PRIMEIRA REUNIAO NA SEDE

A Associação dará início ao cadastramento de novos sócios entre os servidores da UEM e a comunidade em geral

A Associação dos Amigos do Hospital Universitário Regional de Maringá (AAHU) acaba de se instalar em uma sede própria. O novo escritório promete dar agilidade e transparência às ações da entidade. A segunda reunião da Associação na sede nova foi realizada nesta quinta-feira (27), às 19 horas. O novo espaço fica na avenida Mandacaru, bem em frente ao Hospital Universitário. Segundo a presidente da entidade, Miram Bardeja, “agora as pessoas vão ter como nos contatar. Isso é importante, porque vai dar transparência ao nosso trabalho e possibilidade de nós realizarmos muito mais pelo HUM”.

Em março, a nova presidente tomou posse na Associação, que tem o objetivo de arrecadar fundos, por meio de doações e contribuições de toda a comunidade, para a realização de melhorias no Hospital Universitário. As demandas do HUM são repassadas para a Associação por meio de ofícios encaminhados pela Superintendência do hospital e entram na programação da AAHU.

Nos últimos meses, a Associação vem realizando várias ações. Na primeira reunião, realizada no dia 24 de junho, foi definido um convênio com a Pró-Reitoria de Recursos Humanos da UEM para liberar o débito automático na folha de pagamento para que os servidores da UEM possam contribuir com a AAHU. “Eles vão poder doar de forma determinada, uma vez, ou liberar um desconto mensal. Isso será muito importante. Como já formalizamos a operação, agora estamos organizando um trabalho de conscientização dos funcionários, por meio de uma campanha”, explicou a presidente.

A Associação está desenvolvendo, ainda, um site, para viabilizar doações on-line, além de divulgar as ações da AAHU e prestar contas à sociedade. Quem está trabalhando nesta tarefa é Fábio Moribe, um dos voluntários. O grupo também está em contato com a jurídica da UEM para estudar a possibilidade da doação de um terreno da Universidade que possa abrigar a Casa de Apoio ao Paciente do HUM, um sonho antigo da entidade. Fora isso, já fechou parceria com os grupos voluntários que atuam no Hospital oferecendo a estrutura da sede para que eles possam desenvolver suas ações de forma mais organizada.

“Também estamos modificando o Estatuto da Associação para acompanhar às mudanças do Código Civil, que propõe novas normas para a prestação de contas. A entidade precisa se adaptar, inclusive, para conseguir se cadastrar e arrecadar recursos por meio da Nota Paraná”, detalhou a assessora jurídica da entidade, Claudia Escame.

Recursos –  Em relação ao investimento de recursos, a última grande ajuda da Associação ao HUM foi de R$ 34 mil. Essa verba pagou os projetos complementares (hidráulico, elétrico, de segurança etc.) da obra do Centro de Atendimento Integrado. O novo serviço será uma Unidade de Saúde Física e Mental, ligada ao Hemocentro Regional de Maringá, que vai oferecer assistência na reabilitação física de pacientes com anemia falciforme além de abrigar um Serviço de Atendimento ao Autista. “Os responsáveis pela obra precisavam apresentar esses projetos para liberarem os recursos de emendas parlamentares que já estavam disponíveis na Caixa Econômica. Como a Universidade não tinha esse dinheiro, passou a demanda para a Associação, que fez o pagamento", explicou a presidente da AAHU.

Nos últimos seis anos, a Associação empregou R$ 865 mil no Hospital, na compra de um automóvel van Fiat Ducato, de 16 lugares; na construção de um anfiteatro; na compra de equipamentos para os centros cirúrgicos e para a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal; além da aquisição de uma lavadora de roupas, que custou R$ 160 mil reais e tem capacidade para lavar 140 quilos. Esses recursos foram arrecadados basicamente em bazares que comercializaram produtos doados pela Receita Federal.

Segundo a diretora financeira da Associação, Maria Celenei de Oliveira, por causa dos últimos repasses, a entidade está precisando refazer o caixa, visto que a Receita ainda não liberou mercadorias para a realização de mais um bazar. Por isso, além de viabilizar o desconto em folha para os servidores da UEM e do HUM, colocou à disposição a conta corrente da Associação para receber doações. “Os servidores que quiserem contribuir podem mandar um e-mail para a Associação (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.), solicitando a ficha de liberação do desconto em folha. Depois de preencher, ele nos avisa para irmos buscar o documento pessoalmente com ele e entregar ao RH para que o desconto seja feito. Mas se você não é servidor, pode também contribuir com a Associação fazendo um depósito na Caixa Econômica Federal, agência 3177, conta corrente 01057-3, Operação 013. Quem quiser saber qualquer outra informação sobre o trabalho da nossa entidade, venha nos visitar. Ainda não temos telefone, porque estamos cotando uma linha com acesso à internet. Mas nossa sede está de portas abertas. Fica na avenida Mandacaru, 1811, sala 4”, informou Celenei.