Blogs e outros sites
Tools
27/03/2020 00:20 em Notícias de Maringá

A partir do momento em que o isolamento social iniciou e os pesquisadores passaram a trabalhar em suas residências, começou também a circular uma rede de informações técnicas e científicas. Vendo a necessidade de organização desses dados, diante do grande volume e velocidade de informações científicas publicadas e falta de tempo dos profissionais de hospitais acompanharem, docentes da Pró-reitoria de Extensão e Cultura (PEC), da Pró-reitoria de Pós-Graduação (PPG), dos Programas de Pós-Graduação em Biociências e Fisiopatologia (PBF) e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, criaram o Grupo de Estudo de Evidências Científicas em COVID-19, que começaram a desenvolver métodos de trabalho para manter um fluxo de informações confiáveis para o corpo técnico do comitê de acompanhamento e controle do coronavírus, instituído pela reitoria da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

“Atualmente o grupo de estudos conta com 21 pesquisadores de forma direta, além de outros que apoiam os envolvidos, sendo que a maioria são professores ou egressos da UEM” explica a coordenadora, Débora de Mello Gonçales Sant´Ana.

O grupo foi formado com a coordenação das farmacêuticas, mestres e doutoras com experiência em pesquisa e divulgação da ciência, Débora de Mello Gonçales Sant´Ana, Jacqueline Nelisis Zanoni, Juliana Vanessa Colombo Marins Perles e Patrícia de Souza Bomfim de Mendonça.

Ativamente, como equipe de pesquisa, estão os pesquisadores Doutores Dennis Armando Bertolini, professor de virologia da UEM e sua equipe de pesquisa do Laboratório de Virologia Clínica; Heber Amilcar Martins, farmacêutico e egresso da UEM; Renata Virginia Fernandes Pereira, farmacêutica egressa da UEM; Sara Raquel Garcia de Souza, bióloga e docente adjunto do Centro de Ciências Médicas e Farmacêuticas (CCMF); Emerson Barili, matemático formado pela UEM e atuante no departamento de Estatística; Simone Cristina Castanho Sabaini de Melo, Pró-reitora de Extensão e Cultura da UENP; Flávia Cristina Vieira Frez, enfermeira obstetra; Vanessa Sarto Soares Bergamasco, médica ginecologista e obstetra graduada pela UEM; Isis Regina Grenier Capoci, farmacêutica generalista (UEM); Vinicius Pickler Amaral, ortopedista e traumatologista formado pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB); Gleison Daion Piovezana Bossolani pelas Faculdades do Vale do Juruena (AJES); e a farmacêutica Érika Kioshima; juntamente com a equipe de alunos pertencentes ao grupo Grupo de Pesquisa em Micologia Médica (Micotec/UEM), que estuda infecções por fungos.

A equipe de divulgação é composta pelo professor doutor Marcílio Hubner de Miranda Neto, enfermeiro atuante no Museu Dinâmico interdisciplinar (Mudi) e integrantes da associação de amigos do Museu; o físico Robson Antônio Leite e Natália Quiarati aluna do curso de Comunicação e Multimeios da UEM.

Clique e acompanhe os artigos que estão sendo publicados pelo Grupo de Estudo de Evidências Científicas em COVID-19, no site da UEM. 

(Foto: Comunicação UEM)

https://radiomaringa.com.br/noticia/677340/uem-tem-grupo-de-estudo-de-evidencias-cientificas-em-covid-19