Sidebar

09
Dom, Ago

Gazeta do Povo
Tools

Apesar da greve deflagrada na terça-feira (11) pelos servidores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), o Hospital Universitário (HU) vai manter quase todas as atividades nesta quarta-feira (12) – a clínica odontológica é a única que ficará fechada. A informação foi confirmada pelo próprio hospital.

A primeira decisão do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Maringá (Sinteemar) era de manter contingente de servidores mínimo ao longo da greve, com 30% dos funcionários e 50% das atividades. No entanto, na terça-feira (11), uma assembleia definiu pela manutenção da maioria dos serviços.

A diretora de organização do Sinteemar e enfermeira do HU, Luciene Bueno, afirmou, no entanto, que a decisão vale apenas para esta quarta-feira (12). Segundo ela, alguns servidores do ambulatório devem parar na quinta-feira (13).

“Isso [a adesão á greve] pode aumentar gradativamente na medida em que outras pessoas [servidores do HU] façam parte da greve”, disse.

Reivindicações

A principal reivindicação dos funcionários é um novo Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) e a realização de concursos para novas contratações. “Queremos ser atendidos e tratados como os professores. Queremos a mesma atenção para resolver os nossos problemas”, defendeu o secretário do Sinteemar, Almir Carvalho de Oliveira.

De acordo com ele, a falta de funcionários sobrecarrega os servidores atuais, afetando, também, a qualidade dos serviços prestados. Para ele, o governo estadual prometeu discutir as reivindicações dos servidores no mesmo projeto de lei que atendeu às solicitações dos docentes das universidades estaduais, no final de agosto. “Eles já voltaram atrás algumas vezes. Marcam conversa com nossos representantes estaduais e desmarcam.”

http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1296465&tit=Apesar-da-greve-da-UEM-HU-mantem-maioria-dos-servicos-nesta-quarta-feira