Sidebar

24
Qua, Abr

Para solicitar a vaga o candidato deve informar seus dados pessoais. (Foto: ARQUIVO)

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) divulgou na quinta-feira(7), o edital de vagas remanescentes para candidatos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nos últimos três anos. São 323 vagas disponíveis em 25 cursos de graduação em que não há mais lista de espera.

Os candidatos interessados devem ter feito média igual ou superior a 400 pontos. As vagas ofertadas são para o câmpus de Maringá, Umuarama, Cianorte, Vale do Ivaí, Cidade Gaúcha e Goioerê. Os cursos ofertados pela UEM são gratuitos em período diurno e noturno.

Em Cianorte são duas vagas disponíveis para o curso de design no período integral. Os interessados precisam solicitar a vaga pelo site da Diretoria de Assuntos Acadêmicos (www.daa.uem.br) até as 23h59 desta sexta-feira (8). O resultado será divulgado na próxima terça-feira (12).

O processo de aproveitamento de vagas remanescentes é realizado em três etapas com chamadas próprias. A primeira é destinada para candidatos que participaram dos vestibulares ou PAS da UEM, a segunda para pessoas que participaram no Enem nos últimos três anos e a terceira para candidatos refugiados e imigrantes em situação de vulnerabilidade participantes do ENEM.

Para os candidatos que realizaram o vestibular de inverno e verão no ano de 2018, a UEM vai oferecer mais vagas através da 4º chamada que será publicada no dia 11 de março e da 5º chamada que será publicada no dia 18 de março de 2019.

A publicação do edital de vagas remanescentes para candidatos refugiados e imigrantes em situação de vulnerabilidade será no dia 22 de março. A solicitação de vagas dos interessados deve ser feita no site até o dia 25. O resultado estará disponível no dia 26 de março.

 

https://www.tribunadecianorte.com.br/noticia/uem-oferece-duas-vagas-ociosas-para-o-curso-de-design

Cursos serão ministrados no câmpus sede, em Maringá. (Foto: ASSESSORIA UEM)

Os cursos de MBA em Gestão da Produção, especialização em Fisiologia Humana e mestrado em Engenharia de Alimentos, ofertados pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), estão com inscrições abertas para o ano letivo de 2019. Os interessados devem se inscrever pela internet.

O Programa de Pós Graduação em Engenharia de Alimentos (PEG) oferece oito vagas distribuídas em duas linhas de pesquisa: Engenharia de Produtos e Processos na Indústria de Alimentos; e Processos Tecnológicos Aplicados a Alimentos. A seleção será feita mediante a avaliação de currículo. As informações estão disponíveis no site https://npd.uem.br/sgipos/index.zul, na aba Mestrado, ou pelo telefone (44) 3011-5091. A taxa de inscrição é de R$ 100.

A especialização MBA em Gestão da Produção - Turma 7 recebe inscrições até 22 de março pelo link http://www.dep.uem.br/mba. O objetivo é capacitar profissionais para atuar na área de gestão de produção, disseminar conhecimentos sobre técnicas, ferramentas e práticas de gestão que podem ser utilizadas para promover a melhoria contínua das organizações e fomentar o intercâmbio de experiências e conhecimentos entre os participantes.

O início das aulas será no dia 6 de abril. O regime de aulas é semanal. O público-alvo são engenheiros, administradores, contadores, economistas, tecnólogos e profissionais com outra formação que atuam nas áreas de gestão da produção. Para outras informações o telefone é o (44) 3011-4196 e o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Os interessados em cursarem a especialização em Fisiologia Humana têm até o dia 6 de março para se candidatarem pelo site http://dfs.vwi.com.br/. O curso oferece ao pós-graduando a oportunidade de desenvolver seu projeto de monografia em temas relacionados com sua área de atuação profissional. Outras informações podem ser solicitadas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (44) 3011-4698.

https://www.tribunadecianorte.com.br/noticia/uem-abre-inscricoes-para-cursos-de-pos-graduacao

Docente é o primeiro de um câmpus regional a assumir a pró-reitoria de Administração

Reitor Julio Damasceno; pró-reitor de Administração, Antonio Marcos; vice-reitor, Ricardo Dias e José Antonio Martins, chefe de Gabinete (Foto: ASSESSORIA UEM)

Depois de mais de 20 anos atuando no Câmpus Regional de Cianorte da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Antonio Marcos Flauzino dos Santos foi convidado a fazer parte da nova gestão da instituição de ensino, como pró-reitor de Administração. É a primeira vez que um docente de câmpus regional assume o cargo.

