Tools

2016-happy-new-year

Se 2016 foi um ano de enfrentamentos, o cenário para 2017 anuncia que ainda há muito por fazer. Os resultados poderão vir a partir da união de esforços e ideais em torno de um objetivo comum

 Um olhar retrospectivo sobre 2016 deixa uma certeza: o desarranjo econômico do país definitivamente impactou no ambiente universitário com reflexos perversos no campo do ensino, da pesquisa e da extensão. 

Ao longo desses 365 dias a UEM foi confrontada de tal maneira que muitas das questões terão reflexos em 2017.Foi um ano desafiador e de enfrentamentos de natureza distinta. Tivemos que nos reinventar e redescobrir caminhos capazes de fazer frente às demandas. Talvez esteja aí o melhor de 2016. Não se diz que crise é também uma janela de oportunidades? 

A soma de esforços contribuiu para que, mesmo diante de um cenário de dificuldades, a UEM mantivesse a posição de liderança entre as universidades brasileiras, demonstrada por diferentes prismas.

Sabemos que o cenário para 2017 não é dos mais otimistas. Sem entrar no mérito das causas e sabendo que não existem respostas simples para problemas complexos, cabe-nos encontrar saídas inteligentes para a crise. A união de esforços e a coragem para o enfrentamento ao que está por vir acendem uma luz de esperança. 

Que permaneçamos firmes na defesa incondicional da universidade pública, gratuita e autônoma. Que juntos possamos construir a Universidade que todos queremos. Pela união de esforços, de ideias e de sonhos vamos fazer de 2017 o Ano da UEM.