Tools

f1bd86e94de149dea9c58ff3ff689bc9

Evento tem apoio da UEM e deve reunir ativistas de todo o Brasil

Elas já protagonizaram cenas em filmes como ET: o extraterrestre, Perigo por Encomenda ou Butch Cassidy and the Sundance Kid (Dois Homens e um Destino). Também estão na ordem do dia quando o assunto é mobilidade urbana. Estamos falando das bicicletas, cujas peculiaridades e forte apelo como meio de locomoção sustentável estarão no centro do debate nos quatro dias do Encontro Brasileiro de Mobilidade por Bicicleta e Cicloativismo (Bicicultura 2019), que começa nesta quinta-feira e segue até domingo (14 a 17).  

A programação envolve atividades como palestras, workshops, exibição de filmes, atrações musicais e rodas de discussão, todas acerca do tema Cicloativismo, Memória e o Agora

Um dos destaques da programação vai ser o Desafio Intermodal, que consiste em um teste feito para comparar a eficiência de diversos modais de transporte com a bike. Para isso, os modais “desafiantes” saem todos juntos de um local em direção a um destino comum.

 

Abertura

O evento, que tem apoio da Universidade Estadual de Maringá (UEM), começa nesta quinta-feira, dia 14, com um "pedal" que deverá ter participação do prefeito Ulisses Maia, do vice-reitor Ricardo Dias Silva e do deputado estadual Goura Nataraj (PDT). Com saída prevista para 16h40, em frente à Prefeitura, o grupo seguirá em direção ao auditório Dacese, no câmpus da UEM, onde será realizada a cerimônia de abertura, marcada para às 17h.

A palestra de abertura vai contar com a presença de Goura, que é cicloativista e defensor de políticas de mobilidade urbana com foco nas bicicletas. Também está agendada uma palestra com a pesquisadora da USP (Universidade de São Paulo) Letícia Lindenberg Lemos, que relaciona a discussão de mobilidade urbana aos debates sobre igualdade de gênero.

No sábado (16) terá lançamento do filme "Afuá, a Cidade das Bicicletas", da cineasta, fotógrafa e cicloativista Renata Falzoni. O filme conta a história da cidade paraense de Afuá, que foi construída sobre plataformas de palafitas, tem pouco mais de 30 mil habitantes e a bicicleta como principal meio de transporte. 

Na mesma noite também haverá exibição do documentário "Vou de Bike: Mobilidade Urbana e o Direito à Cidade em Maringá". Produzido pela Circular Cultural, o filme acompanha ciclistas e cicloativistas para analisar o cenário e as perspectivas da mobilidade urbana na cidade. 

O Bicicultura 2019 continua com atividades nos dias 15, 16 e 17 de novembro. Para consultar a programação completa e outras informações, clique no website do evento.

 

Sobre o encontro

O Bicicultura é um encontro anual organizado para celebrar e impulsionar a cultura da bicicleta como meio de mobilidade nas cidades brasileiras. Pensado para ser um espaço de convívio, compartilhamento de conhecimento e formação de alianças entre ciclistas, cicloativistas e interessados, de todos os setores sociais, o encontro também tem o objetivo de aprofundar as discussões políticas, tecnológicas, culturais e econômicas em relação ao uso da bike.

Com o tema central Cicloativismo, Memória e o Agora, esta edição busca resgatar a importância da preservação da história dos movimentos sociais. Nessa proposta, convida os ciclistas a resgatarem e compartilharem suas próprias vivências.

O encontro é idealizado pela União de Ciclistas do Brasil (UCB). Em Maringá, está sendo organizado pela Ciclonoroeste com apoio da Associação Cultural Céu de Capricórnio, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Revista Ciclotur, Bicicletaria Cultura de Curitiba, CicloIguaçu , da UEM, da Prefeitura de Maringá, da Circular Cultural, Mundo Livre FM e do grupo de discussão BR Cidades, da UEM.

uem tv