Sidebar

20
Sex, Set

Ele media cerca de 80 centímetros de altura e 1,5 m de comprimento. Carnívoro, se alimentava de pequenos animais. Bípede, com três dedos no pé, o do meio servia para a locomoção. É o Verspersaurus paranaensis, o primeiro dinossauro encontrado no Paraná - e, até o momento, o único do tipo no Brasil.

Estudos indicam que a espécie viveu há 90 milhões de anos em uma região desértica, no sudoeste brasileiro, durante o período cretáceo. Dezenas de fósseis do animal foram localizados em um sítio, na cidade de Cruzeiro do Oeste (a 530 quilômetros de Curitiba).

A pesquisa foi realiza por meio de parceria entre pesquisadoras de Cruzeiro do Oeste, da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e da Universidade de São Paulo (USP), campus de Ribeirão Preto.

Os resultados dos trabalhos e as informações relativas ao Vespersaurus paranaensis foram divulgados à imprensa nesta quarta-feira, 26, em um evento realizado em Maringá (a 426 quilômetros de Curitiba), sede da UEM. A pesquisa também foi publicada como artigo cientifico na revista internacional Scientific Report nesta quarta.

Um grupo de cerca de 10 pesquisadores, entre alunos e professores nas áreas de história, geologia e paleontologia, realizaram as escavações e análises. Tomografias e simulações digitais indicaram o possível modo de vida do Vespersaurus.

Cruzeiro do Oeste, município do interior do Paraná, já era referência em trabalhos paleontológicos. Por lá, já foram encontrados fosseis de lagarto e pteurossauro em um sítio.

Uma das responsáveis pela descoberta do dinossauro paranaense é a historiadora do laboratório de paleontologia de Cruzeiro do Oeste, Neurides de Oliveira Martins. Ela realizava um estudo em um bloco de arenito retirado de um sítio arqueológico da cidade quando localizou itens até então desconhecidos.

"Comecei a encontrar ossos de pterossauro. No entanto, percebi ossos diferentes. Encontrei material da parte pélvica do indivíduo e comecei a fazer estudos sozinha, no laboratório de paleontologia. Comecei a estudar fóssil por fóssil. Uma vértebra, uma vértebra caudal, até perceber que era um pé de dinossauro. Foi uma surpresa grande, mas, se tratando de Cruzeiro do Oeste, a gente pode encontrar de tudo", disse. Na sequência, especialistas da UEM e da USP foram convidados a trabalhar no material.

Segundo os pesquisadores, um dos diferenciais é que esse fóssil indica que o Vespesaurus paranaensis é o mais completo terópode do Brasil: 40% dos ossos do dinossauro foram localizados. O terópode é um tipo de dinossauro que ficava de pé. O mais conhecido deles é o tiranossauro.

"Com o que temos, sabemos que o Vespersaurus era bípede, vivia em uma região desértica, tinha braços pequenos, vértebras altamente perfuradas, com sacos aéreos, dedo central alongado, com base no qual se locomovia. Os dois dedos laterais tinham forma de lamina que serviam para cortar o que ele capturava", explicou Max Langer, pesquisador da USP-Ribeirão Preto, um dos responsáveis pelo trabalho.

Vespersaurus paranaensis

O nome dado ao animal vem de "vesper" (oeste/noite, em latim), "sauros" ( lagarto, em grego) e paranaenses porque foi encontrado no Paraná.

De acordo com os pesquisadores, essa espécie era um tipo raro, com registros apenas na Argentina e em Madagascar.

Nos anos 1970 foram encontrados os primeiros fósseis de animais que viveram há milhões em Cruzeiro do Oeste. Desde os anos 2010, mais pesquisas têm sido realizadas na cidade. Em 2014, uma trabalhou apresentou fósseis de lagarto e um ptesossauro, espécie que tinha asas, um "primo" dos dinossauros.

O local em que o Vespersaurus foi encontrado é uma área de 400 metros quadrados. Os fósseis estavam em um espaço de 25 metros quadrados. Por esse motivo, pesquisadores estão animados com a oportunidade de localizar novos itens que possam contribuir com as pesquisas paleontológicas.

