Sidebar

18
Qui, Jul

UEL aparece na 39ª colocação entre 150 universidades listadas

Melhor nota da UEL foi no quesito Pesquisa – Foto: Divulgação/UEL

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) está entre as 150 melhores universidades da América Latina aponta o ranking de 2019 da THE (Times Higher Education), a mais conceituada revista de educação do mundo. A UEL está na 39ª posição do ranking.

O ranking da Times Higher Education lista as melhores universidades da região da América Latina e do Caribe, baseando-se em indicadores rigorosos de desempenho das atividades como ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e perspectiva internacional.

A nota geral da UEL foi de 59,6 pontos, tendo seu melhor desempenho na categoria de Pesquisa, com 78,7.

Foram listadas 150 universidades em 12 países.

Três universidades brasileiras figuram entre as 5 melhores, sendo a USP (Universidade de São Paulo) a melhor colocada, figurando na segunda posição, atrás apenas da Pontifícia Universidade Católica do Chile.

Paranaenses

A UFPR (Universidade Federal do Paraná) foi a parananese melhor colocada, aparecendo na 26ª posição. UEM (Universidade Estadual de Maringá) em 80ª e a Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) na 150ª posição.

https://temlondrina.com.br/educacao/uel-esta-entre-as-40-melhores-da-america-latina-aponta-ranking/

Encontro aconteceu na Assembleia Legislativa do Paraná Foto: Divulgação

Encontro aconteceu na Assembleia Legislativa do Paraná

As possibilidades de desenvolvimento do setor ervateiro, com a diversificação da produção e acréscimo ao valor agregado, foi o tema do primeiro encontro do Bloco de Incentivo à Erva-Mate, coordenado pelo deputado Emerson Bacil (PSL) na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e que contou com a participação do Fundador do Cescage e do Parque Tecnológico Agro Inovação Sustentável Cescage Genética, desembargador, Prof. Pós. Ph.D, Dr. José Sebastião Fagundes Cunha, a diretora geral do Cescage e coordenadora do curso de Farmácia, Prof. Dra. Daniela Gaspardo Folquito e do o Coordenador de Pesquisa e Extensão e coordenador adjunto de Nutrição, Prof. Dr. João Guilherme Baggio de Oliveira. 

“Agradecemos o Deputado Emerson Bacil que é egresso do Cescage pela confiança. Os nossos melhores técnicos estão trabalhando arduamente desenvolvendo pesquisas e inovação que visam o incentivo à erva-mate em todo o estado”, diz Fagundes Cunha. 

Especialistas convidados, como o doutor em engenharia de alimentos, João Guilherme Baggio de Oliveira, citaram ainda as bebidas energéticas e à base de erva-mate, explorando a alta concentração de cafeína das folhas. “O amargor pode ser utilizado em cervejas”, exemplificou. Já para a doutora em farmácia, Daniela Gaspardo Folquitto, as propriedades antioxidantes da planta podem ser usadas pela indústria de higiene pessoal e beleza. 

 “Somos os maiores produtores de erva-mate do Brasil, produzimos milhões de toneladas todos os anos e a ideia é inovar. Os maiores produtores do país estão no Paraná, principalmente na região Sul. Precisamos valorizá-los, com desenvolvimento, pesquisa e inovação. Temos muito a crescer com este produto”, explicou Bacil, ressaltando que enzimas da folha da erva-mate propiciam a produção de cosméticos, como sabonetes e shampoos, além de queijos, bolos, doces e sorvetes.

Produção Paraná

O Paraná tem a primeira indicação geográfica do produto no Brasil e responde pela produção de 86,4% da produção da erva-mate extrativa do país, concentrando 18 dos 20 principais municípios produtores brasileiros. Oito deles, da região Sul paranaense, são responsáveis por 56,59% da produção total do estado, com 197 mil toneladas por ano. “É uma planta que carece do respaldo do Poder Público para a geração de renda, ou complemento dela nas pequenas propriedades rurais”, reafirmou Emerson Bacil.

Para Adão Brudnicki Staniszewski, produtor de erva-mate e proprietário de ervateira, as principais dificuldades são os impostos e as licenças ambientais. “Temos problemas com a substituição tributária quando negociamos com o Rio Grande do Sul, ou o Mato Grosso e São Paulo. Acabamos perdendo a concorrência”, explicou. De acordo com ele, que atua na região Sul, “reunir deputados, reitores e pesquisadores é uma alavanca para o crescimento do setor. Nossa região depende muito da erva-mate, um nicho que gera muitos impostos”, acrescentou. 

Os deputados Artagão Junior (PSB), Rodrigo Estacho (PV), Mabel Canto (PSC), Elio Rusch (DEM), Luciana Rafagnin (PT) e Nelson Luersen (PDT) também participaram da reunião. Ainda foram ouvidos: o reitor da Universidade de Maringá (UEM), Julio Cesar Damasceno; Miguel Sanches Neto, reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); Moacir Piffer, vice-reitor da Universidade do Oeste do Paraná (Unioeste); Fabiano Gonçalves Costa, vice-reitor da Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp); e Osmar Ambrósio de Souza, reitor da Universidade Estadual do Centro Oeste (Unicentro). Também o chefe do DERAL da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SEAB), Salatiel Turra.

