Sidebar

26
Dom, Mai

Blogs e outros sites
Tools
Foto: ASC UEM

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) foi classificada entre as 351 melhores universidades de acordo com o Emerging Economies University Ranking da revista inglesa Times Higher Education. O resultado foi divulgado nesta terça-feira (15) e apresenta 442 universidades de 43 países.

O ranking inclui apenas instituições em países classificados pela FTSE como “emergentes avançados”, “emergentes secundários” ou “de fronteira”. O Brasil é o país latino-americano mais representado e o terceiro na tabela geral, com 36 instituições.

São utilizados os mesmos 13 indicadores de desempenho do THE World University Rankings para julgar instituições sobre seu ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e perspectivas internacionais, porém com foco nas prioridades de desenvolvimento das economias emergentes.

A China continua sendo a nação mais representada na listagem de 2019, com 72 instituições, acima das 63 do ano passado. A Índia é o segundo país mais representado, com 49 instituições incluídas, acima das 42 de 2018.

O desempenho da Rússia é misto, com 35 instituições incluídas, acima das 27 do ano passado. A África do Sul, membro final do grupo dos BRICS, tem nove instituições, contra oito no ano passado, e mantém sete entre as 200 primeiras.

Em outros lugares, as nações emergentes na Europa geralmente diminuíram, enquanto vários países no Oriente Médio e Norte da África e regiões do Sudeste Asiático avançaram.

https://gmconline.com.br/noticias/cidade/uem-esta-entre-as-principais-universidades-das-economias-emergentes