Tools

 Diagnósticos do presente 1

O livro reúne textos de pesquisadores da Psicologia, Filosofia, Educação, História e Publicidade

Diagnósticos do Presente é mais novo lançamento da Eduem (Editora da UEM), uma organização dos professores Marcos Nalli e Sonia Regina Vargas Mansano. A obra reúne texots de pesquisadores filiados às áreas da Psicologia, Filosofia, Educação, História e Publicidade, que utilizam as teorias de Michel Foucault.

A Editora oferta 40% de desconto nas aquisições realizadas diretamente na Livraria Eduem, localizada no Bloco F05, câmpus sede da Universidade Estadual de Maringá.

Acesse o site www.eduem.uem.br e a página no Facebook www.facebook.com/livrariaeduem.

Sinopse

É comum, em nossos dias, nos depararmos com enunciados do tipo: 'O que está acontecendo conosco?'; 'Onde vamos parar?'; 'Do jeito que está não dá!' Cada um deles, a seu modo, oferece indícios de que mudanças, dos mais variados matizes, estão em curso e elas surpreendem pelas mais diversas vias: seja pela sua emergência abrupta, sejam pelo incômodo que geram, seja ainda, por nossa dificuldade de acolhê-las e lhes dar sustentação. Assim, o desafio de produzir algum tipo de compreensão sobre o vivido, traçando diagnósticos sobre o presente, foi assumido por este grupo de pesquisadores filiados às áreas da Psicologia, Filosofia, Educação, História e Publicidade, e que estão atentos à transformação social e a seus efeitos subjetivos em nossas vidas. Adotando uma inspiração foucaultiana, os autores seguiram os passos desse pensador que, ao comentar suas obras, afirmou: “procuro diagnosticar, realizar um diagnóstico do presente: dizer o que somos hoje e o que significa, hoje, dizer o que nós dizemos” (FOUCAULT, 1967). Se algum diagnóstico sobre o presente é possível, isto se deve ao próprio modo de operá-lo: sempre provisório, parcial, perspectivo e, até mesmo enviesado. Precisamente por isso, o traçado de análises diagnósticas sobre o presente não pode se comprometer com uma verdade, absoluta e imutável. Seu mérito é tomar em consideração as turbulências e tensões de nossas vidas, que são múltiplas. Uma vez que os enunciados acima mencionados estão se disseminando no social, coube a tarefa de sustentar, com paciência e insistência, as forças emergentes nesse campo problemático que se configura no presente, desenhando diagnósticos parciais sobre os modos de viver que estamos ajudando a construir.