"O campo está aberto a todos os pesquisadores. Não queremos que fique apenas com um grupo específico", afirmou Neurides de Oliveira Martins.

O Vespersaurus paranaensis é a oitava espécie de terópode encontrada no Brasil.

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2019/06/26/vespersaurus-paranaensis-o-primeiro-dinossauro-encontrado-no-parana.htm?utm_source=dlvr.it&utm_medium=twitter

Mudanças visam aumentar número de candidatos e reduzir os custos de aplicação. Vestibular de Inverno será no dias 14 e 15 de julho.

 

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) anunciou nesta semana mudanças no seu processo seletivo. A partir do Vestibular de Inverno 2019, as provas serão aplicadas em dois dias em vez de três.

Até o Vestibular de Verão 2018, realizado em dezembro do ano passado, os candidatos participavam de três dias de provas, no período da manhã e com quatro horas de duração cada dia.

Como era

1º dia: 40 questões objetivas de conhecimentos gerais

2º dia: 20 questões de Língua Portuguesa, Literatura e Língua Estrangeira e uma Redação

3º dia: 40 questões sobre disciplinas específicas, conforme o curso escolhido 

Agora, as provas serão aplicadas em dois dias, no período da tarde e com duração de até cinco horas.

Como vai ficar

1º dia: 40 questões objetivas de conhecimentos gerais e uma Redação

2º dia: 10 questões objetivas de Língua Portuguesa, 5 de Literatura, 5 de Língua Estrangeira e 30 de Conhecimentos Específicos (15 de cada matéria)

As provas do Vestibular de Inverno 2019 serão realizadas nos dias 14 e 15 de julho. O período de inscrições será de 8 de abril a 8 de maio. Serão oferecidas 1.492 vagas, sendo 287 para cotistas. O programa das provas já foi divulgado.

Objetivo

Segundo a universidade, as mudanças no vestibular visam aumentar o número de candidatos, reduzir custos com a logística de aplicação das provas e se alinhar com outros vestibulares aplicados no País. No ano passado, a Fuvest também diminui os dias de provas.

Ricardo Dias, vice-reitor da UEM, afirmou que o objetivo das mudanças é “estimular que um maior número de concluintes do ensino médio tenham acesso à universidade pública e que os recursos para a realização dos vestibulares sejam melhor empregados”. 

https://vestibular.brasilescola.uol.com.br/noticias/uem-diminui-dias-provas-vestibular/344918.html

Provas foram aplicadas para os alunos dos 1º e 2º anos do ensino médio em 25 de novembro de 2019

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) divulgou as notas das duas primeiras etapas do Processo de Avaliação Seriada (PAS) 2018 nesta segunda-feira, 11 de fevereiro. A pontuação será acumulada para as próximas fases da seleção. 

Confira as notas do 1ª etapa PAS UEM

Veja as notas da 2ª etapa PAS UEM 

As provas do PAS foram aplicadas em 25 de novembro, contando com 26.128 candidatos divididos pelas três etapas do processo seletivo. Os participantes responderam perguntas de conhecimentos gerais correspondentes ao seu ano do ensino médio, além da terceira fase ter também questões de conhecimentos específicos aos cursos escolhidos. 

Terceira Etapa do PAS 

O resultado da terceira etapa do PAS foi divulgado em 30 de janeiro. Os aprovados foram convocados para o preenchimento de 752 vagas nas cidades de Maringá, Umuarama, Cidade Gaúcha, Goioerê, Cianorte e Ivaiporã.

No mesmo dia, a UEM divulgou o resultado do Vestibular de Verão, seleção que foi realizada de 9 a 11 de dezembro e teve oferta de 1.518 vagas. 

