Tools

Semana do Economista 2019

Outro destaque é o papel do profissional na área; inscrições como ouvintes ainda são aceitas

Debater os caminhos alternativos para a busca do desenvolvimento local e regional, aproveitando as potencialidades de Maringá e do entorno, será o foco da Semana do Economista da Universidade Estadual de Maringá, que começa, nesta terça-feira (17), trazendo uma programação diversificada.

Além de palestras, minicursos, mesa-redonda, apresentação de artigos e pôsteres, o evento terá outras atividades, como uma assembleia estudantil e uma roda de conversa com ex-alunos do curso de ciências econômicas da UEM.

A abertura oficial terá início amanhã (17), às 19h30, com uma atividade cultural na qual a estudante do 4º ano de Economia, Jéssica Galhardo Teixeira, violeira da orquestra maringaense de viola caipira, comandará um espetáculo de meia hora de duração.

Em seguida, no mesmo local, auditório 13 do bloco C-34, às 20 horas, o economista Luiz Antônio Rubin fará uma conferência sobre "Mediação e arbitragem: uma visão sucinta".

Ex-conselheiro do Conselho Federal de Economia (Cofecon), Rubin é mediador e árbitro da Câmara de Mediação e Arbitragem do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea/PR), da Câmara de Mediação e Arbitragem do Paraná e, ainda, atua como mediador e conciliador do Tribunal de Justiça do Paraná.

Na palestra, ele visa apresentar aos estudantes de Economia uma alternativa de atuação profissional, ou seja, em Câmaras de Mediação e Arbitragem. Isso, levando em conta que o relacionamento humano, seja no âmbito interpessoal ou entre instituições, é permanentemente marcado pelo conflito. No estudo das relações humanas surgem os métodos alternativos de resolução de litígios, como a negociação, a conciliação, a mediação e arbitragem. 

Evento de natureza científica, a 34ª Semana do Economista tem como público alvo estudantes de graduação e pós-graduação, professores, profissionais e a comunidade externa.

O evento se constitui numa ocasião para o estabelecimento de uma agenda de debates, reflexões, investigações técnicas e científica sobre as perspectivas e os desafios para o Brasil encontrar seu caminho para o desenvolvimento econômico, identificando o papel do economista neste contexto. 

Palestra especial

Também é um Fórum para minicursos sobre temas atuais  que podem influenciar a atuação profissional do economista; além de ser uma oportunidade para, entre outras coisas, socializar a pesquisa dos estudantes de graduação e pós-graduação de economia da UEM, por meio da apresentação de artigos e pôsteres.

Para esta edição, a Semana do Economista convidou o professor Joaquim Bento de Souza Ferreira Filho, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (USP), para fazer uma palestra especial.

Ele vai abordar o tema " Mudanças climáticas na agricultura e o desenvolvimento econômico", na quinta-feira (19), auditório 13, bloco C-34, a partir das 19h30.

Bento, como é mais conhecido, tem graduado em Agronomia, mestrado e doutorado em Economia Aplicada, além de pós-doutorado na Monash University. 

A conferência se propõe a apresentar os impactos socioeconômicos potenciais que as mudanças climáticas projetadas para 2040 podem ter sobre a agricultura e a economia brasileira e suas diferentes regiões. Estas mudanças climáticas tem como efeitos a perda de áreas aptas para culturas agrícolas e a retração do Produto Interno Bruto (PIB) real, com importantes efeitos sobre o desenvolvimento econômico.

De acordo com o presidente da comissão organizadora do evento, professor Julyerme Mathias Tonin, do Departamento de Economia da UEM, a ideia na escolha do tema central da Semana do Economista foi trazer à tona a discussão sobre os caminhos para o desenvolvimento local e regional tendo em vista a situação econômica e política que o País atravessa no momento.

Neste sentido, por meio das palestras e dos minicursos programados o objetivo será identificar as ilhas de excelência existentes nos municípios de Maringá e região que possam alavancar o desenvolvimento local e regional, oferecendo, ao mesmo tempo, novas oportunidades de atuação ao profissional de Economia.

O auditório 1 e algumas salas do bloco C-34 também serão utilizados para as atividades da Semana, incluindo as apresentações de artigos científicos pelos estudantes de graduação e de pós-graduação.

Embora o prazo para a submissão de trabalhos esteja encerrado, ainda é possível fazer, apenas pela Internet, até a quinta-feira (19), a inscrição como ouvinte.

A organização do evento envolve especialmente o Departamento de Economia (DCO) e o Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CSA), da UEM, com o apoio de diversos parceiros.

Toda a programação pode ser vista por meio do site, onde o interessado também encontra outras informações. O telefone para contato é (44) 3011-4905. O e-mail é "séEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.".