Tools

2017-06-16 aluno de medicina  MG 6758

Mateus Benvenutti é um dos 12 brasileiros que concorrem a uma das 16 vagas no Elsevier Hacks, que este ano será sediado na Finlândia

O acadêmico do 5º ano de medicina da UEM, Mateus Benvenutti, inscreveu um projeto, se tornando um dos finalistas do concurso organizado pela Elsevier, uma editora de periódicos e conteúdos ligados à ciência médica. Ele agora aguarda, entre 95 jovens ao redor do mundo, a uma das 16 vagas para o evento deste ano, sediado na Finlândia. 

No Brasil, 12 trabalhos foram selecionados pela Elsevier Hacks. Considerando as frequentes mudanças para diagnósticos e tratamento de doenças, de acordo com Benvenutti, é necessário um filtro para artigos mais relevantes e atualizados de periódicos importantes.

A proposta do acadêmico consiste na criação de um aplicativo para a plataforma Android, que estimule a leitura de artigos científicos, facilitando a rotina diária entre estudantes de medicina. “Um aplicativo otimizaria o tempo de consulta de estudantes e pesquisadores”, defende Benvenutti.

Neste concurso, o público decide qual projeto deve representar o Brasil na Finlândia, em agosto. O estudante ainda gravou um vídeo, pedindo voto para o projeto que representa a UEM no Elsevier Hacks 2017. A votação, que termina nesta quinta-feira (22), às 9 horas, é feita on-line e qualquer pessoa pode participar. Basta clicar em Mateus Benvenutti no site do concurso.