Sidebar

13
Qua, Nov

Começa hoje, 11, e vai até sábado, 13, o Congresso Médico de Maringá, que os acadêmicos do Curso de Medicina da Universidade Estadual de Maringá (UEM) no Centro de Eventos Vivaro. O evento vai discutir a medicina do futuro, com reflexões a respeito do emprego das mais avançadas tecnologias, porém manterá ênfase à vertente humanista da medicina.

O congresso também marca os 30 anos de instalação do Curso de Medicina da UEM e o início de funcionamento do Hospital Universitário.

Com mais de 30 palestras nos três dias, o congresso "A Medicina do Futuro", promovido pelo Centro Acadêmico de Medicina da UEM (Camem) e Hospital Universitário Regional de Maringá, vai discutir desde Inteligência Artificial, Nanotecnologia, o uso a Realidade Virtual e Estendida, construção de órgãos em impressora 3D, mas também a saúde mental dos estudantes e profissionais da saúde, a relação entre médico e paciente, segurança do paciente e a medicina humanitária e de catástrofe. Uma das discussões que deverá chamar a atenção é sobre os movimentos antivacina, que hoje se espalham com facilidade e rapidez em tempos de proliferação de redes sociais.

Segundo a presidente da comissão organizadora do evento, doutora Elisabete Mitiko Kobayashi, titular da disciplina de Ortopedia e Traumatologia desde a primeira turma do Curso de Medicina da UEM, "este congresso deve ser um divisor de águas na história do ensino da Medicina em Maringá". Além da atualidade e importância dos temas, ela já considera um sucesso o fato de também alunos dos cursos de Medicina de outras instituições, como Unicesumar e Uningá, estarem envolvidos na organização. "Esta integração das escolas médicas é um motivo para comemoração", diz.

SERVIÇO

Congresso Médico de Maringá e 1º Congresso do HURM

Data: 11, 12 e 13 de Outubro

Local: Vivaro - Avenida Virgílio Manilia, 21784 - Jardim Ouro Cola - Maringá

Inscrições e Informações pelo site

www.congressomedico demaringa.com.br

https://maringa.odiario.com/maringa/2018/10/congresso-medico-da-uem-deve-ser-um-marco/2522978/

Com a proposta de debater como as últimas novidades tecnológicas podem ser aplicadas à Medicina atual com bons resultados, começa nesta quinta-feira (11) o Congresso Médico de Maringá 2018 – A Medicina do Futuro, idealizado pelos acadêmicos de Medicina da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e realizado pelo Centro Acadêmico de Medicina (Camem).

O evento, que acontece até sábado em três auditórios do Hotel Nobile Suítes Maringá, conta com apoio dos Cursos de Medicina da Unicesumar e da Uningá, além do Departamento de Ciência e Tecnologia e Hospital Universitário Regional, e parceria do Maringá e Região Convention & Visitors Bureal, IFMSA e Revista Saúde.

Os patrocinadores são as empresas SVN Investimentos, Hospital Paraná, Grupo São Camilo, Purific, Santa Casa de Maringá e Unimed.

O Congresso Médico deste ano, que acontece junto com o Congresso do Hospital Universitário, comemora os 30 anos da instalação do Curso de Medicina da UEM e do início do funcionamento do Hospital Universitário.

Com mais de 30 palestras nos três dias, o evento vai discutir desde Inteligência Artificial, Nanotecnologia, o uso a Realidade Virtual e Estendida, construção de órgãos em impressora 3D, mas também a saúde mental dos estudantes e profissionais da saúde, a relação entre médico e paciente, segurança do paciente e a medicina humanitária e de catástrofe.

Uma das discussões que deverá chamar a atenção é sobre os movimentos antivacina, que hoje se espalham com facilidade e rapidez em tempos de proliferação de redes sociais.

Para a presidente da comissão organizadora do evento, doutora Elisabete Mitiko Kobayashi, titular da disciplina de Ortopedia e Traumatologia desde a primeira turma do Curso de Medicina da UEM, os debates que acontecerão deverão ter reflexo na qualidade da medicina oferecida por Maringá. Além da atualidade e importância dos temas, ela já considera um sucesso o fato de também alunos dos cursos de Medicina de outras instituições, como Unicesumar e Uningá, estarem envolvidos na organização. “Esta integração das escolas médicas em prol de um congresso médico é um motivo para comemoração”, diz.

