINA – Os candidatos que pretendem estudar na UEL devem imprimir o Cartão de Informação do Candidato, disponível no site www.cops.uel.br. O documento traz todas as informações importantes como local, horários e o cronograma de provas. Como na 1ª fase, o candidato deverá afixar uma foto 3×4 e uma fotocópia da Carteira de Identidade no Cartão. No dia da prova o vestibulando deve trazer esse Cartão e um documento original com foto.

Quem for fazer as provas no Campus Universitário deve prestar atenção à logística de trânsito. No domingo e na segunda-feira, a partir das 12 horas, o acesso à UEL será exclusivo pela Avenida Castelo Branco. O retorno será pela Avenida Faria Lima. O objetivo é organizar o tráfego, considerando o grande número de veículos, incluindo o transporte de passageiros, como ônibus e vans.

Como na 1ª fase a UEL atenderá aos vestibulandos que requereram atendimento especial, como cadeirantes e pessoas que necessitam de alguma acessibilidade ou atendimento individual. Esses candidatos serão acomodados em 13 salas localizadas no CCH e no CESA, no Campus Universitário.

No primeiro dia de provas, as questões se referem a Língua Portuguesa e Literaturas em Língua Portuguesa (20 questões objetivas); Língua Estrangeira (10 questões objetivas) e Redação: no mínimo 2 e no máximo 4 propostas para produção em prosa.

No segundo dia, as provas serão de Conhecimentos Específicos: 12 questões discursivas, distribuídas entre três disciplinas do Ensino Médio, segundo as Diretrizes Curriculares da Educação Básica do Estado do Paraná.

No terceiro dia, será realizada a prova de Habilidades Específicas para os candidatos aos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Design Gráfico, Design de Moda e Artes Visuais.

PROCESSO – O Processo Seletivo Seriado realizado pela UEPG, no último domingo (25/11), teve 16.057 inscritos; destes, 1.516 não compareceram aos locais de provas. O PSS é uma modalidade alternativa para ingresso no ensino superior, que se desenvolve de maneira gradual, sistemática e cumulativa. O estudante tem seus conhecimentos avaliados ao final de cada série do ensino médio, por meio das provas de Acompanhamento I, II e II, relativas à primeira, segunda e terceira séries do ensino regular. A opção pelos cursos de graduação ofertados pela UEPG se dá na terceira etapa do processo.

O coordenador geral da Comissão Permanente de Seleção (CPS) da UEPG faz uma avaliação positiva do concurso que transcorreu dentro de absoluta tranquilidade. “Apesar da participação de um processo seletivo ser uma novidade para a maioria dos participantes (mais de oito mil candidatos faziam a prova do PSS I, relativa à primeira série do ensino médio), tivemos poucos registros de atrasos e falta de documentação”.

As provas aplicadas no domingo (Acompanhamento I, II e III) estão a disposição dos candidatos no portal do PSS (www.cps.uepg.br/pss). A relação de aprovados em primeira chamada e lista de espera serão divulgadas até 20 de janeiro.

http://www.folhademaringa.com.br/vestibular-da-universidade-estadual-de-maringa-tem-quase-17-mil-candidatos/