Sidebar

29
Qui, Out

O Diário do Norte do Paraná
Tools

Em anos anteriores, vestibular era sinônimo de aborrecimento para moradores da Zona 7


 

O primeiro dia de provas do Vestibular de Verão da Universidade Estadual de Maringá (UEM) transcorreu sem problemas graves. O prazo para entrega das provas terminou às 13 horas e depois das 15 horas foram afixados os gabaritos.

Para esse vestibular foram inscritos 16.657 candidatos às 1.582 vagas que a UEM oferece em seus 52 cursos. A exemplo dos vestibulares anteriores, o curso de Medicina é o mais concorrido, com 105 candidatos para cada vaga. Em seguida vem Arquitetura e Urbanismo, com 33 candidatos por vaga.

Um dos fatos que chamaram a atenção no vestibular deste verão é a falta da chamada “algazarra do vestibular”, que tem virado caso de polícia na Vila 7, nas proximidades do campus. Neste ano, com a proibição de venda de bebidas alcoólicas, não aconteceram – pelo menos até agora – aglomerações que viessem a causar problemas para as vizinhanças. Alguns bares têm recebido grande quantidade de jovens desde sábado, mas não foram registrados casos de bagunça, que gerava tantas reclamações em outros vestibulares.