Sidebar

25
Dom, Out

Os servidores técnicos das universidades estaduais do Paraná estão cada vez mais próximos de uma greve geral. Na tarde de hoje (18) os funcionários da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) estiveram reunidos com representantes do Sinteoeste (Sindicato dos Servidores Técnicos da Unioeste) para votar a última proposta apresentada pelo governo do Estado.

A maioria dos servidores é contra o posicionamento do governo e entende a posição do Estado como um convite para a greve. Apesar disso, o reitor da Unioeste, Paulo Sérgio Wolff, Cascá, vê as negociações como positivas.

Ao passo em que cumprem agenda de negociações com o governo, os sindicatos definem até a próxima semana a estratégia para a greve que pode ocorrer em agosto. Alguns servidores são favoráveis à deflagração da paralisação em julho. Por outro lado, representantes dos sindicatos acreditam que uma greve durante o período de recesso dos acadêmicos não surtiria efeito frente ao governo.

Os servidores técnicos da Unioeste e da UEL (Universidade Estadual de Londrina) aguardada o resultado das assembléias e a deliberação dos trabalhadores da UEM (Universidade Estadual de Maringá) e da UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa) para discutir as datas da paralisação.

Últimas informações

Os servidores da Unioeste aprovaram o indicativo de greve para a primeira quinzena de agosto, após o recesso acadêmico na instituição. Também foi aprovada uma paralisação geral no dia 29 de junho nos cinco campi da Unioeste. Nesta data, dirigentes de todos os sindicatos que representam os trabalhadores das universidades (Sinteoeste, Sintesu, Sinteemar, Sintespo e Assuel) estarão em Cascavel com o objetivo de preparar o calendário de paralisações nas demais instituições de ensino do Estado. Antes da deflagração da greve – no início de agosto – os servidores técnicos também farão paralisações nos dias 27, 28 e 29 de julho.

http://cgn.uol.com.br/noticia/24621/recesso-academico-pode-adiar-greve-das-universidades-para-agosto 

 

A manifestação ocorreu na tarde de ontem (10) no Centro de Maringá, além de mulheres de todas as idades, homens e crianças também apoiaram o movimento...


(O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

  •  (O Diário)

Cerca de 500 pessoas participaram na tarde de ontem (10) em Maringá, da ‘Primeira Marcha das Vadias’.

O grupo percorreu as ruas do centro da cidade em defesa de várias causas: combate a violência contra mulher, pedindo igualdade de direitos entre homens e mulheres, e ainda direito ao aborto e criação de creches, para as mães que trabalham ou estudam tenham onde deixar seus filhos.

Além de mulheres de todas as idades, homens e crianças também participaram da marcha.

A manifestação, que nasceu no Canadá, já aconteceu em vários países e neste ano foi realizada em várias cidades brasileiras. Em Maringá o movimento foi organizado por um grupo independente formado por alunos e membros da comunidade acadêmica da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

O nome polêmico ‘Vadias’, surgiu após um caso que ocorreu na Universidade de Toronto, no Canadá, quando um policial, em seu depoimento sobre segurança no campus, defendia que para evitar estupros, as mulheres não deveriam se vestir como 'vadias'. Isso gerou revolta, dando início a manifestação.

http://cgn.uol.com.br/noticia/23945/cerca-de-500-pessoas-participam-da-marcha-para-vadias 

 

Looks da 5ª edição do PBC. Fonte: Divulgação/paranabusinesscollection.com.br

Seguindo as tendências do calendário de moda brasileiro, o Paraná Business Collection passa a ter duas edições por ano a partir de 2012. Em junho, serão apresentadas as coleções de verão e, em novembro, as peças de inverno sobem na passarela.

O evento, que já teve cinco edições, consolidou o estado como produtor de moda e um dos principais polos da indústria do vestuário do país, como informou o presidente da FIEP (Federação das Indústrias do Estado do Paraná), Edson Campagnolo. “A expansão do evento, com a realização de duas edições ao ano, alinhadas ao calendário nacional da moda, ampliará ainda mais as possibilidade para que os empresários paranaenses apresentem a qualidade de sua produção aos compradores de todo o Brasil”.

