Gazeta do Povo
Tools

O Brasil tem 28 universidades entre as 100 melhores da América Latina segundo o ranking divulgado nesta terça-feira (28) pela QS Quacquarelli Symonds Limited, organização britânica especializada na avaliação de universidades. A Universidade de São Paulo (USP) manteve a liderança e aparece como melhor instituição de ensino superior do continente. Três paranaenses também se destacam na lista. A Universidade Federal do Paraná (UFPR), na 37.ª colocação; a Universidade Estadual de Londrina (UEL), 64.ª; e a Universidade Estadual de Maringá (UEM), na posição 84. Cada uma delas registrou progresso de cinco pontos na classificação de 2012 para 2013.

O reitor da UFPR, Zaki Akel Sobrinho, ainda não teve acesso ao relatório detalhado sobre a instituição, mas supõe que o crescimento se deve, principalmente, à ampliação da pós-graduação e ao aumento do número de doutores na universidade. “Nos últimos quatro anos, criamos 29 novos cursos de mestrado e 12 novos cursos de doutorado”, diz. O reitor também cita o bom aproveitamento do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), o que viabilizou a contratação de 200 novos professores, a maior parte com doutorado.

Para a professora Nádina Moreno, reitora da UEL, a diminuição de professores temporários com o consequente aumento de efetivos foi importante para o avanço. Além disso, há alguns anos a universidade passou a exigir titulação de mestre em concursos públicos, fator que teria impulsionado a produção de artigos acadêmicos.

Top 10

Além da USP, o país tem outras três instituições no top 10. A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aparece na terceira posição, a mesma registrada em 2012. Também não houve mudanças na colocação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a 8.ª melhor em 2012 e 2013. A novidade da lista é a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que aparece no top 10 pela primeira vez. No ano passado a instituição mineira ficou na 13.ª posição.

Considerando a lista de 300 instituições que aparecem no ranking, a representatividade dos países em número de universidades é de: Brasil (81), México (50), Colômbia (42), Chile (30), Argentina (30), Perú (17), Equador (9), Venezuela (8), Cuba (5), Uruguai (4), Costa Rica (4), Paraguai (3), Panamá (5), Guatemala (3), República Dominicana (3), El Salvador (2), Porto Rico (2), Honduras (1). As dez primeiras colocações são dominadas por Brasil, Chile, Colômbia e México.

Metodologia

O QS University Rankings: Latin America usou sete indicadores para fazer sua classificação. Reputação acadêmica, reputação como empregador, artigos produzidos por professores, citações em artigos, relação do estudante com a faculdade, proporção de doutores no corpo docente e impacto das pesquisas na web.

http://www.gazetadopovo.com.br/vida-universidade/conteudo.phtml?id=1376530&tit=Ranking-coloca-28-universidades-do-Brasil-no-top-100-da-America-Latina