A Editora da UEM lançou, no dia 20, 33 livros publicados entre outubro de 2006 até junho deste ano; a Coleção Fundamentum (edições de 2007 e 2008), o portal da Revista Acta Scientiaruam e as edições da Revista Acta Scientiaruam de 2007 até este mês.  

Durante a solenidade, que reuniu aproximadamente 400 pessoas, os discursos foram unânimes e destacaram a importância da Eduem, sua consolidação e seu papel na divulgação de conhecimento.   

O vice-governador Orlando Pessutti falou sobre as publicações do governo destinadas à educação fundamental e médio e ressaltou a importância da consolidação da editora em nível universitário. O diretor da Eduem, Ivanor Nunes do Prado, destacou a construção do prédio da editora, o lançamento do Portal dos Periódicos e do Portal da Revista Acta Scientiaruam e informou que já iniciou o processo para que a revista seja indexada pelo Scielo e Isi Web. Citou ainda da intenção de se construir um novo prédio para a Livraria da Eduem.

A presidente da Academia Maringaense de Letras, Olga Agulhon, além de comentar sobre a importância da editora, propôs uma parceria entre a Eduem e a Academia. Em nome dos autores, Reginaldo Dias lembrou que “a Eduem tem sido um precioso instrumento na divulgação do conhecimento produzido em nossa universidade e de expansão de seu caráter público. Em seus anos de existência, a Eduem vem realizando, de forma exemplar, sua missão. Fronteiras há para ultrapassar, mas muitas já foram transpostas. Cada trabalho ora divulgado é resultado de um grande esforço coletivo”.

O vice-reitor Mario de Azevedo, citando parte da Divina Comédia de Dante Alighieri “vence a fadiga e o torpor, recobra o ânimo, que das vitórias sobre os perigos, a primeira é a da vontade sobre o corpo. Pensa que devemos subir muito mais alto e que foi pouco o haver saído desse abismo”, comentou que a UEM, por mais que seja vitoriosa, é um espaço crítico, de insatisfação, por isso, é natural que queira mais e tenha muito a caminhar, a conquistar.

O reitor Décio Sperandio elogiou o desempenho dos servidores da Eduem e destacou o compromisso da Universidade com a comunidade, que está sendo cumprido com o lançamento de obras nas mais diversas áreas. Ressaltou ainda o incremento do capital social com eventos como aquele e discorreu sobre a relação entre estrelas, trabalho e empenho, que são interdependentes e características necessárias a uma universidade.

Os livros tratam de temas ligados à política, à economia, a sistemas de informação, educação, ao direito, à infância, à zootecnia, à psicologia, à violência, à igreja, aos índios, a peixes, à matemática, à arquitetura, entre outros. Já a Coleção Fundamentum aborda a microbiologia de alimentos, sistemas cardiovasculares, sistemas digestórios, processamento de peles de pescados, temperatura animal, imunologia básica, pós-modernidade, danças, ecossistemas aquáticos, bioquímica, sistemas sensoriais, entre outros. Os títulos das obras estão disponíveis no site www.eduem.uem.br/livros/, as edições da Coleção Fundamentum no site www.eduem.uem.br/livros/fundamentum.html e da Acta Scientiaruam no portal www.uem.br/acta.

A Eduem foi criada, há 14 anos, como um programa de editoração científica. Hoje soma 207 títulos lançados e um investimento de quase R$ 500 mil. Há cerca de dois anos transformou-se num órgão suplementar. Instalada num bloco próprio, a editora, que já imprimiu em torno de 86 mil exemplares de livros desde sua existência, estima investir, em 2008, cerca de R$ 160 mil.

Outras informações na Eduem, bloco 40, fone 3261-4105, site www.eduem.uem.br ou e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..