A edição de verão está programada para os dias 26 a 30 de junho. Já a 7º edição, com as coleções de inverno, acontecerá no período de 6 a 10 de novembro. Nessa ocasião, o PBC vai incluir a realização de um Showroom Negócios. Todas as alterações buscam consolidar ainda mais a semana de moda paranaense nos cenários nacional e internacional.

“Acreditamos que esta mudança no formato do Showroom, aliada à realização de duas edições, incentivará a vinda de compradores de todo o Brasil”, ressaltou o diretor-superintendente do Sebrae/PR, Allan Costa. Segundo ele, a prioridade é divulgar a moda produzida no estado, seus estilistas e empresários. “O Paraná Business Collection foi idealizado para mostrar a criatividade e a qualidade da nossa produção têxtil, aproximando a moda paranaense dos canais de comercialização em todo o Brasil e abrindo novas perspectivas de negócios”, complementa.

Preparação para desfile da última edição. Fonte: Divulgação/paranabusinesscollection.com.br

Antes das mudanças no calendário do PBC, foi realizado um estudo envolvendo lojistas e compradores, em que foi identificada a necessidade de duas edições e da antecipação dos desfiles de inverno para novembro. Em seguida, uma reunião entre o Conselho Setorial da Indústria do Vestuário e empresários do setor definiu o planejamento estratégico do novo formato da semana de moda paranaense.

Para o coordenador do Conselho, Marcelo Surek, isso comprova o constante crescimento do PBC, desde a sua criação. “O evento se fortalece ainda mais e se consolida como uma excelente oportunidade para novos contatos, conhecimento e prospecção de clientes”, afirma.

O produtor Paulo Martins, um dos coordenadores do PBC, vai além e explica que o evento favorece a promoção de novos estilistas com uma dupla visibilidade “Por meio da amostra Ideia Moda, designers criativos, que estão dando os primeiros passos no mercado, lançam coleções contando com uma estrutura que somente um evento com a qualidade e o profissionalismo do Paraná Business Collection pode oferecer. Uma oportunidade, sem dúvida, para fomentar o empreendedorismo nesses novos estilistas, ao mesmo tempo em que se proporciona uma troca de experiência entre eles e os mais diversos setores da indústria da confecção”.

Nesse contexto, a jornalista Nereide Michel, que também coordena o PBC, considera que o evento acompanha a evolução da moda paranaense e vem atingindo as metas traçadas em seu lançamento.

O local dos desfiles continuará o mesmo das edições anteriores, no Centro de Convenções da FIEP. Vale ressaltar que o Paraná Business Collection é realizado pela FIEP e pelo Sebrae/PR.

IX Prêmio João Turin

Apresentação de edições anteriores do prêmio.
Fonte: Divulgação/paranabusinesscollection.com.br

É importante destacar que o PBC não abre espaço apenas para os nomes consagrados da moda paranaense. O Prêmio João Turin de Incentivo aos Novos Designers, que faz parte da programação paralela do evento, dá oportunidade também para estudantes do setor, que são previamente selecionados e apresentam suas criações em um desfile temático no último dia de apresentações. Nessa data, é conhecido o grande vencedor.

Idealizado e coordenado por Nereide Michel e Paulo Martins, o prêmio tem como objetivo estimular a pesquisa em temas da cultura estadual, além de incentivar e detectar novos talentos para o mercado da moda. A inspiração dos temas vem dos principais nomes do Paranismo, movimento que buscava criar uma identidade regional às manifestações culturais produzidas no Paraná.

Em 2012, o tema é “Pincéis e Carretéis”, sendo que os participantes tinham que se basear e pintores paranaenses e suas obras. Artistas que não nasceram no estado, mas que imprimiram a cultura local em seus quadro também poderiam servir como ponto de pesquisa.

