Sidebar

05
Sex, Jun

Foto: Universidade Estadual de Maringá

Nesta quinta-feira, 25, a Farmácia Ensino de Manipulação da Universidade Estadual de Maringá (UEM) retomou a produção de álcool líquido 70%, que será destinado ao consumo interno do Hospital Universitário (HU) e alguns setores da UEM, para garantir a segurança dos servidores que permanecem trabalhando.

A retomada na produção foi possível porque a Usina Santa Terezinha (Usaçúcar), de Iguatemi, doou mil litros de álcool puro para a instituição. A matéria-prima foi transportada e armazenada, gratuitamente, pela Gopar, indústria de detergentes e desinfetantes, onde o produto foi acondicionado em embalagens adequadas e entregues à Farmácia Ensino de Manipulação.

De acordo com a responsável pela Farmácia de Manipulação, Marli Miriam de Souza Lima, todo produto manipulado deve seguir as Boas Práticas de Manipulação (RDC 067/2007-ANVISA), para garantir a qualidade. “Por isso o álcool 70% está sendo preparado na farmácia, pelas farmacêuticas responsáveis e não nos laboratórios de ensino. Ressaltando que este produto destina-se ao HUM para a desinfecção de superfícies, pisos, e mãos, cuja eficácia precisa ser assegurada” explica.

Ainda de acordo com ela, a Farmácia Ensino de Manipulação da UEM, vinculada ao Departamento de Farmácia, existe desde 1987 e tem sua Licença de Funcionamento autorizada pela Vigilância Sanitária renovada anualmente.

De acordo com a pró-reitoria de Extensão e Cultura, Débora Sant’ana, outras empresas de Maringá também colaboraram com a UEM, doando as embalagens onde o álcool será colocado para distribuição no HU. “A Copos e Brindes doaram três mil embalagens de 300 ml, a Biofórmula Farmácia de Manipulação, cem embalagens para álcool, e também recebemos as tampas dos frascos que foram doadas por uma empresa que preferiu não se identificar”, destaca.

https://gmconline.com.br/noticias/cidade/apos-doacao-de-usina-uem-retoma-producao-de-alcool-liquido

A Universidade Estadual de Maringá decidiu suspender todas as suas atividades por período indeterminado.A decisão começou a valer nesta quinta-feira, 19. A medida foi tomada por meio de uma portaria.

Nela, a Universidade Estadual de Maringá diz que as atividades administrativas e acadêmicas presenciais estão suspensas por tempo indeterminado. O regime de teletrabalho foi instituído.

Nos serviços considerados essenciais, o trabalho será feito pelo mínimo efetivo e por meio de sistema de rodízio e horário alternativo. O Hospital Universitário Regional de Maringá entra na categoria de serviços essenciais. Em decisão anterior, a UEM já havia suspendido as aulas de pós-graduação de forma presencial.

Em relação aos cursos de graduação graduação, o atual período é o de férias. A previsão é a de que as aulas retornem em abril, já que o calendário acadêmico está mantido.

Foto: Assessoria/UEM

https://gmconline.com.br/noticias/cidade/uem-suspende-todas-as-atividades-por-prazo-indeterminado

O Colégio de Aplicação Pedagógica da Universidade Estadual de Maringá suspendeu as aulas a partir da tarde desta terça-feira, 17. A medida foi tomada porque uma aluna do terceiro ano do ensino médio apresentou sintomas do coronavírus. Segundo a direção do CAP, a estudante e a família dela teriam tido contato com pessoas com suspeita da doença em Londrina há alguns dias.

O Governo do Paraná decretou suspensão das aulas a partir de sexta-feira, 20. Mas, no CAP, os alunos já faltaram nesta terça. Pela manhã, teve aula normal. Durante a tarde, houve a suspensão porque o colégio foi informado do caso da menina com suspeita, explicou um dos diretores do CAP, Sérgio Alvarez.

"Nós tivemos a informação no começo da manhã e procuramos saber o que estava acontecendo.

Conseguimos falar com a família por volta das 10h da manhã, e ela confirmou a situação. A aluna apresentou os sintomas após participar de um evento em Londrina. Ela foi hospitalizada ontem, por volta das 13h e ficou em isolamento, para cumprir os protocolos", declarou.

Existe a suspeita de teste positivo, mas é necessário aguardar que o Governo do Paraná divulgue os dados oficiais. O CAP também suspendeu as aulas para toda esta semana.

Foto: Ilustrativa/Assessoria/UEM
https://gmconline.com.br/noticias/cidade/cap-da-uem-suspende-aulas-por-causa-do-coronavirus

De acordo com a Polícia Militar de Umuarama, os ladrões exigiram as chaves dos veículos do Hospital. Foto: Divulgação/UEM

Bandidos fortemente armados e encapuzados invadiram o Hospital Veterinário da Universidade Estadual de Maringá (UEM), em Umuarama, na madrugada desta quinta-feira, 20. Os criminosos amarraram dois vigilantes que estavam de plantão, furtaram alguns objetos e fugiram em seguida.

De acordo com a Polícia Militar de Umuarama, os ladrões exigiram as chaves dos veículos do Hospital, mas desistiram de levar os carros quando perceberam que alguns estudantes estavam chegando no hospital.

Os dois funcionários foram soltos pelos estudantes. A Polícia Militar fez buscas na região, mas até o momento, ninguém foi preso. A polícia não revelou o que os criminosos levaram.

https://gmconline.com.br/noticias/policial/bandidos-invadem-hospital-veterinario-da-uem-e-amarram-funcionarios

Os profissionais da área da saúde da Universidade Estadual de Maringá pararam motociclistas na Avenida Brasil, no centro da cidade, com uma orientação bem clara: não pilote embriagado e use o capacete de forma correta, com a viseira abaixada e a fivela bem presa ao pescoço.

Parece redundante, afinal tanto se fala dos perigos para quem anda de moto. Mas desta vez não é para reforçar que os motociclistas são os que mais morrem no trânsito. É para alertar sobre uma sequela dos acidentes, muito comum, mas sobre a qual pouco se fala; o trauma de face.

No caso dos acidentes com moto, a vítima geralmente apresenta o caso mais grave de trauma de face, com fratura.

Mais de um quarto dos pacientes atendidos pela equipe da UEM de cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial são vítimas de acidentes de trânsito e estavam em motocicletas.

https://gmconline.com.br/noticias/cidade/motociclistas-recebem-orientacao-sobre-os-riscos-de-fraturas-em-face

Mais Artigos...