A cerimônia de posse ocorreu na última quinta-feira (11), no Câmpus Sede, em Maringá. Foram empossados pró-reitores e assessores, além dos diretores da nova gestão da UEM para o período de 2018 a 2022, encabeçada pelo reitor Julio Damasceno e pelo vice-reitor Ricardo Dias Silva, eleitos em setembro.

O cianortense Antonio Marcos conversou com a Tribuna logo após a solenidade e demonstrou gratidão pelo reconhecimento. “Receber o convite foi uma surpresa e representa um enorme desafio e uma vitória, pois é a primeira vez que alguém de um câmpus regional assume o posto, o que significa inserir os câmpus regionais na vida da UEM”, afirmou.

Segundo ele, o grande desafio em administrar a universidade hoje é atender às demandas com os recursos disponíveis, que estão cada vez mais escassos. “Acredito que minha vivência na universidade e o conhecimento das necessidades dos câmpus regionais serão muito importantes para a definição das principais demandas”, afirmou.

A solenidade também marcou a permanência de Alessandro Santos da Rocha como diretor do Câmpus Regional de Cianorte por mais quatro anos. (Com Assessoria UEM)

BIOGRAFIA

Antonio Marcos Flauzino dos Santos nasceu e cresceu em Cianorte e ingressou na UEM como aluno de Ciências Contábeis em 1989. Após formar-se contador, em 1993, trabalhou em algumas empresas locais e voltou à universidade em 1996 como docente colaborador; no ano seguinte foi efetivado após ser aprovado em concurso público.

Em 2000, Antonio Marcos assumiu a direção do Câmpus Regional de Cianorte e permaneceu no cargo por 10 anos. Durante sua gestão, os cursos de Moda e Design foram implantados. Em 2002, concluiu o mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Depois, assumiu a coordenação do colegiado de Ciências Contábeis por duas vezes e continua lecionando no curso. Em 2017, concluiu o doutorado em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Para ele, a sensação de deixar o câmpus local para trabalhar em Maringá traz alegria e tristeza ao mesmo tempo, pois foram muitos anos dedicados ao curso em Cianorte.

https://www.tribunadecianorte.com.br/noticia/cianortense-chega-ao-alto-escalao-da-uem

Candidatos devem se inscrever pela internet e pagar taxa até o dia 8 de outubro; provas serão em novembro

Candidatos devem ficar atentos aos prazos de inscrição e pagamento (Foto: ASSESSORIA UEM)

Termina na próxima quinta-feira (4 de outubro) o prazo de inscrição para o Vestibular de Verão e para o PAS 2018 da Universidade Estadual de Maringá (UEM), para ingresso em 2019. As inscrições são aceitas somente pela internet. Para o vestibular, a taxa custa R$ 150 e pode ser paga até 8 de outubro. As provas serão aplicadas de 9 a 11 de dezembro.

Para este concurso, são oferecidas 1.518 vagas em mais de 60 cursos de graduação, sendo que 20% são reservadas para o sistema de cotas da instituição, para candidatos que estudaram apenas em escola pública e têm baixa renda. O resultado final será divulgado no dia 30 de janeiro no site da Comissão Central do Vestibular Unificado (CVU).

A inscrição será homologada somente após o pagamento da taxa. Os editais das inscrições homologadas e não homologadas serão publicados no dia 15 de outubro. Os candidatos às vagas do curso de Música devem passar por provas de habilidades específicas no dia 21 de outubro.

A divulgação dos locais de prova para o vestibular está prevista para o dia 9 de novembro. As informações poderão ser acompanhadas pelo aplicativo Vestibular da UEM, disponível para Android e Apple IOS.

PAS

A taxa de inscrição para o PAS é de R$ 75 e também deve ser paga até o dia 8 de outubro. Para se inscrever, o candidato precisa seguir o mesmo procedimento do Vestibular de Verão. Da mesma forma, os editais das inscrições homologadas e não homologadas serão publicados no dia 15 de outubro.

O PAS disponibiliza 752 vagas distribuídas entre os cursos de graduação, que serão preenchidas entre os candidatos que fizerem a etapa 3 do concurso, cuja lista de aprovados será divulgada no dia 30 de janeiro no site da CVU. O desempenho dos candidatos das etapas 1 e 2 será divulgado no dia 11 de fevereiro de 2019.

