Sidebar

12
Qua, Dez

Blogs e outros sites
Tools

Eles atingiram o Conceito 5; a maioria dos 44 cursos avaliados ficou com o conceito 4, que representa um desempenho muito bom

O Conceito Enade foi calculado com base no desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes 2017

Sete cursos de graduação da Universidade Estadual de Maringá (UEM) avaliados pelo Ministério da Educação conquistaram o conceito máximo 5 no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), de acordo com dados divulgados, nesta terça-feira (9), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão ligado ao MEC.

Os cursos com a nota máxima foram Arquitetura e Urbanismo, Artes Visuais, Ciências da Computação, Ciências Sociais (licenciatura), Engenharia Civil, Engenharia de Produção - Agroindústria, e Letras/Inglês. Na avaliação do ano passado, com base nas provas de 2016, dois cursos da UEM atingiram a nota 5: Biomedicina e Odontologia. É preciso ressaltar, porém, que a cada ano a avaliação do Inep atinge áreas distintas.

Vale ressaltar, ainda, que a somatória de 44 cursos inclui as ênfases de cada graduação, a modalidade (presencial e a distância) e a categoria bacharelado ou licenciatura. O Conceito Enade foi calculado com base no desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2017.

É feito por estudantes ao final dos cursos de graduação para avaliar conhecimentos, competências e habilidades desenvolvidas ao longo do curso. O Enade é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e é composto por uma prova para avaliação individual de desempenho do estudante e um Questionário do Estudante.

Até o final do ano o Inep deve divulgar o Conceito Preliminar do Curso (CPC), que envolve a avaliação de cada curso da instituição. Por fim, será divulgada a nota do Índice Geral de Cursos (IGC), relativa à avaliação da Universidade, e que é resultante dos Conceito Enade e do CPC, além de outros fatores. Atualmente, a UEM está com o IGC 4.

Para o reitor eleito, Julio Damaaceno, o desempenho dos cursos da UEM é o resultado de muito esforço coletivo e investimento. "Temos um ambiente que favorece a formação de excelência. A UEM possui um quadro de servidores, técnicos e docentes, que se qualificam constantemente e que, na maior parte das vezes, se dedicam integralmente à Universidade".

Ainda segundo Damasceno, a UEM capta muitos recursos dos organismos federais, internacionais e privados e investe em infra-estrutura e laboratórios. "Outro fator é a formação dos nossos alunos, que vai além do ambiente das salas de aula e do ambiente acadêmico. Ou seja, qualidade do nosso quadro de servidores, o investimento e a integração com a sociedade, esse conjunto de fatores levam a uma formação de excelência validada pela nota do Enade e outros rankings nacionais e internacionais", conclui.

Fonte: ASC/UEM

https://umuarama.portaldacidade.com/noticias/educacao/sete-cursos-de-graduacao-da-uem-tem-nota-maxima-no-enade