Sidebar

21
Qui, Nov

GMC Online
Tools

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) deu na sexta-feira (6) mais um passo importante visando a aproximação com a sociedade local por meio do lançamento do Projeto "Conexão UEM - Ensino Médio", pelo qual estudantes do último ano do ensino médio das escolas públicas poderão cursar, a título de aluno ouvinte, disciplinas nos cursos de graduação da Universidade.

No início da tarde, numa das salas da Biblioteca Central da UEM, a pró-reitora de Ensino, Leila Pessôa da Costa, explicou a uma turma de estudantes convidados as regras para o funcionamento do projeto, em nível de ensino, proposto e desenvolvido pela própria PEN.

As disciplinas ofertadas foram apresentadas dentre aquelas cujos professores consultados pelo Projeto concordaram em disponibilizá-las no segundo semestre deste ano. Por conta da greve ocorrida entre 26 de junho a 13 de agosto, as aulas se estenderão por dezembro e janeiro.

Cada aluno poderá cursar uma disciplina e caso haja mais de um pretendente a vaga será definida em sorteio. As aulas têm início nesta segunda-feira (9), nos turnos da manhã, tarde e noite, e os estudantes contemplados assumirão compromisso de não abandonar a disciplina antes do final, pois a frequência deles será monitorada pela UEM.

                                    Foto: Divulgação/UEM

Esta frequência é imprescindível para a emissão do certificado de participação ao encerramento das aulas. Leila pediu comprometimento aos interessados, porque eles precisam ter a consciência de que estarão ocupando o lugar de outro aluno interessado, mas não contemplado, além de não estar contribuindo para o objetivo do Projeto.

O projeto “Conexão UEM - Ensino Médio" está interessado no processo, em como ocorrerá a experiência e a vivência dos alunos. Por isso, a Pró-Reitoria de Ensino promoverá reuniões com os estudantes para analisar o relatório que eles terão que produzir semanalmente.

A ideia é que estes encontros sirvam de base para que os responsáveis pelo Projeto avaliem o grau de satisfação dos participantes.

Leila falou sobre a possibilidade de ampliar a oferta de disciplinas na maior quantidade de cursos, já que nem todos os professores foram convidados pela PEN para aderir ao Projeto.

Ainda segundo a pró-reitora, os docentes consultados acharam a iniciativa ótima.

Foto: Divulgação/UEM

A diretora de Ensino de Graduação, Luciana Martimiano; e a responsável pela Divisão de Apoio Pedagógico da PEN, Alessandra Wihby, também participaram da cerimônia de lançamento do "Conexão UEM - Ensino Médio". Ambas também ajudaram a esclarecer dúvidas sobre o projeto e falar como ele vai funcionar.

Para a solenidade compareceram, a convite, alunos do Colégio de Aplicação Pedagógica (CAP), da UEM; e dos colégios estaduais Doutor Gastão Vidigal e Thomaz Edson de Andrade Vieira.

Duas professoras deste último também estiveram presentes.

https://www.gmconline.com.br/noticias/cidade/alunos-de-escolas-publicas-podem-cursar-a-uem-como-ouvintes