Os 12 finalistas da 9ª edição do prêmio foram:

  • Bianca Scardazzi Pozzi (curso Design de Moda, Universidade Estadual de Londrina);

  • Bruna Galliano (curso Design de Moda, Universidade Positivo);

  • Danielle C. Lorurro de Macedo (curso Técnico em Design de Moda, TECPUC);

  • Flaviane Aparecida da Silva Martins dos Santos (curso Design de Moda, Universidade Tuiuti do Paraná);

  • Francielle de Camargo Bolsok (curso Design de Moda, Universidade Estadual de Londrina)

  • Kassia Kristine Kamiji (curso Design de Moda, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Apucarana);

  • Luan Gustavo Rodrigues (curso de Moda e Gestão, Senai/PR);

  • Matheus Bouard Galvão (curso Técnico em Estilismo de Confecção Industrial, Senai/PR);

  • Ricardo Luiz Freire de Menezes Jr (curso Técnico em Estilismo de Confecção Industrial, Senai/PR);

  • Rodolfo Schmidt Azevedo (curso Técnico em Design de Moda, TECPUC);

  • Taisa Delazzeri Burtet (curso Design de Moda, Centro Europeu);

  • Vinicius Silvestre Custódio (curso Design de Moda, Universidade Estadual de Maringá, Campus Cianorte).

Looks da última edição do evento. Fonte: Divulgação/paranabusinesscollection.com.br

Para reservar a agenda, confira o line up da sexta edição do evento abaixo e continue acompanhando as novidades do evento. O TodaEla vai cobrir todos os desfiles, apresentando o que rolou na passarela durante o Parana Business Collection.

26.06 – Terça-feira

20h: Jefferson Kulig
21h: Lafort

27.06 – Quarta-feira

19h: Fábio Bartz
20h: All Purpose
21h: Recco

28.06 – Quinta-feira

19h: Lady Louca
20h: Cynthia Fontanella
21h: Docthos

29.06 – Sexta-feira

19h: Francesca Córdova
20h: Camoa Brasil
21h: Sinistra

30.06 – Sábado

19h: Ideia Moda
20h: Ideia Moda
21h: Prêmio João Turin

http://todaela.uol.com.br/desfiles/parana-business-collection-tera-duas-edicoes-a-partir-de-2012 

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) divulgou o desempenho por instituições de ensino que participaram do 6º Exame de Ordem Unificado. Na lista, todas as instituições aprovaram pelo menos um candidato. Veja abaixo:

O 6º Exame de Ordem aprovou 25.912 candidatos. Segundo a OAB, dos 11.154 candidatos que interpuseram um total de 36.229 recursos à prova, 2.203 foram aprovados. Após a análise de todos os recursos, o número final de aprovados foi de 23.709 para 25.912 de um total de 101.936 inscritos em todo o país.

A OAB também publicou, na terça-feira (8), a relação das vinte instituições com maior índice de aprovação proporcional no 6º Exame de Ordem Unificado. Entre as vinte, dezenove são universidades públicas - a única particular da lista é a Escola de Direito da FGV-RJ (Fundação Getulio Vargas do Rio de Janeiro).

Veja a lista das 20 instituições que mais aprovaram

 

Instituições

Campus

Inscritos

Presentes

Aprovados

Aprovação

1

UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora)

Campus Universitário - Cidade Universitária - Juiz De Fora - MG

103

102

88

86,27%

2

UFPB (Universidade Federal da Paraíba)

Praça Presidente João Pessoa - Centro - Joao Pessoa - PB

58

58

49

84,48%

3

UFV (Fundação Universidade Federal de Viçosa)

Departamento de Direito - Campus Universitário - Viçosa - MG

40

40

32

80%

4

UFG (Universidade Federal de Goiás)

Praça Universitária - Praça Universitária - Goiânia - GO

67

64

51

79,69%

5

UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

Av. João Pessoa - Centro - Porto Alegre - RS

59

58

46

79,31%

6

UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte)

Avenida Senador Salgado Filho - Lagoa Nova - Natal - RN

82

80

62

77,50%

7

UFPE (Universidade Federal de Pernambuco)

Avenida Professor Moraes Rego - Cidade Universitária - Recife - PE

72

71

55

77,46%

8

USP (Universidade de São Paulo)

Av. Bandeirantes - Butantã - Ribeirão Preto - SP

22

22

17

77,27%

9

UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais)

Avenida Álvares Cabral - Centro - Belo Horizonte - MG

146

145

111

76,55%

10

FGV - Escola de Direito do Rio de Janeiro

Praia de Botafogo - Botafogo - Rio De Janeiro - RJ

42

39

29

74,36%

11

Ufac (Universidade Federal do Acre)

Br 364 Km 4 - Distrito Industrial - Rio Branco - AC

26

26

19

73,08%

12

USP (Universidade de São Paulo)

