Tools

BASE DE DADOS

Com base em 2018, a publicação traz informações detalhadas das áreas acadêmica e administrativa

Fonte de consulta indispensável para conhecer os números gerais sobre a Universidade Estadual de Maringá, a Base de Dados 2019, em sua 32ª edição, está disponível online e pode ser acessada gratuitamente por qualquer interessado.

Tendo como suporte os números de 2018, a publicação reúne, em textos, fotos e gráficos, informações a respeito do ensino de graduação e de pós-graduação, pesquisa, extensão e cultura, recursos humanos e planejamento.

Também mostra em detalhes dados sobre os rankings, núcleo de processamento de dados, complexo de saúde, complexo agrário, complexo esportivo e complexo de cultura. Traz, ainda, número envolvendo os museus da instituição, o Complexo de Centrais de Apoio à Pesquisa (Comcap), e outros setores como a Escola de Música, Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati), Escritório de Cooperação Internacional (ECI) e o Colégio de Aplicação Pedagógica (CAP).

Conforme o reitor Julio César Damasceno e o vice Ricardo Dias Silva, ao dar acesso, de maneira clara e objetiva, a um conjuntos de informações da Universidade Estadual de Maringá, a UEM consegue "evidenciar o tamanho e a importância da nossa instituição, que está completando 50 anos de criação e se consolida como um patrimônio científico e cultural do Paraná". 

Eles destacam que os números apresentados "dão mostras de que a UEM é uma força que, mesmo diante de um cenário de incertezas, consegue atingir ótimos índices e se destacar cada vez mais em rankings nacionais e internacionais". 

3818524512 base de dados com 500 000 empresas nacionais

Para Damasceno e Silva, os indicadores contidos no material conferem à UEM uma posição privilegiada na produção científica, na titulação dos docentes, nos recursos didáticos e na estrutura dos cursos. E lembra também que a Base de Dados é um esforço de dar ainda maior transparência na atual gestão, prestando contas à sociedade. 

"No final das contas, é uma demonstração da somatória do trabalho, dedicação e esforço cotidiano de milhares de profissionais e alunos que, ao longo destes 50 anos, contribuíram para a construção deste patrimônio que é a Universidade Estadual de Maringá", assinalam.

Na avaliação do pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, João Marcelo Crubelatte, e da diretora de Planejamento e Orçamento, Márcia Samed, a Base de Dados 2019 mostra, em números principalmente, uma Universidade que se consolida como uma das mais importantes do País, seja no ensino de graduação, de pós-graduação, na pesquisa, na extensão e na prestação de serviços à sua comunidade e ao Brasil. 

Database Improvement Solutions

"Se ao primeiro olhar os dados aqui apresentados parecem compor uma perspectiva fria e até insensível de abordagem, ao olhar mais atento e paciente eles revelarão uma história de grandeza, a soma do trabalho, dedicação e esforço cotidiano de milhares de profissionais e alunos que, dia após dia, dão vida e fazem avançar, em direção à sua vocação institucional, esta Universidade Estadual de Maringá", declaram.

De acordo com Crubelatte e Samed, a UEM retratada na publicação, "em números, imagens e texto, é, também, expressão da cidade e da região que a acolhe e que, com ela, se desenvolvem".