Tools

As músicas “Vai”, “Rara Beleza” e “Desarvorar” foram, respectivamente, as três melhores canções do 1º Festival Universitário de Música Popular Brasileira, realizado entre quinta-feira e sábado, na Oficina de Teatro da UEM. A primeira recebeu prêmio de R$ 2 mil e as outras duas R$ 1 mil e R$ 700 cada. Além disso, “Vai” também foi premiada nas categorias aclamação popular (Danilo Merss) e melhor arranjo (Danilo Merss), enquanto que “Quando Nasce uma Canção”, de Clayton Henrique de Melo Silva, venceu como melhor letra; e “Esperança” ganhou a categoria de melhor intérprete, na voz de Vanessa Pereira Croge. Para cada categoria premiada, o prêmio foi de R$ 300,00.  

As 15 finalistas do Acorde Universitário, como foi batizado o Festival, farão parte de um CD, gravado ao vivo. O Acorde, que levou à Oficina de Teatro centenas de pessoas, nos três dias de realização, contou com apresentações culturais e poemas de Carlos Drumond de Andrade.
Na avaliação do coordenador do Festival, Enéias Ramos de Oliveira, o resultado do Acorde foi muito positivo. “Foi um dos maiores eventos que a UEM já fez. Como foi o primeiro, acho que superou as expectativas, tanto em quantidade de pessoas como em qualidade das músicas”, disse. O coordenador já pensa na organização da segunda edição do Acorde, em 2009, e, para isso, espera que até lá o centro de convenções esteja construído, pois poderá acolher o público mais adequadamente. Os músicos e cantores participantes do Acorde foram professores, técnico-administrativos e principalmente alunos da UEM, incluindo estudantes do Campus Regional de Cianorte, e alunos da PUC (Pontifícia Universidade Católica) em Maringá, Faculdades Maringá e Centro Universitário de Maringá (Cesumar). A iniciativa do Acorde Universitário foi da UEM, por meio da Pró-Reitoria de Cultura e da Diretoria de Cultura.  
 

uem tv