Largo De São Francisco - Centro - São Paulo - SP

286

278

203

73,02%

13

UnB (Universidade de Brasília)

Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa Norte - Brasília - DF

41

40

29

72,50%

14

UEM (Universidade Estadual de Maringá)

Avenida Colombo - Zona 07 - Maringá - PR

108

108

77

71,30%

15

UFS (Universidade Federal de Sergipe)

Avenida Marechal Rondon - Jardim Rosa Elze - Sao Cristovão - SE

51

48

34

70,83%

16

Unesp (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho)

Rua Major Claudiano - Franca - SP

98

98

69

70,41%

17

Uern (Universidade do Estado do Rio Grande do Norte)

Avenida Airton Sena - Neópolis - Natal - RN

23

23

16

69,57%

18

UFU (Universidade Federal de Uberlândia)

Avenida João Naves De Ávila - Santa Mônica - Uberlândia - MG

111

110

76

69,09%

19

Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo)

Av. Fernando Ferrari - Goiabeiras - Vitoria - ES

30

29

20

68,97%

20

Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)

Rua São Francisco Xavier - Maracanã - Rio De Janeiro - RJ

105

99

67

67,68%

O primeiro lugar ficou com a UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora), de Minas Gerais. Ao todo, 102 estudantes fizeram a prova por essa instituição e 88 foram aprovados -  um percentual de aprovação de 86,27%.

A prova da segunda fase foi realizada no dia 25 de março. O candidato deveria elaborar uma peça profissional e responder quatro questões discursivas. Era possível consultar, exclusivamente, legislação sem qualquer anotação ou comentário editorial (ressalvadas as simples remissões manuscritas à lei).

Calendário até 2013

A OAB já tem as datas das próximas edições do Exame de Ordem Unificado. As informações vão até 2013, quando acaba a gestão da atual Diretoria da entidade.

Veja no quadro as informações dos próximos exames:

7º EXAME DE ORDEM UNIFICADO

Evento

Data

Publicação do Edital de Abertura

25/4/2012

Período de Inscrição

25/4/2012 a 6/5/2012

Prova Objetiva - 1ª fase

27/5/2012

Prova prático-profissional - 2ª fase

8/7/2012

8º EXAME DE ORDEM UNIFICADO

Evento

Data

Publicação do Edital de Abertura

1/8/2012

Período de Inscrição

1/8/2012 a 17/8/2012

Prova Objetiva - 1ª fase

9/9/2012

Prova prático-profissional - 2ª fase

21/10/2012

9º EXAME DE ORDEM UNIFICADO

Evento

Data

Publicação do Edital de Abertura

12/11/2012

Período de Inscrição

12/11/2012 a 26/11/2012

Prova Objetiva - 1ª fase

16/12/2012

Prova prático-profissional - 2ª fase

24/02/2013

Outras informações podem ser obtidas no edital ou pelos sites da FGV Projetos e da OAB.

http://noticias.bol.uol.com.br/educacao/2012/05/11/confira-o-desempenho-das-instituicoes-de-ensino-no-6-exame-unificado-da-oab.jhtm 

 

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) divulgou nesta terça-feira (8) a relação das vinte instituições com maior índice de aprovação proporcional no 6º Exame de Ordem Unificado. Entre as vinte, dezenove são universidades públicas - a única particular da lista é a Escola de Direito da FGV-RJ (Fundação Getulio Vargas do Rio de Janeiro).

Veja a lista das 20 instituições que mais aprovaram

 

Instituições

Campus

Inscritos

Presentes

Aprovados

Aprovação

1

UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora)

Campus Universitário - Cidade Universitária - Juiz De Fora - MG

103

102

88

86,27%

2

UFPB (Universidade Federal da Paraíba)

Praça Presidente João Pessoa - Centro - Joao Pessoa - PB

58

58

49

84,48%

3

UFV (Fundação Universidade Federal de Viçosa)

Departamento de Direito - Campus Universitário - Viçosa - MG

40

40

32

80%

4

UFG (Universidade Federal de Goiás)

Praça Universitária - Praça Universitária - Goiânia - GO

67

64

51

79,69%

5

UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

Av. João Pessoa - Centro - Porto Alegre - RS

59

58

46

79,31%

6

UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte)