Na expectativa da doutora Kobayashi, “o congresso trará temas também para outros profissionais da saúde, além de médicos, e temos certeza de que os reflexos serão os avanços que acontecerão na Medicina de Maringá”, diz a professora. “Há 30 anos a UEM vem formando profissionais de altíssimo nível, que acabam passando em residências em instituições consagradas, como a USP, Unifesp, Hospital Albert Einstein, e quando retornam trazem uma bagagem de qualidade que ajuda a melhorar a saúde em Maringá, inseridos em hospitais, clínicas, laboratórios”.

Para ela, a UEM e as outras escolas de Medicina estão preocupadas em formar grandes valores com um ensino de qualidade “e o congresso é uma grande oportunidade de mostrarmos isto, mostrando que em Maringá é praticada uma medicina avançada”.

Robôs e público recorde

Um dos pontos altos do congresso deverá ser a demonstração de Simulação Realística que será feita por professores que virão da Espanha. Eles utilizarão “simuladores de paciente”, que são robôs que respondem como um ser humano às ações praticadas, possibilitando que os treinamentos estejam o mais próximo da realidade, permitindo ao profissional praticar, corrigir falhas e resolver dúvidas de forma segura e eficiente.

Atualmente, as escolas de Medicina ainda treinam em pacientes de verdade, o que já não acontece em boa parte da Europa e nos Estados Unidos. O Programa de Simulação que será apresentado pelos espanhóis também é utilizado para fins de estudo, avaliação e pesquisa em diversas modalidades.

Para os organizadores, a apresentação da Simulação Realística é importante neste momento em que o Unicesumar está instalando seu laboratório e a UEM deve iniciar o seu no ano que vem.

O Camem espera participação de 400 a 600 pessoas no evento. Isto significa um recorde, já que o congresso anterior, realizado há cinco anos, foi presenciado por pouco mais de 300 pessoas. “Esperamos profissionais de saúde de vários municípios, pois os temas propostos são de grande interesse”, diz a presidente da comissão organizadora.

Serviço

Congresso Médico de Maringá e 1º Congresso do HURM

Data: 11, 12 e 13 de Outubro

Local: Hotel Nobile Suites Maringá – Rod. PR-317, km, 5, 5428 - Distrito Industrial 2

Inscrições e Informações pelo site site www.congressomedicodemaringa.com.br

https://maringa.odiario.com/maringa/2018/10/congresso-medico-comeca-hoje-debatendo-do-futuro-da-medicina/2523065/

A Universidade Estadual de Maringá (UEM), através da Comissão Central do Vestibular Unicado (CVU), prorrogou até esta quarta-feira, 10, o prazo para pagamento da taxa de inscrição no Vestibular de Verão e no PAS 2018, que terminaria ontem, 8. Um problema de transmissão de dados a partir de casas lotéricas de Maringá e de cidades da região impossibilitou o pagamento da inscrição nestes pontos. A taxa para o vestibular é de R$ 150 e para o PAS, R$ 75.

Os candidatos que não zeram o pagamento até segunda-feira (8) deverão gerar novo boleto bancário com a nova data de vencimento por meio do Menu do Candidato, no site www.vestibular.uem.br. Os editais das inscrições homologadas e não homologadas serão publicados no próximo dia 15 de outubro.

As provas do Vestibular de Verão 2018 serão aplicadas de 9 a 11 de dezembro. Para este concurso, são oferecidas 1.518 vagas em mais de 60 cursos de graduação, sendo que 20% são reservadas para o sistema de cotas sociais da Instituição, que beneficia candidatos que estudaram apenas em escola pública e têm baixa renda. O resultado final será divulgado no dia 30 de janeiro no site da Comissão Central do Vestibular Unificado (CVU). Os candidatos aprovados ingressam em 2019.

Os candidatos às vagas do curso de Música devem passar por provas de habilidades específicas no dia 21 de outubro. A divulgação dos locais de prova para o Vestibular está prevista para o dia 9 de novembro.

No caso do PAS, os editais das inscrições homologadas e não homologadas também serão publicados no dia 15 de outubro. São 752 vagas distribuídas entre os cursos de graduação, que serão preenchidas entre os candidatos que zerem a etapa 3 do concurso, cuja lista de aprovados será divulgada no dia 30 de janeiro no site da CVU. O desempenho dos candidatos que zerem a etapas 1 e 2 será divulgado no dia 11 de fevereiro de 2019.

