Sidebar

19
Qui, Jul

Na segunda-feira, 25, iniciou o curso de Capacitação Empresarial, oferecido pelo programa Bom Negócio Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. O curso tem parceria do Núcleo de Educação a Distância da Universidade Estadual de Maringá e também da Prefeitura de Goioerê, através da Secretaria de Indústria, Comércio e Turism.

O curso é oferecido para empresários formais e informais, empreendedores com negócio ou não estabelecido, funcionários públicos, terceiro setor e toda a comunidade em geral.

Estiveram presentes na aula inaugural, o diretor do Campus da UEM, Gilson Croscato e a secretária da Indústria, Comércio e Turismo, Regina Cruz.

A formação acontecerá em cinco módulos que serão ministrados em etapas. A próxima está agendada para acontecer no dia 2 de julho, com o tema Gestão Comercial.

O primeiro modulo está sendo ministrado pela professora da Universidade Estadual de Maringá, Maria

Tereza GabreTardin. Na sequência também farão parte do corpo docente os professores Maylisson Rodrigo Fonseca e Monique Moretti Bonadio.

https://www.gazetaregional.com/noticia/programa-bom-negocio-parana-promove-capacitacao-em-goioere

 

Também há informações sobre a relação candidato/vaga da UEM e 1ª chamada da UECE. Leia as notícias

FGV-SP e PUC-PR divulgam provas e gabaritos do vestibular de inverno

A Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP) e a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) divulgaram as provas e os gabaritos dos seus vestibulares de inverno, que aconteceram nos dias 20 e 27 de maio, respectivamente.

No caso da FGV, os exames preveem o preenchimento de vagas na Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP). Para acessar as informações dos exames, que contaram com questões discursivas e uma redação, é necessário acessar o site da instituição. Os resultados serão publicados em 20 de junho. 

Veja as provas e os gabaritos do vestibular 2018/2 da EAESP/FGV

As provas da PUC-PR, por sua vez, também podem ser vistas junto com os gabaritos através site. De acordo com o calendário da instituição, os resultados da primeira chamada estão previstos para 8 de junho. Candidatos já podem solicitar recursos a partir das informações publicadas no site da universidade.

Veja as provas e os gabaritos do vestibular 2018/2 da PUC-PR

UEM informa a concorrência do vestibular de meio de ano

A Universidade Estadual de Maringá (UEM), no Paraná, publicou a relação candidato/vaga do seu vestibular de inverno. Segundo dados levantados pela instituição, são 15.940 estudantes inscritos para 1.492 vagas. Dentre os cursos, o de Medicina foi o mais concorrido, com um toral de 4.380 candidatos por vaga. 

Veja as informações completas sobre a relação candidato/vaga do vestibular 2018/2 da UEM

De acordo com o calendário da universidade, as provas serão aplicadas entre os dias 22, 23 e 24 de julho. Para mais informações sobre o exame, acesse o site. 

UECE publica primeira chamada do vestibular

Com matrículas entre os dias 30 de maio e 04 de junho, a Universidade Estadual do Ceará (UECE) publicou o resultado da primeira chamada do vestibular 2018. Os estudantes convocados devem, primeiro, preencher as fichas de cadastro, de matrícula e o termo de compromisso pelo site antes de entregar os documentos pessoalmente, que incluem RG, CPF, Certificado de Conclusão do Ensino Médio, Histórico Escolar, Comprovante de Residência e Título de Eleitor. 

Veja os convocados da primeira chamada do vestibular 2018 da UECE

As provas da primeira e da segunda fase do vestibular foram aplicadas entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018, mas somente agora os estudantes foram convocados para matrícula, com aulas a serem iniciadas no segundo semestre. A próxima chamada será feita em 6 de junho.

https://guiadoestudante.abril.com.br/universidades/fgv-sp-e-puc-pr-divulgam-provas-gabaritos-do-vestibular-de-inverno/

Melhor colocada entre as brasileiras é a Universidade de São Paulo (USP), segundo a revista britânica Times Higher Education

Cinco universidades do Rio Grande do Sul estão na lista de melhores dos países emergentes, segundo ranking divulgado nessa quarta-feira (9) pela revista britânica Times Higher Education (THE), referência mundial em avaliar a reputação acadêmica. O levantamento, que analisou 350 instituições de 42 países, é liderado pela China, que tem sete universidades entre as 10 primeiras colocadas. A melhor entre as brasileiras é a Universidade de São Paulo (USP), na 14ª posição.

As cinco instituições do Estado que aparecem na lista são: Pontifícia Universidade Católica (PUCRS), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

Até o ano passado, o levantamento envolvia apenas os países dos Brics (Brasil, Índia, China e África do Sul) e agora foi rebatizado para avaliar as instituições das nações "emergentes". Além da China, destacam-se entre as 10 melhores universidades da Rússia, África do Sul e Taiwan.