Avenida Senador Salgado Filho - Lagoa Nova - Natal - RN

82

80

62

77,50%

7

UFPE (Universidade Federal de Pernambuco)

Avenida Professor Moraes Rego - Cidade Universitária - Recife - PE

72

71

55

77,46%

8

USP (Universidade de São Paulo)

Av. Bandeirantes - Butantã - Ribeirão Preto - SP

22

22

17

77,27%

9

UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais)

Avenida Álvares Cabral - Centro - Belo Horizonte - MG

146

145

111

76,55%

10

FGV - Escola de Direito do Rio de Janeiro

Praia de Botafogo - Botafogo - Rio De Janeiro - RJ

42

39

29

74,36%

11

Ufac (Universidade Federal do Acre)

Br 364 Km 4 - Distrito Industrial - Rio Branco - AC

26

26

19

73,08%

12

USP (Universidade de São Paulo)

Largo De São Francisco - Centro - São Paulo - SP

286

278

203

73,02%

13

UnB (Universidade de Brasília)

Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa Norte - Brasília - DF

41

40

29

72,50%

14

UEM (Universidade Estadual de Maringá)

Avenida Colombo - Zona 07 - Maringá - PR

108

108

77

71,30%

15

UFS (Universidade Federal de Sergipe)

Avenida Marechal Rondon - Jardim Rosa Elze - Sao Cristovão - SE

51

48

34

70,83%

16

Unesp (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho)

Rua Major Claudiano - Franca - SP

98

98

69

70,41%

17

Uern (Universidade do Estado do Rio Grande do Norte)

Avenida Airton Sena - Neópolis - Natal - RN

23

23

16

69,57%

18

UFU (Universidade Federal de Uberlândia)

Avenida João Naves De Ávila - Santa Mônica - Uberlândia - MG

111

110

76

69,09%

19

Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo)

Av. Fernando Ferrari - Goiabeiras - Vitoria - ES

30

29

20

68,97%

20

Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)

Rua São Francisco Xavier - Maracanã - Rio De Janeiro - RJ

105

99

67

67,68%

O primeiro lugar ficou com a UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora), de Minas Gerais. Ao todo, 102 estudantes fizeram a prova por essa instituição e 88 foram aprovados -  um percentual de aprovação de 86,27%.

O 6º Exame de Ordem aprovou 25.912 candidatos. Segundo a OAB, dos 11.154 candidatos que interpuseram um total de 36.229 recursos à prova, 2.203 foram aprovados. Após a análise de todos os recursos, o número final de aprovados foi de 23.709 para 25.912 de um total de 101.936 inscritos em todo o país.

A prova da segunda fase foi realizada no dia 25 de março. O candidato deveria elaborar uma peça profissional e responder quatro questões discursivas. Era possível consultar, exclusivamente, legislação sem qualquer anotação ou comentário editorial (ressalvadas as simples remissões manuscritas à lei).

Calendário até 2013

A OAB já tem as datas das próximas edições do Exame de Ordem Unificado. As informações vão até 2013, quando acaba a gestão da atual Diretoria da entidade.

Veja no quadro as informações dos próximos exames:

7º EXAME DE ORDEM UNIFICADO

Evento

Data

Publicação do Edital de Abertura

25/4/2012

Período de Inscrição

25/4/2012 a 6/5/2012

Prova Objetiva - 1ª fase

27/5/2012

Prova prático-profissional - 2ª fase

8/7/2012

8º EXAME DE ORDEM UNIFICADO

Evento

Data

Publicação do Edital de Abertura

1/8/2012

Período de Inscrição

1/8/2012 a 17/8/2012

Prova Objetiva - 1ª fase

9/9/2012

Prova prático-profissional - 2ª fase

21/10/2012

9º EXAME DE ORDEM UNIFICADO

Evento

Data

Publicação do Edital de Abertura

12/11/2012

Período de Inscrição

12/11/2012 a 26/11/2012

Prova Objetiva - 1ª fase

16/12/2012

Prova prático-profissional - 2ª fase

24/02/2013

Outras informações podem ser obtidas no edital ou pelos sites da FGV Projetos e da OAB.

http://educacao.uol.com.br/noticias/2012/05/08/veja-a-lista-das-20-instituicoes-que-mais-aprovaram-no-6-exame-da-oab-19-sao-publicas.htm 

 

Mais Artigos...