Sidebar

18
Sex, Jan

Foto: ASC UEM

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) foi classificada entre as 351 melhores universidades de acordo com o Emerging Economies University Ranking da revista inglesa Times Higher Education. O resultado foi divulgado nesta terça-feira (15) e apresenta 442 universidades de 43 países.

O ranking inclui apenas instituições em países classificados pela FTSE como “emergentes avançados”, “emergentes secundários” ou “de fronteira”. O Brasil é o país latino-americano mais representado e o terceiro na tabela geral, com 36 instituições.

São utilizados os mesmos 13 indicadores de desempenho do THE World University Rankings para julgar instituições sobre seu ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e perspectivas internacionais, porém com foco nas prioridades de desenvolvimento das economias emergentes.

A China continua sendo a nação mais representada na listagem de 2019, com 72 instituições, acima das 63 do ano passado. A Índia é o segundo país mais representado, com 49 instituições incluídas, acima das 42 de 2018.

O desempenho da Rússia é misto, com 35 instituições incluídas, acima das 27 do ano passado. A África do Sul, membro final do grupo dos BRICS, tem nove instituições, contra oito no ano passado, e mantém sete entre as 200 primeiras.

Em outros lugares, as nações emergentes na Europa geralmente diminuíram, enquanto vários países no Oriente Médio e Norte da África e regiões do Sudeste Asiático avançaram.

https://gmconline.com.br/noticias/cidade/uem-esta-entre-as-principais-universidades-das-economias-emergentes

A Universidade Estadual de Maringá (UEM), no Paraná, divulgou na última sexta-feira (9), os locais de provas do Vestibular de Verão 2018. Confira o ensalamento.

As provas serão aplicadas nos dias 9, 10 e 11 de dezembro, das 8h50 às 13h. Os participantes deverão apresentar nos dias dos exames um documento de identificação oficial com foto, comprovante de inscrição e caneta de tinta azul fabricada com material transparente.

Nesta edição, a UEM registrou 12.769 inscrições. Os cursos mais disputados em ampla concorrência são Medicina, Arquitetura e Urbanismo e Odontologia, respectivamente. Os cursos mais concorridos pelo sistema de cotas são Medicina, Educação Física e Medicina Veterinária, respectivamente.

A Universidade está oferecendo 1.518 vagas para cursos de graduação, distribuídos nos Câmpus de Cianorte, Cidade Gaúcha, Goioerê, Ivaiporã, Maringá e Umuarama.

O resultado será informado em 30 de janeiro de 2019. Para mais informações acesse a página do Vestibular UEM.

https://www.infoescola.com/noticias/uem-libera-locais-de-provas-do-vestibular-de-verao-2018/

Toledo - Acadêmicos do curso de Educação Física da Universidade Paranaense, Unidade de Toledo, participaram de dois eventos de nível internacional: 5º Congresso Internacional do Centro de Ciências da Saúde e 3º Congresso Internacional de Tratamento da Obesidade. Ambos foram realizados no início do mês, na UEM (Universidade Estadual de Maringá).

Além do Brasil, também participaram pesquisadores e profissionais de diferentes áreas da saúde do Canadá. Na ocasião, o grupo de dez estudantes da Unipar, que estava acompanhado da professora Regina Alves Thom, apresentou trabalhos científicos relacionados aos temas.

https://www.oparana.com.br/noticia/educacao-fisica-apresenta-trabalhos-cientificos

Para estreitar ainda mais o relacionamento com a Universidade Estadual de Maringá (UEM), a Cocamar, em parceria com a instituição, lançou um desafio aos graduandos do curso de Engenharia de Alimentos: desenvolverem uma bebida vegetal a partir de matérias-primas comuns produzidas pelos cooperados da cooperativa. 

Apresentação - Com o sugestivo nome de Direto do Campus, a iniciativa empolgou os universitários, que tiveram o prazo de até o dia 28 de setembro para inscreverem suas ideias. A apresentação mais detalhada dos projetos selecionados aconteceu na manhã desta segunda-feira (15) no auditório Cocamar, a uma banca multidisciplinar da cooperativa. 

Produtos diferenciados - Ao fazer sua saudação aos participantes, o superintendente administrativo e financeiro da Cocamar, Alair Zago, agradeceu o interesse demonstrado pelos acadêmicos e destacou a expectativa de que surjam, com essa realização, produtos diferenciados e inovadores. “Queremos ideias diferentes para atender aos consumidores, que estão sempre em busca de novidades”. 

Etapa conclusiva - Para desenvolver suas ideias, as equipes formadas pelos alunos receberam uma caixa com os ingredientes em que pelo menos um deles deveria ser utilizado como base para o novo produto – que poderia ser uma bebida vegetal, um néctar ou um fermentado não alcoólico. Por fim, na etapa conclusiva, ainda em data a ser agendada, os escolhidos devem demonstrar o produto pronto, incluindo sugestão de embalagem, tabela nutricional, apelos, lista de ingredientes e tudo mais o que uma embalagem de alimentos requer.

Premiação - A equipe classificada em primeiro lugar – formada no máximo por três alunos – terá direito a um mês de estágio na cooperativa e a um curso em Lean Six Sigma com certificação de horas.

Participar - Quando souberam do desafio, as alunas Josiane Meireles, Elisa Guedes e Amanda Assakawa, trataram logo de se reunir e idealizar um produto, que acabou sendo uma bebida refrescante e ao mesmo tempo um complemento nutricional, com aveia, abacaxi e cítricos. “É uma linha inovadora”, explica Josiana, filha de agricultores que residem em Marialva. 

Saudáveis - Uma outra equipe, formado por Rodrigo Nacano, Leonardo Augusto dos Santos e Gabriel Sarache apresentou uma bebida que mistura mandioca e café, direcionado à linha lifity. Segundo Rodrigo, pesquisa recente revela que há pelo menos 2,3 milhões de paranaenses adotando práticas e alimentos mais saudáveis. “Nosso produto é uma opção para essa demanda”, observou. (Imprensa Cocamar)

http://www.paranacooperativo.coop.br/ppc/index.php/sistema-ocepar/comunicacao/2011-12-07-11-06-29/ultimas-noticias/119789-cocamar-banca-multidisciplinar-examina-projetos-inovadores

Mais Artigos...