Tools

sorrir concurso

Atividades serão realizadas sobre em escolas de Sarandi e Paiçandu

O Projeto Sorrir com Saúde, do Departamento de Odontologia da Universidade Estadual de Maringá (UEM), promove o 3° Concurso Cultural. Este ano, a temática é “Saúde Bucal e a importância do uso do fio dental”. O concurso tem como objetivo estimular práticas saudáveis nas famílias dos alunos do ensino fundamental.

Em 2017, a proposta foi a produção de um desenho e uma redação com o tema “A importância da saúde bucal no meu dia a dia”; em 2018, a garotada foi estimulada a fazer um desenho e uma frase sobre a "Família sorridente".

Em 2019, vão participar os estudantes de 6 a 12 anos matriculados no período vespertino, na Escola Darci A. Pereira Mochi, no município de Sarandi; e os estudantes de 5 a 14 anos, do período matutino, da Escola Pedro Françozo em Paiçandu.

A iniciativa será realizada em três etapas. Primeiramente, a equipe do Projeto vai realizar atividades de contação de uma história. O enredo envolve duas crianças que, apesar de irmãs gêmeas, cada uma teve uma história diferente em relação aos cuidados de saúde. Uma delas manteve todos os dentes até a idade avançada e a outra, pelo contrário, perdeu todos os dentes e precisou gastar muito dinheiro para tratar as doenças bucais, até colocar uma dentadura. “Esta história será contada e discutida pelos membros do projeto em sala de aula para estimular a participação dos alunos no concurso e para que eles possam conversar sobre o tema com suas famílias”, explica a coordenadora do Sorrir com Saúde, professora Mitsue Fujimaki.

Na segunda etapa, os alunos até o segundo ano deverão realizar um desenho e as crianças maiores (terceiro ao quinto ano) vão elaborar uma pergunta e uma resposta sobre a temática "Saúde Bucal e a importância sobre o uso do fio dental".

Julgamento - Essa produção será avaliada por uma Comissão, composta por membros do projeto, das escolas envolvidas, da comunidade e da área da saúde para a escolha dos três melhores desenhos e das três melhores perguntas e respostas. Os critérios serão: melhor conteúdo e criatividade. Será estabelecida uma nota de 0 a 10. As melhores pontuações ganham a competição.

“Paralelamente ao concurso dos alunos, os professores também serão convidados a participar, estimulando os estudantes à escovação durante a permanência na escola, e também serão premiados. A nossa proposta é enfatizar a importância de se obter e manter hábitos saudáveis desde a infância, incluindo o uso de fio dental, mostrar aos alunos e suas famílias o impacto que a saúde bucal exerce no dia a dia, influenciando diretamente no bem estar em todas as fases da vida”, explicou a professora Mitsue.

As atividades do concurso acontecem no dia 13 de agosto, em Sarandi, e no dia 14, em Paiçandu. A premiação ocorrerá no dia 24 e 25 de setembro, nos municípios.

Equipe - Participam desta iniciativa residentes do Programa de Residência em Saúde Coletiva e da Família da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Thais Akemi Sako, Frida Budach, Gabriela dos Santos Ribeiro Rocha e Márcia Cristina da Silva; as bolsistas do Programa Universidade Sem Fronteiras Anne Cristina Moreira Dal Pra e Sabrina Noguti Silva; e a acadêmica de Estatística Angélica Nascimento dos Santos. Na equipe ainda estão profissionais da saúde bucal do município de Sarandi, Alessandra Vargas Rezende Bonilha, Angélica Watanabe, Naiade Lanziani Janeiro; as agentes de saúde bucal Lindinalva da Silva Alves Moreira e Angela Cruz de Moraes; e as técnicas de saúde bucal Marli Araujo de Brito e Margarida Ferreira dos Anjos. O grupo é apoiado pela diretora Adriana Junqueira Arnaldo Flausino, da escola de Sarandi. Em Paiçandu, a dentista Mirlene Ventura Lacerda e a estagiária Gabriela Uliana Rodrigues Caetano participarão das atividades, com o apoio da diretora Janice Fornazza, da Escola Municipal Pedro Françozo.

uem tv