Sidebar

17
Qui, Jan

A Prefeitura de Maringá, em parceria com o Centro de Referência em Agricultura Urbana e Periurbana (Ceraup) e o Laboratório de Homeopatia e Fisiologia Vegetal da Universidade Estadual de Maringá (UEM), realiza a reunião técnica Agricultores Urbanos das HortasComunitárias no dia 19 de janeiro. As inscrições, gratuitas e limitadas, serão feitas no local (Av. Colombo, 2186, Casa do Nelore localizada no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro) a partir das 13h30.

Palestra com o professor Carlos Moacir Bonato especialista em Fisiologia Vegetal, que integra o Departamento de Biologia e de Agronomia da UEM, terá como tema a ′Inserção de Homeopatia nas Hortas Comunitárias de Maringá′. A homeopatia tem como princípio usar as substâncias naturais causadoras das doenças, para tratá-las. Trazendo benefícios e vantagens por tornar o desenvolvimento das plantas mais saudáveis, resistentes a doenças e pragas, sem contaminar o solo, aumentando a produção.

A reunião visa a aprimorar o conhecimento dos agricultores, melhorando a qualidade das hortaliças e verduras cultivadas nas hortas comunitárias. “É uma oportunidade de capacitação aos agricultores em uma nova tecnologia, além de ser a primeira reunião voltada exclusivamente para os agricultores urbanos.”, diz a diretora de Agricultura e Pecuária, da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento

Econômico (Seide), Samireille Messias.

Maringá e os distritos de Iguatemi e Floriano contam com 38 hortas comunitárias. Em 2018, as hortas atenderam diretamente 1.025 famílias, produzindo 910 toneladas e beneficiando 3.075 pessoas.

Saiba mais

Reunião técnica Agricultores Urbanos

19 de janeiro de 2019, às 13h30

Inscrições gratuitas no local

Av. Colombo,2186 - Casa do Nelore localizada no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro

https://maringa.odiario.com/maringa/2019/01/prefeitura-promove-capacitacao-para-produtores-das-hortas-comunitarias/2541777/

O Cursinho UEM recebe, até o dia 20 de fevereiro, pré-inscrições para a nova turma do preparatório para o vestibular. As vagas são para o período noturno, com atividades em alguns sábados, domingos e feridos. As aulas ocorrem entre os dias 20 de março a 15 de julho de 2019 no câmpus sede da Universidade Estadual de Maringá.

A pré-inscrição é feita exclusivamente no endereço eletrônico www.cursinhouem.com.br/inscricoes. A primeira chamada dos selecionados será divulgada no dia 20 de fevereiro, nesse caso, o período para efetivar a matrícula será de 20 a 27 de fevereiro na secretaria, localizada no bloco 006 da UEM (mesmo prédio do novo Ambulatório de Psiquiatria, próximo à Caixa Econômica Federal). A coordenação poderá realizar mais chamadas regulares ou até mesmo especiais até que todas as vagas sejam preenchidas.

O material didático é composto por apostilas organizadas e atualizadas pela equipe de professores. A grade curricular é composta por Biologia, Física, Química, Matemática, História, História do Brasil, Língua Inglesa, Língua Espanhola, Gramática, Geografia, Redação, Literatura, Filosofia, Sociologia, entre outros.

O projeto tem demonstrado excelentes resultados em aprovações nos vestibulares da UEM e tem como objetivo oferecer conhecimentos aos candidatos que desejam alcançar uma formação acadêmica superior pública e de qualidade.

A taxa de matrícula é de R$ 70,00, já o material terá custo aproximado de R$ 170,00. O valor total do curso varia de R$ 384,00 a R$ 524,00, dependendo das diferentes categorias (servidor ou dependente de servidor da UEM, cotistas ou ex-alunos e comunidade externa) e pode ser parcelado.

Para mais informações consulte o site www.cursinhouem.com.br  ou o ligue para (44) 3011-4210.

(Com informações da assessoria de comunicação da UEM)

Foto: ASC/UEM

https://maringa.odiario.com/maringa/2019/01/cursinho-da-uem-recebe-pre-inscricoes-ate-20-de-janeiro/2541575/

O governador do Paraná Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) decretou o bloqueio de aproximadamente 20% do orçamento do Estado para 2019, totalizando o contingenciamento de R$ 8,1 bilhões. Maringá pode perder recursos que alcançam R$ 156 milhões, prejudicando especialmente a Universidade Estadual de Maringá e o Hospital Universitário.

O decreto com dois anexos e 132 páginas foi assinado na segunda-feira (7) e publicado no Diário Oficial do Poder Executivo. Além dos recursos para obras e custeio da UEM e do HU, totalizando R$ 153 milhões, foram bloqueados recursos para o viaduto da BR-376 no trevo do Shopping Catuaí (R$ 5,2 milhões), duplicação da PR-317 entre Maringá e Iguaraçu (R$ 2 milhões), viaduto de Iguatemi (R$ 3,72 milhões), viaduto da PR-323 com a PR-317 (1,9 milhão), ampliação do Colégio JK (R$ 74,6 mil), construção do Centro de Educação Profissional (R$ 578 mil), e construção da nova delegacia da Polícia Civil (R$ 1,3 milhão).

As pastas que tiveram maior volume de recursos bloqueados são Educação (R$ 1,6 bilhão), Saúde (R$ 1,1 bilhão) e Segurança Pública (R$ 825 milhões).

As universidades estaduais totalizam mais de R$ 528 milhões de recursos do orçamento retidos com a UEM apresentando o maior valor.

