Sidebar

26
Qui, Nov

Centenas de santinhos amanheceram espalhados na entrada do maior colégio eleitoral de Maringá e segundo do Paraná, a Universidade Estadual de Maringá (UEM) neste domingo (7) de eleições.

Os folhetos de diversos candidatos estavam jogados nos gramados, calçadas e ruas. Propagandas em vias e logradouros públicos são ilegais e a pessoa responsável poderá pagar uma multa entre R$ 2 mil e R$ 8 mil.

Lei

A veiculação de propaganda eleitoral por meio impresso só era permitida até as 22 horas de sábado (6). Mesmo assim, vias públicas foram sujas de santinhos durante a madrugada em Maringá.

No dia da eleição, divulgar qualquer propaganda de partidos ou candidatos é crime e a pena é de detenção de seis meses a um ano e pagamento de multas que podem variar entre R$ 2 mil e R$ 15,9 mil.

Prefeitura faz mutirão para limpar cidade da “chuva de santinhos”

A Prefeitura de Maringá informou que iria disponibilizar 500 servidores para trabalharem neste domingo (7). Boa parte deles deve atuar para manter a cidade limpa de propaganda eleitoral irregular. A medida atende a uma solicitação do Fórum Eleitoral.

O serviço de limpeza deverá seguir até as 18 horas deste domingo (7), quando quatro equipes do setor de varrição da Secretaria de Serviços Públicos ficarão à disposição para recolher todo o material de divulgação de campanha.

Neste período, a Guarda Municipal ficará responsável por fiscalizar a atuação de pessoas que possam jogar “santinhos” próximos aos locais de votação. Responsáveis por propaganda irregular e por sujar as vias públicas poderão responder por crime eleitoral.

http://www.gazetadopovo.com.br/eleicoes/conteudo.phtml?tl=1&id=1305011&tit=UEM-amanhece-com-santinhos-espalhados-em-gramados-calcadas-e-ruas 

 

O novo Código Florestal, publicado há quatro meses e aprovado pelo Senado na semana passada, será tema de curso, entre os dias 26 e 28 deste mês, organizado pela Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná (Fupef), entidade ligada à Universidade Federal do Paraná (UFPR). O objetivo do evento é transferir, comentar e repassar as mudanças na legislação aos profissionais envolvidos com as atividades agrosilvopastoris. São 35 vagas e o custo varia de R$ 200 para estudantes até R$ 500 para profissionais.

Inscrições: (41) 3360-4222 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 /  

Evento discute produção de leite em Maringá

A cidade de Maringá será sede, de quinta a sábado, da 5ª Sul Leite, simpósio sobre Sustentabilidade da Pecuária Leiteira da Região Sul do Brasil. O tema desta edição é “Sistemas de produção leiteira de base familiar como forma de fixação do homem no campo”. Durante os três dias de evento na Universidade Estadual de Maringá (UEM), serão discutidas técnicas, tecnologias e pontos de vista em relação à cadeia leiteira. O simpósio é voltado para professores, técnicos e estudantes envolvidos com pesquisas para o desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva do leite.

Mais informações: www.nupel.uem.br/sulleite ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Holandês ministra curso de casqueamento em Arapoti

As técnicas de casqueamento que proporcionam bem-estar animal e a influência da nutrição dos animais para a sanidade dos cascos estarão em discussão em Arapoti, nos dias 16 e 17 deste mês. O holandês Fokko Tolsma, um dos maiores especialistas mundiais no assunto e com 40 anos de experiência, irá ministrar o treinamento que aborda temas como manejo de casco, manejo nutricional para vacas leiteiras e manejo nutricional de animais jovens, por meio de abordagem teórico-prática. A aula teórica será ministrada na Cooperativa Capal, enquanto a prática será realizada na fazenda do criador Jan Willem Salomons. O valor do curso é R$ 500.

Inscrições: www.crvlagoa.com.br, pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (16) 2105-2218.

http://www.gazetadopovo.com.br/agronegocio/conteudo.phtml?id=1303084 

 

Quatro instituições de ensino de Maringá aparecem entre os dez maiores locais de votação do estado. Foi o que apontou o levantamento divulgado nesta segunda-feira (1º) pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). Os dados mostram que o campus da Universidade Estadual de Maringá (UEM), na Zona 7, é o segundo maior local de votação, com 10,3 mil eleitores.

A UEM (que corresponde a área da 192ª Zona Eleitoral) fica atrás somente do Colégio Anglo Americano, de Foz do Iguaçu, onde 11,5 mil pessoas estão aptas a votar. Além da UEM, aparecem no “top 10” estadual as maringaenses: Escola Estadual Unidade Polo (no Jardim Alvorada), com 9,5 mil eleitores; o Colégio Estadual Branca da Mota Fernandes (na Zona 23) com 8,6 mil; e a Escola Estadual Doutor Rodrigues Alves (no Parque Industrial) com 8,5 mil votantes.

Juntos, os quatro locais esperam receber 37,1 mil eleitores, o que responde por 14,4% do total de pessoas que tem Maringá como domicílio eleitoral. Para este ano, o Município conta com 256,9 mil votantes registrados.

