O Diário do Norte do Paraná
Tools

A Justiça determinou que mais três pacientes sejam submetidas a cirurgias no Hospital Universitário de Maringá (HUM) em um prazo de até 72 horas. A decisão liminar foi concedida pelo juiz Abílio de Freitas, da 7ª Vara Cível de Maringá, atendendo um pedido do Ministério Público.

Os pacientes envolvidos são Ana Matilde de Oliveira, Maria Zulia Silva do Carmo e Francisca Vitória de Carvalho.

A multa, em caso de descumprimento da decisão, é de R$ 1 mil por dia, por paciente não operado. Desde o início de maio, está e a terceira vez que a Justiça determina a operação imediata de pacientes internados no HU.

Hu deverá atender a ortopedia

No dia 7 de junho, o HU requiriu à Secretaria de Saúde o descredenciamento temporário do atendimento de serviços ortopédicos, visando realizar uma "reestruturação necessária", por dificuldades técnicas em atender a demanda.

A liminar do juíz Freitas, no entanto, nega o pedido, alegando que os pacientes do SUS ficariam "desamparados".

A ação civil pública determina que o HU ainda se responsabilize pela manutenção dos atendimento ortopédicos e pede a reorganização do fluxo de traumato-ortopedia em Maringá.

Os pacientes envolvidos são Ana Matilde de Oliveira, Maria Zulia Silva do Carmo e Francisca Vitória de Carvalho. O magistrado entendeu que os argumentos alegados não liberam o HU de de prestar os serviços.

A reportagem tentou converar com o superintendente do HU, José Carlos Amador, mas não conseguiu contato.

http://maringa.odiario.com/maringa/noticia/436588/justica-determina-que-hu-opere-mais-tres-pacientes/