O Diário do Norte do Paraná
Tools
 
O Diário: Após conquistar boa colocação no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), como uma instituição consegue manter o índice?

Luiz Rogério Oliveira da Silva, coordenador de Ensino Superior, da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior: Com nível permanente de investimento do governo estadual. Na UEM, foi feito investimento em infra-estrutura tanto no Hospital Universitário quanto no campus, sobretudo nos centros que atendem o curso de Medicina. Precisa haver, também, investimento na qualificação de professores.

O Diário: De que forma o resultado do exame pode refletir no Hospital Universitário?

Luiz Rogério Oliveira da Silva: Pode fazer com que o Hospital se mantenha como referência regional e atraia mais pacientes.

O Diário: Como se constrói um bom curso de Medicina?

Luiz Rogério Oliveira da Silva: Com alto nível de equipamentos e professores, o que se traduz em grandes investimentos. A preocupação do MEC é com os cursos abertos que não têm boa infra-estrutura, bons equipamentos e professores.