Os dez maiores locais de votação do Paraná

1) Colégio Anglo Americano (de Foz do Iguaçu) – 11.594 eleitores

2) Universidade Estadual de Maringá - 10.356 eleitores

3) Colégio Estadual Olavo Bilac (de Cambé) – 10.353 eleitores

4) Escola Estadual Unidade Polo (de Maringá) – 9.576 eleitores

5) Colégio Vicente Rijo (de Londrina) – 8.794 eleitores

6) Colégio Estadual Branca da Mota Fernandes (de Maringá) – 8.685 eleitores

7) Colégio Estadual Tiradentes (de São José dos Pinhais) – 8.660 eleitores

8) Escola Estadual Doutor Rodrigues Alves (de Maringá) – 8.529 eleitores

9) Colégio Estadual Nilo Cairo, (de Apucarana) – 8.205 eleitores

10) Colégio Maxi (de Londrina) – 8.175 eleitores

Fonte: Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR)

Região

Entre os locais que devem receber grande quantidade de eleitores no próximo domingo (7), também aparecem outros colégios estaduais da região Noroeste, como o Duque de Caxias, de Maringá (7,9 mil); Cianorte, de Cianorte com 7,7 mil; Olavo Bilac, de Sarandi (7,7 mil); Santos Dumont, de Paranacity (7,7 mil); Itacelina Bittencourt, de Cianorte (7,4 mi)l; e Jardim Independência , de Sarandi (7,1 mil).

Cada local de votação conta com várias seções eleitorais. De acordo com o TRE-PR, cada seção corresponde a uma urna eletrônica, tendo um número padrão de 400 eleitores no máximo.

http://www.gazetadopovo.com.br/eleicoes/conteudo.phtml?id=1303055&tit=Quatro-entre-os-dez-maiores-locais-de-votacao-do-estado-estao-em-Maringa 

 

O prazo para as inscrições do Vestibular de Verão 2012 e do Processo de Avaliação Seriada (PAS) da Universidade Estadual de Maringá (UEM) termina nesta segunda-feira (17). O pagamento e o envio da documentação de ambos os concursos pode ser feito até quarta-feira (19).

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet nas páginas do vestibular e do PAS.

Candidatos que não dispõem de computador ou de acesso à internet podem ir até a Central de Inscrições (anexa ao Bloco 28 no campus-sede), onde serão disponibilizados gratuitamente computadores e impressora. O local atende das 10 horas às 18 horas.

Em 11 de outubro, será publicada no site do vestibular a relação das inscrições não homologadas. A partir de 19 de novembro, o candidato deverá consultar o local de provas na internet, acessando o Menu do Candidato.

A UEM salienta que não enviará correspondência aos candidatos informando o local de provas.

Testes serão realizados em nove cidades

As provas do vestibular serão realizadas de 9 a 11 de dezembro, das 8h50 às 13 horas, em Apucarana, Campo Mourão, Cianorte, Cidade Gaúcha, Goioerê, Ivaiporã, Maringá, Paranavaí e Umuarama. O resultado do concurso será divulgado às 10 horas de 4 de janeiro de 2013, no site do vestibular.

A matrícula dos candidatos aprovados será realizada de 5 a 7 de janeiro de 2013, exclusivamente pela internet, no site do Diretório de Assuntos Acadêmicos (DAA). O início das aulas será em fevereiro de 2013.

PAS

Além de Maringá, outras 15 cidades do Paraná irão realizar as provas do PAS em 18 de novembro: Apucarana, Campo Mourão, Cianorte, Cidade Gaúcha, Curitiba, Diamante do Norte, Goioerê, Ivaiporã, Loanda, Londrina, Paiçandu, Paranavaí, Pitanga, Sarandi e Umuarama.

Para os alunos da terceira etapa que concorrem ao curso de Música, haverá prova de habilidade específica, de acordo com a Comissão Central do Vestibular Unificado (CVU).

O resultado também será divulgado em 4 de janeiro. Os aprovados deverão efetuar a matrícula de 5 a 7 de janeiro.

http://www.gazetadopovo.com.br/vida-universidade/vestibular/conteudo.phtml?id=1298143&tit=Inscricoes-para-vestibular-da-UEM-terminam-nesta-segunda-feira 

 

Apesar da greve deflagrada na terça-feira (11) pelos servidores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), o Hospital Universitário (HU) vai manter quase todas as atividades nesta quarta-feira (12) – a clínica odontológica é a única que ficará fechada. A informação foi confirmada pelo próprio hospital.

A primeira decisão do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Maringá (Sinteemar) era de manter contingente de servidores mínimo ao longo da greve, com 30% dos funcionários e 50% das atividades. No entanto, na terça-feira (11), uma assembleia definiu pela manutenção da maioria dos serviços.

A diretora de organização do Sinteemar e enfermeira do HU, Luciene Bueno, afirmou, no entanto, que a decisão vale apenas para esta quarta-feira (12). Segundo ela, alguns servidores do ambulatório devem parar na quinta-feira (13).

“Isso [a adesão á greve] pode aumentar gradativamente na medida em que outras pessoas [servidores do HU] façam parte da greve”, disse.

Reivindicações

A principal reivindicação dos funcionários é um novo Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) e a realização de concursos para novas contratações. “Queremos ser atendidos e tratados como os professores. Queremos a mesma atenção para resolver os nossos problemas”, defendeu o secretário do Sinteemar, Almir Carvalho de Oliveira.

De acordo com ele, a falta de funcionários sobrecarrega os servidores atuais, afetando, também, a qualidade dos serviços prestados. Para ele, o governo estadual prometeu discutir as reivindicações dos servidores no mesmo projeto de lei que atendeu às solicitações dos docentes das universidades estaduais, no final de agosto. “Eles já voltaram atrás algumas vezes. Marcam conversa com nossos representantes estaduais e desmarcam.”

http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1296465&tit=Apesar-da-greve-da-UEM-HU-mantem-maioria-dos-servicos-nesta-quarta-feira 

 

Mais Artigos...