Para o vice-reitor da universidade, professor Ricardo Dias Silva, o decreto preocupa a instituição que já tem dificuldades de repor o pessoal desde 2014.

"Estamos tentando uma agenda com o governador para apresentar a situação da UEM, do HU e das demais Instituições de Ensino Superior", afirmou.

Silva lembra que as IES já vinham sofrendo nos últimos anos o contingenciamento de 30% do orçamento, o que levou as instituições a buscar alternativa, como a contratação de pessoal temporário e credenciados com recursos próprios. "Se o corte for no limite anunciado teremos ainda mais dificuldades no custeio da universidade e também do Hospital Universitário", afirmou o vice-reitor.

No caso dos hospitais universitários, a contenção é de R$ 157 milhões. A unidade com maior contingência é o Hospital Universitário de Londrina, R$ 69,1 milhões - R$ 13,5 milhões pela Seti e R$ 55,5 milhões pela Secretaria Estadual de Saúde. Para o Hospital Universitário de Maringá (HUM), o bloqueio é de R$ 26 milhões.

No caso das rodovias, são 53 obras de construção ou recuperação com recursos suspensos, no valor total de R$ 136,8 milhões. Os maiores valores retidos são para a implantação da PR-364, entre Irati e São Mateus do Sul, na região sul do Paraná, no valor de R$ 16 milhões, e a implantação da PR-092, entre Curitiba e Rio Branco do Sul, no valor de R$ 15,9 milhões.

Governo do Estado divulgou nota justificando a medida:

"O contingenciamento consiste no retardamento de parte da programação de despesa prevista na Lei Orçamentária. A medida, portanto, não suspende e nem cancela recursos previstos no orçamento anual do Estado.

O poder de regulamentar o Decreto de Contingenciamento obedece ao disposto nos artigos 8º e 9º da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que visa permitir o cumprimento de metas fiscais, que no presente caso objetiva uma contenção de 20% das despesas do Estado.

Em síntese, trata-se de um procedimento formal de limitação de despesas com o intuito de garantir o equilíbrio fiscal do Paraná, compatibilizando a execução de despesas com a efetiva entrada de recursos, mantendo assim a estabilidade econômica estadual.

É importante destacar que os valores contingenciados podem ser descontingenciados futuramente. A medida não afeta despesas obrigatórias do Paraná e nenhum serviço essencial deixará de ser realizado com a medida.

https://maringa.odiario.com/maringa/2019/01/contingenciamento-de-20-do-orcamento-afeta-uem-e-suspende-obras-de-infraestrutura/2540654/

A Universidade Estadual de Maringá publica no próximo dia 21 de janeiro, a partir das 14 horas, os procedimentos e prazos para o processo seletivo de transferência de alunos de outras Instituições de ensino superior públicas, particulares ou estrangeiras para cursos de graduação presencial e a distância na UEM.

Trata-se de um prazo para que interessados em pleitear a continuidade de seus estudos na UEM, no mesmo curso de graduação de origem, na modalidade de transferência externa facultativa, para o ano letivo de 2019, façam a solicitação formal.

A publicação com as informações serão divulgadas no site da Diretoria de Assuntos Acadêmicos (DAA). A solicitação de transferência deverá ser efetuada exclusivamente via internet (http://www.daa.uem.br/), no endereço eletrônico da DAA até às 23 horas e 59 minutos do dia 22 de janeiro de 2019.

Umas das exigências da UEM é que o curso da instituição de origem seja reconhecido. Para o curso de graduação em Música, habilitação Bacharelado, o candidato participará do “Exame Seletivo de Classificação”, conforme cronograma, critérios de avaliação e conteúdo programático estabelecidos no item 7 do edital nº 043/2018 - DAA.

No mesmo edital, o interessado encontrará todas as informações necessárias, incluindo os documentos necessários para fazer a solicitação de transferência.

O resultado dos pedidos de transferência será publicado no dia 14 de fevereiro, às 14 horas, no endereço eletrônico www.daa.uem.br. Com a publicação do resultado das solicitações, os candidatos classificados no limite das vagas carão automaticamente convocados a efetuarem matrícula nos dias 14 e 15 de fevereiro.

As aulas do ano letivo de 2019 terão início no dia 7 de março e os ingressantes no processo de transferência externa devem estar cientes de que as aulas perdidas, caso ocorram, serão contabilizadas na frequência mínima obrigatória de 75% e não serão repostas.

https://maringa.odiario.com/maringa/2019/01/uem-aceita-transferencias-externas-nos-dias-21-e-22-de-janeiro/2540160/

 

 

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) vai abriu, no dia 2 de janeiro de 2019, inscrições para o curso de mestrado profissional em Gestão, Tecnologia e Inovação em Urgência e Emergência (Profurg).

O curso é ligado ao Departamento de Medicina (DMD) e o prazo de inscrições se estenderá até o dia 18 de janeiro. Os interessados deverão se inscrever pelo link, pelo qual será gerado o boleto para o pagamento da taxa no valor de R$ 150.

Outras informações poderão ser obtidas por meio do edital nº 001/2018 - PROFURG, disponível no site do DMD. O Departamento fica no bloco S-05, sala 10, prédio do Hospital Universitário, à Avenida Mandacaru, 1.590, bairro Vila Santa Izabel. O telefone para contato é (44) 3011-9096.

https://maringa.odiario.com/maringa/2019/01/mestrado-em-medicina/2539833/

Mais Artigos...