duas na foto

Inscrição são gratuitas e podem ser feitas, até amanhã (quinta, 20), na Unati; palestra será sexta-feira

Numa palestra direcionada às pessoas idosas, na sexta-feira (21), às 9h30, no bloco I-12, câmpus sede da Universidade Estadual de Maringá, a professora Débora Regina de Oliveira Moura Abreu, do Departamento de Enfermagem (DEN), vai abordar a questão do idoso e a mobilidade urbana e apresentar um relato de experiência com o título "As fraturas que não se vêem".

Na palestra intitulada "“A terceira margem do trânsito: as fraturas que não se vêem”, Débora ainda apresentará os dados epidemiológicos mundiais, nacionais, estaduais e municipais sobre acidentes e também falar sobre as principais políticas nacionais de trânsito e o impacto no Estado do Paraná.

idoso dirigindo

Ela fez o curso de doutorado com pesquisa nesta área e a tese defendida pela professora analisou as 593 mortes acontecidas de 2008 a 2015, no município de Maringá, a maioria nos meses de junho e agosto, principalmente às quintas-feiras à noite.

Antes da palestra de Débora, o coordenador do Programa Vida no Trânsito em Maringá, Rafael dos Santos Martins, da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), vai fazer, às 10 horas, uma apresentação sobre o projeto "A pessoa idosa e o trânsito", da Semob.

As duas conferências integram a programação da Semana Nacional do Trânsito em Maringá e ainda marcarão o lançamento, na UEM, do projeto "A pessoa idosa e o trânsito".

O evento faz parte do Programa Vida no Trânsito (PVT), ao qual estão ligadas as professoras Thais Aidar de Freitas Mathias e Débora Regina de Oliveira Moura Abreu, do Departamento de Enfermagem (DEN), na condição de integrantes da Comissão de Dados do PVT.

As palestras, gratuitas, estão abertas à participação dos idosos em geral e aos idosos alunos da Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati), da UEM. Os interessados deverão se inscrever até, amanhã (20), na secretaria da instituição, bloco 123 (sala 1), ao lado do prédio da Reitoria, no horário de expediente da UEM. Quem quiser pode se inscrever pelo telefone (44) 3011-8995 ou pelo e-mail "Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.". 

Débora convidou os alunos da Unati para as palestras porque, conforme ela, a instituição tem mais de 400 idosos matriculados e eles são o público alvo das conferências. 

Dados obtidos pela professora mostram que eram idosas as duas primeiras pessoas mortas no trânsito de Maringá neste ano. Segundo ela, muitos idosos estão dirigindo veículos na cidade.