Sidebar

25
Seg, Mai

GMC Online
Tools

Mais de 90% das cidades paranaenses não possuem leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), revelou uma pesquisa do Grupo de Estudos e Pesquisa Ambiente, Sociedade e Geotecnologias, em parceria com a Universidade Estadual de Maringá (UEM).

 

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

 

Em quase dois meses de trabalho, os estudos mostraram que 91,7% dos municípios paranaenses não têm UTI; que 57% das cidades não têm ventilador mecânico e que 36% não têm leito de nenhuma espécie. Os dados analisados são do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (DATASUS), do Ministério da Saúde. Assim, caso a pandemia do novo coronavírus fuja do controle, nas cidades pequenas, o sistema de saúde das médias cidades correrá risco. Para o geógrafo Oséias da Silva Martinuci, as cidades polo possuem grande responsabilidade sobre a região em que estão inseridas. 

 

"Quando os casos de covid começarem a surgir nas cidades pequenas, toda a demanda delas irá para as grandes, como Maringá e, por isso, é preciso estar preparado. Isso pode representar o colapso do sistema de saúde, não só nessas cidades menores, mas também nas que estão encarregadas dos tratamentos", armou.

 

https://gmconline.com.br/noticias/parana/mais-de-90-das-cidades-do-parana-nao-tem-leitos-de-uti