Folha de Londrina
Tools

Além da UEL, as demais universidades estaduais do Paraná também possuem centrais de relações internacionais ou programas de intercâmbio, que possibilitam o ingresso de alunos estrangeiros, através de convênios firmados com países da Europa e da América Latina.

Segundo dados da Universidade Estadual de Maringá (UEM), o número de alunos intercambistas soma 25 na graduação, 25 na pós-graduação e 10 visitantes ocupando cargos de professores e pesquisadores.

Na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), dois alunos estrangeiros se formaram neste ano. Um em Administração e outro no curso de Turismo e Hotelaria. Segundo João Márcio Duran Inglez, da Divisão de Programas Especiais (Dipres) da UEPG, atualmente a instituição possui 16 intercambistas matriculados. Já na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), campus em Guarapuava, são apenas três alunos, enquanto na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Campus Cascavel, são 24. (M.O.)