curso-cinema-2019.jpg

A proposta é a divulgação da cultura e conhecimento por meio da pedagogia do cinema

O Câmpus Regional da Universidade Estadual de Maringá (UEM) de Cianorte, por meio do Laboratório de Educação e Complexidade, realiza nessa sexta-feira (29), a Roda de Conversa ‘O que o Cinema pode provocar na Formação? Aprendizagens e desaprendizagens nos espaços e tempos da educação’, com Valeska Fontes de Oliveira, pedagoga, doutora em educação e professora do programa de pós-graduação em educação da Universidade Federal de Santa Maria.

Na roda de conversa, Valeska vai abordar o trabalho realizado pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação em Imaginário Social (Gepeis), o qual coordena e trabalha com a teoria do imaginário social na formação de professores em redes de pesquisas nacionais, tendo o cinema como dispositivo de formação, como mediador capaz de provocar aprendizagens e desaprendizagens na docência.

“A imaginação criadora, é um trabalho transdisciplinar que pode envolver vários professores e pelo cinema também podemos alcançar alguns temas da cultura brasileira, temas com filmes nacionais. Temos divulgado bastante o cinema nacional e a provocação de alguns temas como as questões da diversidade, étnico-raciais, as questões dos povos originários, usando o cinema como uma linguagem” explica Oliveira.

O Gepeis desenvolve um trabalho nas escolas com a formação continuada de estudantes e de professores provocando a questão do professor se entusiasmar com essa linguagem e entrar num processo de criação. “A produção com criação envolvendo também os professores a conhecer a linguagem cinematográfica, a linguagem audiovisual, como se trabalha com ela e o potencial que ela tem no trabalho dentro da educação” conclui Valeska.

A roda de conversa tem início às 19h, pelo Google Meet, e as inscrições podem ser realizadas pelo Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..