Tools

Ensino de Ingles na UEM 9840

A partir de 2020 haverá atividades aos estudantes de Letras e de toda comunidade acadêmica

Durante três anos, a Universidade Estadual de Maringá (UEM) vai receber bolsistas norte-americanos da Fulbright para atuarem como assistentes de ensino de língua inglesa em período integral. A partir de fevereiro serão desenvolvidas atividades presenciais e a distância aos acadêmicos de Letras e a toda a comunidade acadêmica, de todos os câmpus. A cada ano haverá um par desses professores.

Ainda não houve divulgação dos nomes dos primeiros docentes que virão. No entanto, Sandra Schiavi, assessora do Escritório de Cooperação Internacional (ECI) da UEM, adianta que trarão novas metodologias tanto nas disciplinas da licenciatura em Letras: Português/Inglês, “valorizando a formação e a relevância social dos profissionais formados no curso”, quanto em workshops e eventos voltados principalmente a conversação e uso de inglês para fins acadêmicos.

A vinda dos estrangeiros é possibilitada por meio de edital da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e da Comissão Fulbright Brasil, do qual a UEM foi selecionada. “Contribuirá com a internacionalização da universidade, expondo a comunidade ao idioma de maneira mais frequente, colaborando, assim, para o desenvolvimento linguístico dos envolvidos”, explica Josimayre Novelli, diretora do Núcleo de Educação a Distância (Nead) da UEM.

Saiba mais – O projeto aprovado é coordenado pela professora Luciana Cabrini Simões Calvo, do Departamento de Letras Modernas (DLM) e do Programa de Pós-Graduação em Letras (PLE). Novelli é a coordenadora-adjunta. Com o aceite da Capes e da Fulbright, agora haverá reuniões das coordenadoras com pró-reitores para ajudar a finalizar as orientações de como os trabalhos serão desenvolvidos.

Também fazem parte da equipe do projeto: Schiavi e a docente Célia Regina Lessa Aleixo Devico, chefe-adjunta do DLM, e Milena Paula de Oliveira Alonso, professora do Instituto de Línguas (ILG). Essa ação de inclusão de assistentes norte-americanos para ensino de língua inglesa faz parte do Laboratório de Internacionalização do Conselho Americano de Educação, em que a UEM participa desde que foi convidada pela Capes e pela Fulbright.

uem tv