A partir deste concurso, a Comissão de Vestibular Unificado (CVU) exige que o candidato apresente o documento do Cadastro de Pessoa Física (CPF) no ato da inscrição.

Outras informações estão disponíveis pelo telefone (44) 3011-4450 ou na secretaria da Comissão Central do Vestibular Unificado, bloco 28, campus sede da UEM, em Maringá.

https://www.tribunadecianorte.com.br/noticia/inscricoes-para-vestibular-e-pas-terminam-na-quinta

Estudantes participaram da reforma de uma escola e arrecadaram roupas para doação.

"Os participantes melhoraram o ambiente do CEI Pequeno Príncipe, em Vidigal . (Foto: ANDERSON THEODORO E MAIARA SANTOS)

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) realizou a premiação dos cinco primeiros colocados no Concurso Trote Solidário 2018, na segunda-feira (7), em Maringá. O curso de Design, do campus regional de Cianorte, conquistou o terceiro lugar e recebeu R$ 700. As ações do trote solidário focaram na questão ambiental e tiveram a participação de 40 pessoas, que trabalharam na reforma de um centro de educação infantil e arrecadaram 86 kg de roupas para a Campanha do Agasalho.

O primeiro lugar ficou com os cursos de Engenharia de Alimentos (CAU) e Tecnologia de Alimentos (CTC), do campus de Umuarama, que receberam R$ 1,5 mil.

As equipes vencedoras promoveram doação de sangue, cadastro no banco de doadores de medula óssea, palestras sobre doenças sexualmente transmissíveis, campanha para prevenção da dengue, arrecadação de roupas, alimentos, fraldas geriátricas e livros. Os grupos também fizeram projetos com moradores de rua, Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e outras instituições.

As professoras Barbara Daniele Almeida Porciúncula, da Engenharia de Alimentos, e Beatriz Cervejeira Bolanho Barros, da Tecnologia de Alimentos, estiveram na cerimônia de premiação. “Os estudantes já solicitaram que as ações sejam contínuas”, afirmou Barbara. A ideia é que durante todo o ano letivo a universidade esteja presente com ações que beneficiem a comunidade local.

O curso de Medicina ficou em segundo lugar e recebeu R$ 1 mil. As ações envolveram palestras sobre saúde mental, campanhas para cadastro no banco de medula óssea, doação de sangue e de cabelo. Em formato de gincana, a equipe também arrecadou alimentos, leite e roupas.

Os classificados em quarto e quinto lugar também foram premiados com R$ 500 e R$ 300. A ideia é que os valores sejam utilizados para melhorias nos cursos. O Trote Solidário é uma realização da UEM por meio da Pró-Reitoria de Ensino, Pró-Reitoria de Extensão e Cultura e Assessoria de Comunicação Social, com apoio da Caixa Econômica e do DCE (Diretório Central de Estudantes). As atividades de integração duram aproximadamente dois meses e incentivam a não-violência contra os ingressantes.

TROTE LOCAL

Cerca de 40 estudantes de vários anos do curso de Design se mobilizaram com as ações do trote solidário deste ano. Em abril, eles participaram de um mutirão para melhorar o ambiente escolar do Centro de Educação Infantil Pequeno Príncipe, localizado no distrito de Vidigal. Professores da universidade e do CEI, além de funcionários, também auxiliaram na atividade. Jogos e brincadeiras foram pintados no pátio do local; cercas, vasos de pneus e mourões da grade também foram coloridos e a jardinagem do CEI foi revitalizada com o plantio de flores.

Os participantes do trote também fizeram uma das primeiras doações à Campanha do Agasalho 2018, organizada pelo Provopar. Durante um mês, eles arrecadaram 86 kg de roupas e calçados.

Para o professor do curso, Vagner Basqueroto Martins, as atividades facilitam a integração entre os alunos de todas as séries com a comunidade e também com o corpo docente. “Além disso, a ação específica da doação vai de encontro a um dos principais papéis do designer que é o de contribuir na solução de problemas. Ao doar essas peças, que não são mais utilizadas pelos estudantes para as pessoas que precisam, são dadas novas utilidades a elas, resolvendo o problema daqueles que mais precisam”, afirmou.

No ano passado, o curso ficou em segundo lugar e foi premiado por uma campanha de conscientização sobre o abandono de idosos. (Com informações Assessoria UEM, PMC e Curso de Design)

https://www.tribunadecianorte.com.br/noticia/design-da-uem-e-premiado-por-trote-solidario

Mais Artigos...