Sidebar

29
Ter, Set

O Diário do Norte do Paraná
Tools

Durante evento, prefeito anuncia a instalação de mais dez Academias da Terceira Idade, até o fim deste ano

 

Todos os setores da Prefeitura de Sarandi estão empenhados em melhorar as condições de vida das pessoas idosas. A afirmação do prefeito Cido Spada (PT), nesta quarta-feira, abriu a 2ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa.

O evento foi realizado na Casa da Cultura, com a presença de cerca de 300 pessoas, entre idosos, profissionais de Saúde e estudantes.

O prefeito anunciou a implantação de mais dez Academias da Terceira Idade (ATI) em diferentes pontos da cidade até o fim deste ano.

Segundo Spada, os aparelhos não somente têm mostrado eficiência na melhoria da Saúde das pessoas, como servem para melhorar a comunicação entre idosos.

“Ficamos sabendo que pessoas que comparecem para fazer exercícios nas ATIs acabam encontrando velhos amigos ou fazendo novas amizades e isto é muito importante para melhorar a qualidade de vida do idoso”, disse.

Durante a Conferência, foi empossada a nova diretoria do Conselho Municipal do Idoso, encabeçada pelo pioneiro Geraldo Martins, e escolhidos os delegados à Conferência Estadual, no mês de julho, em Curitiba.

A psicóloga Marly Lamb, professora da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e coordenadora do projeto Ser e Viver - Uma Proposta de Intervenção com os Idosos, proferiu uma palestra sobre a situação das pessoas idosas diante das mudanças sociais.

Segundo ela, é necessário que os idosos e as demais pessoas da sociedade estejam unidas para cobrar o cumprimento do Estatuto do Idoso.

“A sociedade mascara a velhice, privilegia a juventude e ainda considera o processo de envelhecimento como algo degenerativo, com a presença de doenças. Mas, quando vemos diversas pessoas participando, discutindo o coletivo, isso traz grande significado para a forma como as gerações futuras vão encarar a velhice”, afirmou.