Outras informações no site ou pelo telefone (44) 3011-4450, ou na secretaria da Comissão Central do Vestibular Unicado, bloco 28, câmpus sede da UEM, em Maringá.

(Com informações da Assessoria de Comunicação Social da UEM)

https://maringa.odiario.com/maringa/2018/10/pagamento-da-taxa-de-inscricao-do-vestibular-e-do-pas-foi-prorrogado-ate-quarta-feira/2522577/

De classificação livre, a 11ª Corrida Rústica de Iguatemi - Pare de Fumar Correndo recebe inscrições até esta quarta-feira, 10, pelo site www.tabagismo.uem.br. A prova será realizada no dia 15 de novembro e incentiva a prática da atividade física como ferramenta de apoio aos que querem largar o vício do tabagismo.

A expectativa dos organizadores é reunir mil participantes no feriado da Proclamação da República. A corrida terá início às 8 horas, na Praça da Igreja Matriz do Distrito de Iguatemi. Os atletas disputarão em 10 categorias diferentes.

Os participantes da categoria Sub 11 - com atletas de idade entre 8 e 10 anos - deverão cumprir o percurso de 700 metros; os inscritos na Sub 14 (Pré-Mirim) - de 11 a 13 anos - correrão 1.000 metros; Sub 16 (Mirim) - 14 e 15 anos - 2 quilômetros; Sub 18 (Menores) - 16 e 17 anos - 3 km; Sub 20 (Juvenil) - 18 e 19 anos - 5 km; Adultos de 20 a 29 anos - 5 km; Master30 - de 30 a 39 anos - 5 km; Master40 - de 40 a 49 anos - 5 km; Master50 - de 50 a 59 anos - 5 km; e Master60 - acima de 60 anos - também cumprirão o percurso de 5 quilômetros. Os inscritos nas categorias Adulto e Master deverão doar dois quilos de alimentos não perecíveis, que serão repassados para entidades assistenciais.

Para as categorias Sub 11, Sub 14, Sub 16, Sub 18 e Sub 20, as inscrições são gratuitas. Os familiares dos atletas poderão aproveitar a Feira de Saúde do Projeto Tabagismo e um espaço de lazer, que terá professores e alunos de vários departamentos da área de saúde da UEM prestando serviços referentes ao tema tabagismo.

Para as crianças, brinquedos, gincanas e guloseimas serão oferecidos gratuitamente. O evento é promovido pela Usina Santa Terezinha, Prefeitura de Maringá, Secretaria de Esporte e Lazer (Sesp) e Universidade Estadual de Maringá (UEM) e conta com apoio da Unimed, Lions Club, RPC, além das rádios CBN, Maringá FM e Mix FM.

https://maringa.odiario.com/maringa/2018/10/termina-amanha-o-prazo-para-as-inscricoes-da-11a-corrida-rustica-de-iguatemi/2522653/

Nesta terça-feira, dia 9, entra oficialmente em atividade o Sistema de Monitoramento Inteligente da Universidade Estadual de Maringá (UEM) com a inauguração do Bloco B-10, onde vai funcionar a Central de Monitoramento Eletrônico. A inauguração está marcada para as 10h30, com a presença de várias autoridades locais.

Números

O Sistema é composto por 159 câmeras de tecnologia IP que além da infraestrutura de rede têm imagens em alta definição, são de fácil manutenção, entre outras vantagens.

Na Central de Monitoramento, que irá funcionar 24 horas por dia, será feito o monitoramento de todo o campus. No local foram instalados nove monitores de 49 polegadas e três mesas operadoras com software de gerenciamento e captura de imagens. Estas serão gravadas e armazenadas, por um período de 30 dias, em equipamentos próprios, instalados no Núcleo de Processamento de Dados da UEM.

Além da Central, nas cinco guaritas será feito o monitoramento com cobertura por área a partir de monitores que dão acesso às imagens das câmeras mais próximas.

Com as câmeras, a universidade poderá garantir mais segurança. ///ASC/UEM

LOCAL. Central de Monitoramento de Segurança vai funcionar no Bloco B-10, que fica próximo ao Comcap. —DIVULGAÇÃO/UEM

https://maringa.odiario.com/maringa/2018/10/central-de-seguranca-da-uem-comeca-a-funcionar-hoje/2522505/

Mais Artigos...