Com informações da Assessoria de Imprensa

https://d.arede.info/ponta-grossa/264863/cescage-incentiva-a-pesquisa-sobre-erva-mate

Em fluxo contínuo, estão abertas as inscrições para quem queira participar do projeto de ensino “Montagem e Configuração de Drones”, da Universidade Estadual de Maringá (UEM). É totalmente gratuito e as atividades ocorrerão no câmpus sede da UEM, em Maringá (PR). Os participantes podem ter ou não vínculo com a UEM. Também não é necessário ter drone próprio nem nenhum equipamento específico.

De acordo com Alexandre Marconi de Souza da Costa, coordenador do projeto e docente do Departamento de Engenharia Mecânica (DEM) da UEM, os interessados precisam enviar e-mail a ele: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Posteriormente, ele responderá com instruções de como efetivar a inscrição gratuitamente, bem como prestará informações sobre datas e locais.

Costa explica que o projeto “oferece uma introdução abrangente nas metodologias de montagem e configuração de um veículo aéreo não tripulado do tipo multirotor”, popularmente conhecido como drone. “Na atualidade, a tecnologia de drones possui grande aplicabilidade em diversos setores, como: inspeções industriais, topografia e mapeamento, audiovisual, agricultura, mineração, energia solar, energia eólica, inspeções ambientais e redes de distribuição de energia, entre outros”, exemplifica o doutor em Engenharia Mecânica.

fonte: asc/uem

https://www.ofatomaringa.com.br/blog/ler?link=uem-oferece-curso-gratuito-de-montagem-e-configuracao-de-drones-

24/06/2019 21:35 em Notícias de Maringá

A Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Sasc) e Diretoria de Programa Sobre Drogas iniciaram no sábado, 22, blitze educativas, palestras, abordagens e apresentações teatrais sobre o uso de álcool e outras drogas, promovendo a mobilização da população referente ao assunto. As ações, referentes à Semana Nacional de Combate e Enfrentamento às Drogas, seguem até sexta, 28. 

Nesta segunda, 24, a abordagem foi realizada na Agência do Trabalhador, onde acadêmicos de psicologia da Unifamma apresentaram uma peça teatral, demonstrando a importância da prevenção ao uso de drogas. ′′É de fundamental importância a realização desses projetos aqui, pois às vezes chegam pessoas aqui precisando de informações e nós não conseguimos ajudar′′, afirma a Diretora da Agência do Trabalhador, Clarice Sobczack Chimirri. 

Segundo o diretor do Programa sobre Drogas, Paulo Gustavo, depois que a pessoa faz o uso excessivo de álcool e drogas, é mais difícil realizar a intervenção. Com isso, os resultados são mais positivos quando a abordagem dos agentes são realizadas antes do contato do indivíduo com as drogas. ′′A prevenção é mais barata e eficiente, causando menos danos e menos transtornos. O mais importante da política sobre drogas, é a prevenção′′, afirma. 

Confira no anexo a programação completa da Semana Nacional de Combate e Enfrentamento às Drogas. 

Grupo de Apoio 

A Sasc em parceria com a Universidade Estadual de Maringá (UEM), promovem grupos de apoio para aqueles que desejam parar de fumar. Os encontros são realizados semanalmente com a supervisão de agentes da Sasc e professores da UEM. Os interessados podem entrar em contato com a Sasc e se inscrever. As inscrições são gratuitas e abertas ao público. 

(Foto: Renan Mozer / PMM)

https://radiomaringa.com.br/noticia/501498/prefeitura-de-maringa-realiza-abordagens-educativas-de-combate-as-drogas

Em coletiva no último feriado, o governador disse que não daria reajuste.

Desde o início de maio o governador Ratinho Júnior (PSD) tem tentado, sem sucesso, acordo com entidades sindicais que representam os servidores públicos do Paraná. Hoje (24) foi confirmada uma greve geral por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (25). Os servidores reivindicam o congelamento dos vencimentos desde 2015, e pedem um aumento mínimo de 4,94%. O Governo alega não ter dinheiro para a reposição.

Em entrevista coletiva na última quinta-feira (20), em Londrina, Ratinho Júnior falou do impasse com os servidores. Segundo o governador, ele e sua equipe estão fazendo esforços, cortando mordomias, para que consigam dar o reajuste, mas apenas em alguns meses. “Como político, eu queria fazer média com o servidor. Agora, como governador, tenho que ter responsabilidade, e não posso fazer isso”, disse Ratinho.

Ainda na coletiva, Ratinho explicou que o reajuste exigido, daria um impacto no orçamente de quase R$ 1 bilhão. “Nós temos que dar graças a Deus que o Paraná está pagando o salário em dia. Nós estamos trabalhando para o décimo terceiro estar na conta no início de dezembro”, falou.

Devem aderir a paralisação, professores da educação básica, a Universidade Estadual de Maringá (UEM) e servidores da agricultura e meio ambiente. Ao longo da semana, outras categorias também devem entrar em greve, como as Universidades Estaduais de Londrina e Ponta Grossa, setores da saúde e policiais.

https://24horas.com.br/noticias/servidores-do-parana-entram-em-greve-a-partir-desta-terca-feira-25/

Mais Artigos...