Sidebar

06
Qui, Ago

Gazeta do Povo
Tools
Alunos do 1.º ano do ensino médio poderão fazer as provas já em 2009

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) vai implantar, a partir de 2009, o Processo Seletivo Seriado (PSS) para ingresso nos cursos de graduação da instituição. Apenas os alunos que estiverem cursando o 1.º ano do ensino médio poderão fazer a prova no próximo ano.

De acordo com o reitor da UEM, Décio Sperandio, os estudantes serão examinados ao final de cada ano letivo do ensino médio. Com o resultado das três provas, será feita uma média e os melhores colocados ingressarão automaticamente na Universidade.

A UEM reservará 20% das vagas de cada curso, a partir de 2012, para os alunos que ingressarem pelo novo sistema. “Essa porcentagem pode aumentar futuramente”, afirma Sperandio.

Segundo o reitor, o processo seletivo seriado privilegia os estudantes que se dedicam aos estudos durante todo o período escolar. “O vestibular tradicional é democrático, mas acaba selecionando, na maioria das vezes, apenas aqueles que tiveram acesso a um bom cursinho”, diz.

As provas serão aplicadas nos colégios que se cadastrarem na UEM. “Mas os estudantes que estiverem em instituições que não aderirem à prática, poderão fazer um cadastro individual também”, explica.

A UEM fornecerá, anualmente, o conteúdo que será exigido em cada exame. “Este é um ponto positivo, pois as instituições poderão incluí-los em seus programas”, fala. Para Sperandio, o novo método é uma tendência entre as universidades e fará com que os jovens se dediquem mais aos estudos durante todo o Ensino Médio.

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) foi a primeira a realizar provas com este sistema no Paraná, e a única entre as públicas, reservando 25% de suas vagas. O método começou a ser aplicado em 2000. No último vestibular, foram ofertadas 1.910 vagas para esses alunos. A Universidade de Brasília (Unb), que é pioneira no país nesse tipo de processo seletivo, reserva atualmente 50% de suas vagas para o sistema.