O diretor editorial do ranking, Phil Baty, afirmou que o Brasil se manteve entre as nações com maior presença de universidades no ranking – está em terceiro lugar, atrás da China e Índia. No entanto, ele citou o exemplo da USP para ressaltar a perda de posições das universidades brasileiras. A instituição de São Paulo caiu de 13ª para 14ª no levantamento.

— Quase todas as instituições classificadas perderam posições, em grande parte devido à turbulência econômica e política no país.

O ranking leva em conta 13 indicadores para classificar as universidades, entre eles o ambiente de ensino, a internacionalização, a inovação, o número de pesquisas e o volume investido nos estudos e as citações, ou seja, a influência das pesquisas.

A pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da PUCRS (Propesq), Carla Bonan, comemorou o desempenho da universidade, melhor colocada entre as gaúchas.  

"Estes resultados expressam o compromisso da Universidade com o desenvolvimento de pesquisa com qualidade e reconhecimento internacional e com a transferência deste conhecimento para sociedade", comentou.

A vice-secretária de Avaliação Institucional da UFRGS, Ana Karin, disse que a universidade "recebe os resultados como importantes indicadores da atividade acadêmica e da nossa interação com a sociedade". Ela pondera que o ranking tem uma interpretação muito particular quanto a alguns indicadores, entre os quais a relação universidade e indústria, e salienta que "grande parte da pesquisa e da extensão que a UFRGS faz está voltada para sociedade como um todo e não para setores específicos."

10 melhores dos países emergentes

1) Peking University - China

2) Tsinghua University - China

3) Lomonosov Moscow State University - Rússia

4) Fudan University - China

5) University of Science and Technology of China - China

6) Zhejiang University - China

7) Shanghai Jiao Tong University - China

8) Nanjing University - China

9) University of Cape Town – África do Sul

10) National Taiwan University – Taiwan

Brasileiras

14) Universidade de São Paulo (USP)

33) Universidade de Campinas (Unicamp)

61) Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

92) Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

98) Universidade Federal de Itajubá (Unifei)

131) Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

150) Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

153) Universidade Federal do ABC (UFABC)

162) Universidade Estadual Paulista (Unesp)

191) Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

201-250) Universidade de Brasília (UnB)*

201-250) Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

201-250) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

201-250) Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

251-300) Universidade Federal do Ceará (UFC)

251-300) Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

251-300) Universidade Federal de Viçosa (UFV)

251-300) Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)

251-300) Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

301-350) Universidade Federal de Goiás (UFG)

301-350) Universidade Federal de Lavras (UFL)

301-350) Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop)

301-350) Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

301-350) Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

301-350) Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

301-350) Universidade Federal Fluminense (UFF)

301-350) Universidade Estadual de Londrina (UEL)

301-350) Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj)

301-350) Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)

351+ - Universidade Federal do Paraná (UFPR)

351+) Universidade Estadual de Maringá (UEM)

 351+) Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)

* A partir da posição 200, não é divulgada uma posição exata das universidades, e sim em faixas.

https://gauchazh.clicrbs.com.br/educacao-e-emprego/noticia/2018/05/ranking-de-universidades-de-paises-emergentes-tem-cinco-instituicoes-do-rs-cjh0litu0074t01qo5egtdkt3.html

Os interessados devem realizar as inscrições no Protocolo Geral da universidade.

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) abre no dia 27 de abril de 2018 o período de inscrição para o Processo Seletivo com vagas de Docentes.

Provavelmente entre os dias 04 a 08 de junho de 2018 os concorrentes serão avaliados por meio de Provas Escritas, Didáticas e Avaliação do Currículo.

Há oportunidades para profissionais das seguintes áreas: Anatomia Animal (1); Doenças e Produção de Não - Ruminantes (1); Serviço Social (2); Educação Musical, Violão e Matérias Teóricas (1); Micologia Médica e Ambiental (1); Farmacologia (1); Hidráulica e Hidrologia (1); Higiene e Microbiologia de Alimentos (1); Apresentação Gráfica e Digital em Arquitetura (1) e Projeto Arquitetônico (1).

Os interessados devem ter, no mínimo, Graduação para se inscrever, como mostra o edital de abertura disponibilizado na íntegra em nosso site. A validade desta seleção é de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

As inscrições ocorrem até o dia 14 de maio de 2018, no horário das 7h40 às 11h e das 13h30 às 16h30 no Protocolo Geral da referida universidade, com sede na Avenida Colombo, nº 5.790, Zona Sete Maringá. Há taxa de participação no valor de R$ 147,07.

Também serão aceitas inscrições via postal. Neste caso, os documentos devem ser encaminhados no mesmo horário e endereço citado acima.

Os 11 profissionais contratados devem exercer as funções em jornada de 20 horas semanais nos campi de Maringá, Umuarama, e Ivaiporã com salário de R$ 1.622,91 a R$ 4.104,28, de acordo com a titulação.

https://www.pciconcursos.com.br/noticias/uem-pr-vai-contratar-11-professores-por-meio-de-processo-seletivo

Mais Artigos...