Sidebar

12
Dom, Jul

Hoje Maringá
Tools

 

O prefeito Silvio Barros entrega a 12ª horta comunitária implantada pela atual administração nos bairros da cidade na próxima quarta-feira. A cerimônia de entrega à comunidade do Conjunto Cidade Canção, localizado na região sul da cidade, está programada para às 15h30 à Rua Pioneiro Paschoal Locatelli, s/nº, atrás do Auto Posto RP (antigo G10).

Além de autoridades municipais, o evento tem a presença de representantes de empresas e instituições parceiras da prefeitura de Maringá no projeto. O projeto de hortas comunitárias desenvolvido pela prefeitura de Maringá faz parte do programa Maringá Saudável, que propõe mais qualidade de vida à população, baseada nos hábitos saudáveis como a alimentação adequada e a prática de atividades físicas.

Até o final deste ano, a meta é implantar mais dez hortas comunitárias, beneficiando aproximadamente 300 famílias. Implantada pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Semusp), a horta comunitária cedeu o terreno municipal, por meio de concessão, à Eletrosul Centrais Elétricas S/A - empresa que utiliza a área como direito de passagem de uma linha de transmissão de energia.

A água para irrigação das plantas é retirada do poço artesiano cedido pelo Auto Posto RP e o material orgânico para adubação será fornecido pela Usina Santa Terezinha. Outra instituição parceira no projeto é a Universidade Estadual de Maringá (UEM), que presta assessoria técnica com engenheiros agrônomos e estagiários do Centro de Referência em Agricultura Urbana e Periurbana (Ceraup).

De acordo com o gerente do programa municipal de hortas comunitárias, José Oliveira de Albuquerque, a manutenção da plantação será feita por 35 famílias da comunidade do Conjunto Cidade Canção que participam do projeto.

“Em abril deste ano foram constituídos o presidente, vice-presidente, tesoureiro e o secretário da administração da horta, que também possui estatuto próprio”, afirma Albuquerque, acrescentando que as sementes são fornecidas pela prefeitura e as mudas de plantas, cedidas pela Eletrosul, por meio de seu programa próprio de hortas comunitárias. “A prefeitura de Maringá e a UEM também oferecem assistência técnica e a mecanização agrícola da área”, diz.