Sidebar

22
Seg, Abr

MassaNews

O Banco de Leite do Hospital Universitário de Maringá completou 20 anos de fundação nesse domingo (30), como segundo maior do Paraná em volume de doação. O serviço conta com uma média de 250 voluntárias e atende mais de 180 bebês por mês.

A maior parte do leite coletado é distribuída às unidades de terapia intensiva neonatais do HU da Universidade Estadual de Maringá, Santa Casa de Maringá, Hospital Paraná, Santa Rita, São Marcos e Santas Casas de Campo Mourão e Paranavaí.

Quatro vezes por semana, as equipes do Banco de Leite visitam locais de Maringá e região para recolher as coletas. O leite materno é pasteurizado e passa por um rigoroso controle de qualidade antes de ser entregue aos bebês.

O Banco de Leite também trabalha com orientação das mães sobre aleitamento e como fazer a doação. Atualmente, a equipe interdisciplinar conta com sete pessoas, entre enfermeiro, técnico de enfermagem, nutricionista e pessoal de apoio.

Em 2014, o Banco de Leite Humano recebeu a certificação Padrão Ouro em Excelência pela Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (RedeBLH), devido ao seu desempenho. Anualmente, os bancos de leite humano são avaliados e certificados de acordo com os critérios de excelência preconizados pela RedeBLH nas categorias Ouro, Prata e Bronze. O de Maringá recebeu o certificado pelo terceiro ano consecutivo, mas em 2014 foi a primeira vez que subiu ao pódio, e manteve a colocação no ano passado.

Segundo a enfermeira Beatriz Genovez, a renovação dos equipamentos e o aumento no número de coletas e visitas domiciliares – possível graças ao veículo adquirido pelo hospital – foram os principais fatores que contribuíram com o resultado.

O telefone do Banco de Leite é (44) 3011-9174.

http://massanews.com/noticias/plantao/padrao-ouro-banco-de-leite-da-uem-completa-20-anos-Kpxv9.html

 

MassaNews

Servidores da Universidade Estadual de Maringá (UEM) optaram por manter a greve em assembleia realizada na manhã desta segunda-feira (24). A reunião foi feita no Restaurante Universitário (RU).

Com apenas cinco votos contrário e quatro abstenções, a paralisação foi mantida por tempo indeterminado. A categoria exige que o Governo do Estado retire permanentemente a Emenda 43/2016, que põe fim à data base dos trabalhadores.

A partir de agora, os grevistas prometem acirrar o movimento e fazer arrastões por toda a instituição para tentar convencer aqueles que ainda não aderiram. A próxima assembleia está marcada para a próxima segunda-feira (31), às 8h30, no RU. Até lá, a UEM permanece fechada.

http://massanews.com/noticias/educacao/servidores-da-uem-mantem-greve-por-tempo-indeterminado-KyvM6.html

 

MassaNews

O campus de Cianorte da Universidade Estadual de Maringá foi ocupado por estudantes no fim de semana. Eles colocaram faixas de luto pela educação e são contrários à proposta de emenda à Constituição (PEC) 241, que congela os gastos públicos por 20 anos, inclusive com saúde e educação.

Os alunos reforçam o movimento de ocupação que se estende por 470 colégios em todo o Paraná e também por campi de outras três universidades – do Oeste do Paraná (Unioeste), Federal da Fronteira Sul (UFFS) e Estadual do Panamá (Unespar), inclusive na unidade de Campo Mourão.

Em Cianorte, sete colégios estão tomados pelos alunos: Caio Moreira, Cianorte, Dom Bosco, Igléa Grollmann, José Guimarães, Primo Manfrinato e São Lourenço.

Greve

Além da ocupação, a UEM para a partir desta segunda-feira (17) com a greve dos professores e servidores técnico-administrativos, que pressionam o governo do Estado pelo pagamento do reajuste prometido para janeiro.

http://massanews.com/noticias/educacao/estudantes-ocupam-campus-da-uem-em-cianorte-K0r4R.html

 

MassaNews

Por 86 votos favoráveis a oito contrários, os professores da Universidade Estadual de Maringá (UEM) aprovaram greve por tempo indeterminado a partir de segunda-feira (17). No mesmo dia também paralisam as atividades os servidores técnicos e administrativos da instituição, os docentes da rede estadual e os policiais civis.

Os professores universitários entram em greve para pressionar o governo do Estado pelo pagamento da data-base em janeiro de 2017. A promessa havia sido feita em 2015, como um dos compromissos para acabar com o movimento grevista na ocasião.

Porém, um dia após as eleições municipais deste ano, Beto Richa enviou a emenda 43 à Assembleia Legislativa do Paraná para suspender o reajuste, com a justificativa da necessidade de equilibrar os cofres públicos.

Os servidores entendem que haverá um calote do governo, por isso, aprovaram a paralisação.

http://massanews.com/noticias/plantao/por-86-votos-a-oito-professores-da-universidade-estadual-de-maringa-aprovam-greve-K0rlr.html

 

 

MassaNews

 

O mestrado profissional em Agroecologia da Universidade Estadual de Maringá (UEM) está com inscrições abertas para a nova turma que começa as aulas em 2017. Os interessados devem se candidatar ao processo seletivo diretamente na secretaria do programa, com taxa de R$ 150.

Podem se inscrever, até o dia 25 de novembro, graduados nos cursos de Ciências Agrárias, Biológicas ou áreas afins, desde que reconhecidos pelo Ministério da Educação. São ofertadas 30 vagas.

O resultado do processo seletivo será divulgado a partir do dia 22 de dezembro, com as matrículas marcadas para os dias 23 e 24 de fevereiro. As aulas começam no dia 3 de março.

Mais informações no site da Universidade Estadual de Maringá.

http://massanews.com/noticias/educacao/mestrado-em-agroecologia-da-uem-esta-com-inscricoes-abertas-A3DGG.html

Mais Artigos...