As soon as you open an account Bet365 will send you a 10 digit Offer Code via email. Receive Your £200 bet365 Welcome Promo Bonus plus £50 Mobile Promo

Ferramentas

fachuem-media

Carta Aberta da Comissão em Defesa da Universidade Estadual de Maringá aos cidadãos paranaenses

Prezados cidadãos e cidadãs do Paraná, em especial de Maringá e Região, nós, da COMISSÃO EM DEFESA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ, constituída em reunião realizada em 17 de abril de 2017, preocupados com o destino da NOSSA UEM, Patrimônio Público do Povo do Paraná, externamos nosso compromisso em defesa desta instituição de ensino superior. A proposta é garantir o futuro da UEM, a formação de pessoas, o desenvolvimento de pesquisas e a oferta de serviços à sociedade, com alto padrão de  qualidade, pautados no espírito público. 

Nos últimos anos, as universidades públicas do Paraná têm sofrido com a não reposição do quadro de professores e agentes universitários e com os cortes orçamentários para as despesas de custeio. 

Essas medidas vêm prejudicando as atividades na UEM, comprometendo a formação acadêmica e colocando em risco a excelência do ensino, pesquisa e extensão alcançados ao longo de quase 50 anos de história.  

Os maiores danos são sentidos pelos cursos criados a partir de 2010, muitos dos quais não contam com professores efetivos em seus quadros. Outro agravante é a falta de infraestrutura. Hoje, a Universidade convive com a triste realidade de obras inacabadas. São 36 construções paralisadas, das quais 15 de grande porte, sem os recursos financeiros necessários para a conclusão. 

Com 69 cursos de graduação, 52 de mestrado, 26 de doutorado, 60 de especialização, 450 projetos extensão e 920 projetos de pesquisa, a UEM é reconhecida como uma das melhores universidades do Brasil. 

Porém, a continuidade da política de cortes certamente se refletirá na qualidade dos serviços prestados, na formação de alunos e na produção de pesquisas, significando a rápida degradação deste importante Patrimônio Público do interior do Paraná, comprometendo o futuro da UEM, uma das melhores universidades do Brasil e América Latina em todas as áreas do conhecimento.

A UEM foi criada a partir da vontade da comunidade maringaense e da região, que soube firmar coalizões externas e atuar para que o governo da época assinasse o projeto de lei de criação da Universidade. Como teria sido o desenvolvimento regional sem a presença da UEM? Deixaremos que esse exitoso projeto seja comprometido? 

Por isso, nós da COMISSÃO EM DEFESA DA UEM somos contrários à continuidade dos cortes orçamentários, à falta de reposição de agentes universitários e professores efetivos, em regime de dedicação exclusiva. Nosso objetivo é unir esforços e, de forma organizada ampliar o canal de comunicação com o Governo do Estado, dialogando em prol da Universidade e garantindo que esse Patrimônio Público continue se desenvolvendo conforme idealizado. 

Considerando que o sucateamento é um problema que atinge as demais universidades estaduais, convidamos toda a sociedade paranaense a se unir na ação em defesa das Instituições Públicas de Ensino Superior, Patrimônio Público do Interior do Paraná.

Assinam este documento: 

Ulisses Maia - Prefeito de Maringá.

D. Anuar Battisti - Arcebispo da Arquidiocese de Maringá.

Pr. Noel Cruz - Presidente da Ordem dos Pastores de Maringá.

Carlos Mariucci - Câmara Municipal de Maringá.

Sidney Teles - Câmara Municipal de Maringá.

Ana Cláudia Bandeira - Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Maringá).

Mohamad Ali Awada - Associação Comercial e Industrial de Maringá (Acim).

Ilson da Silva Rezende - Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem).

Carlos Alexandre Ferraz - Sindicado da Indústria do Vestuário de Maringá (Sindvest).

Álvaro Pereira da Silva - Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Paraná (Sinduscon-Nor).

Walter Fernandez - Sindicato dos Empregados no Comércio de Maringá (Sincomar).

Aline Stocco - Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Paraná (Sindmetal).

Dirceu Gambini - Convention Visitors Bureau de Maringá.

Edmilson A. Silva - Seção Sindical dos Docentes da UEM (Sesduem).

Nelson Garcia - Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Maringá (Sinteemar).

Sidinei Silvério da Silva – Associação dos Funcionários da UEM

Elaine Rosely Lepri- Associação dos Docentes da UEM (Aduem).

Leonardo Fagundes - Diretório Central dos Estudantes (DCE).

Virgílio Marchesini - Movimento Brasil Livre. 

Marcos Roberto Silva – Centro Acadêmicos de Engenharia Elétrica