Mais informações nos editais e pelo site da UEM.

https://vestibular.brasilescola.uol.com.br/noticias/parana-uem-divulga-notas-duas-primeiras-etapas-pas-2018/344805.html

Concorrentes às mais de 1,5 mil vagas fizeram provas nos últimos dias 9, 10 e 11 em nove cidades paranaenses

A Universidade Estadual de Maringá (UEM), no Paraná, publicou na tarde de hoje, 13 de dezembro, as provas e os gabaritos preliminares do Vestibular de Verão 2018. Acesse:

Provas e gabaritos UEM Verão 2018

Conforme o calendário, a instituição vai receber recursos até as 15h de amanhã (14), mediante preenchimento de formulário disponibilizado neste site e protocolizado no Protocolo Geral da UEM, Bloco A-01, das 7h40 às 11h e das 13h30 às 16h30.

A previsão é que o resultado do processo seletivo seja liberado no dia 30 de janeiro de 2019.

Vestibular 

O vestibular de verão 2018 da UEM foi realizado entre os dias 9 e 11 de dezembro em Apucarana, Campo Mourão, Cianorte, Cidade Gaúcha, Goioerê, Ivaiporã, Maringá, Paranavaí e Umuarama.

Os candidatos produziram uma redação e responderam questões objetivas de conhecimentos gerais e específicos, de acordo com o curso de escolha. 

A oferta é de 1.518 vagas, sendo 20% para cotistas sociais. Os cursos são oferecidos em Maringá, Umuarama, Cidade Gaúcha, Goioerê, Cianorte e Ivaiporã.

Medicina, ministrada em Maringá, é o curso mais procurado, com mais de 159 candidatos por vaga. Em seguida, vêm Arquitetura e Urbanismo e Odontologia, com mais de 29 inscritos por chance.

Para mais informações, acesse o Edital do Vestibular e Edital do PAS.

https://vestibular.mundoeducacao.bol.uol.com.br/noticias/uem-libera-gabaritos-vestibular-verao-2018/338146.html

Seleção teve a presença de mais de 10 mil candidatos. Recursos serão recebidos nesta sexta-feira (14).

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) liberou as provas e gabaritos do Vestibular de Verão 2018 nesta quinta-feira, 13 de dezembro. A seleção foi realizada de domingo (9) até a última terça-feira (11) e contou com a presença de mais de 10 mil candidatos. 

Confira as provas e gabaritos da UEM

Os candidatos terão esta sexta-feira, 14 de dezembro, para entrar com recursos da prova objetiva. O preenchimento do pedido é feito pelo site do Vestibular e a solicitação deve ser protocolada no Protocolo Geral da UEM, das 7h40 às 11h e das 13h30 às 15h. 

Já o reexame da redação só poderá ser solicitado em janeiro, já que a imagem digitalizada e a nota serão divulgados no dia 22 e as solicitações de análise serão recebidas em até 72 horas após a publicação. 

Vestibular

A UEM recebeu 12.769 inscrições, sendo 10.672 para ampla concorrência e 2.097 para cotas. Dos inscritos, 2.088 candidatos não comparecer ao Vestibular, o que resultou em uma abstenção de 16,35%. De acordo com a instituição, o número de faltosos é o menor dos últimos cinco anos.

As provas do Vestibular de Verão da UEM foram realizadas nas cidades de Maringá, Campo Mourão, Umuarama, Cianorte, Cidade Gaúcha, Ivaiporã, Apucarana e Paranavaí, de 9 a 11 de dezembro, às 8h50. A seleção se dividiu da seguinte forma:

1º dia: 40 questões objetivas de conhecimentos gerais

2º dia: 20 questões de Língua Portuguesa, Literatura e Língua Estrangeira e uma Redação

3º dia: 40 questões sobre disciplinas específicas, conforme o curso escolhido

O resultado do Vestibular de Verão da UEM será publicado em 30 de janeiro, a partir das 10h. A universidade oferece 1.518 vagas, das quais 287 são para cotas. As oportunidades são para Maringá, Umuarama, Cidade Gaúcha, Goioerê, Cianorte e Ivaiporã.

Mais informações no Edital e pelo site do Vestibular.

https://vestibular.brasilescola.uol.com.br/noticias/uem-libera-provas-gabaritos-vestibular-verao-2018/344340.html

Mais Artigos...